Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

alma-lusa

alma-lusa

08
Jul16

TV: Festival ao Largo 2016 - Orquestra Sinfónica Portuguesa (RTP2/ sábado, 9 - 21h30)

MARIO LAGINHA.jpg

 

Mário Laginha 

 

Pedro Meireles, violino
Joana Carneiro, direcção musical
Mário Laginha - Mãos na Pedra, Olhos no Céu
Lalo - Sinfonia Espanhola

A Orquestra Sinfónica Portuguesa e a Orquestra de Sopros e Percussão do Conservatório Regional de Artes do Montijo apresentam, sob a direcção musical de Joana Carneiro e com Pedro Meireles no violino a solo, "Mãos na Pedra, Olhos no Céu", de Mário Laginha, "Sinfonia Espanhola, op. 21", de Edouard Lalo e "Abertura 1812", de Tchaikovski. Em directo do Largo de São Carlos, em Lisboa.

 

Arquitetos riscam o céu, operários trabalham a pedra no fascínio pelo caos numa cidade em construção. "Opor-se à espessura destes muros, a insurreição do olhar", frase de um poema de Eugénio de Andrade que dá o tom maior a "Mãos na Pedra, Olhos no Céu", obra de Mário Laginha composta para o filme de João Botelho e estreada em Janeiro de 2001 na cerimónia de abertura de Porto Capital Europeia da Cultura. Escrita bem mais cedo, em 1874, por Édouard Lalo, a "Sinfonia Espanhola, op.21" é, na sua essência, um concerto para violino com 5 andamentos que Lalo dedicou ao seu amigo e grande violinista espanhol Pablo Sarasate e cujo final apoteótico pretende descrever o frenesim de uma cidade espanhola. Ouvida pela primeira vez em 1882, a "Abertura 1812", de Tchaikovski, fecha o programa numa outra cidade, a de Moscovo, que festeja com sinos e canhões a retirada do território russo das tropas de Napoleão Bonaparte. 

Mais sobre mim

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2020
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2019
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2018
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2017
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2016
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2015
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2014
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2013
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2012
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2011
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2010
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
Em destaque no SAPO Blogs
pub