Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

alma-lusa

alma-lusa

18
Dez20

TREZES - O Rapaz do Tambor (RTP1 - 22h50)

O Rapaz do Tambor

 

Autoria: Fernando Namora

Realização: Filipe Henriques

Produção: Marginal Filmes

 

Elenco: Miguel Damião, Sandra Santos, Rodrigo Santos, Duarte Grilo, Gonçalo Botelho, Ana Saragoça, Guilherme Oliveira

 

Sinopse: Adaptação cinematográfica do conto homónimo de Fernando Namora. 

 

Jaime (Rodrigo Santos), um jovem introvertido, sofre com as humilhações que lhe infligem os seus colegas de colégio. O pai, Álvaro (Miguel Damião), director do colégio, distante e de poder absoluto, trata-o com indiferença. Com o apoio da mãe, Isabel (Sandra Santos), Jaime encontra num quadro, de um rapaz com um tambor à frente das tropas em batalha, a inspiração e o exemplo de coragem que o irão transformar num herói improvável na luta contra a opressão.

 

O conto O Rapaz do Tambor integra a obra Antologia do Conto Português Contemporâneo, publicada em 1984, que reúne um conjunto de contos de 30 autores. 

 

 

"Trezes" é um projecto inédito, com a chancela RTP e Marginal Filmes, que reúne autores, contos e realizadores nacionais num formato diferenciador, o Telefilme. Todas as semanas teremos o olhar de um realizador sobre um conto da nossa literatura interpretado pelos melhores actores nacionais, num total de 13 telefilmes. Uma visão cinematográfica de grandes realizadores contemporâneos de alguns dos contos da nossa literatura, numa valorização do nosso património literário e cultural.

 

Fernando Namora 

 

Fernando Namora nasceu a 15 de Abril de 1919, em Condeixa-a-Nova, região da Beira Litoral. Foi médico, romancista, ensaísta, poeta e também pintor. Detentor de uma obra vasta e multifacetada, iniciou-se na prosa em 1938 com As Sete Partidas do Mundo, ficção em moldes presencistas. Notabilizou-se com Fogo na Noite Escura (1943). Mais tarde, em 1948, escreveu a 1ª série de Retalhos da Vida de um Médico e, em 1963, escreveu a 2ª série. Trata-se de uma obra marcada pela vivência da sua profissão de clínico. Em 1954, saiu O Trigo e o Joio. Nessa mesma década, Fernando Namora sofreu a influência do existencialismo, visível em obras como O Homem Disfarçado (1957) e Cidade Solitária (1959). O Rio Triste, publicado em 1982, é, porventura, um dos seus melhores romances. Faleceu a 31 de Janeiro de 1989.

 

 

Júri Oficial'16 – FESTin

 

Filipe Henriques nasceu na Guiné-Bissau, em 1979. Realizador e argumentista, estudou Cinema, Vídeo e Comunicação Multimédia na Universidade Lusófona, em Lisboa. Trabalhou na Plural Entertainment como sonoplasta, tendo trabalhado no som de várias novelas, como Meu Amor, vencedora de um Emmy. Tem no currículo algumas curtas-metragens e a longa-metragem O Espinho da Rosa, detentora de 9 prémios internacionais. 

 

Filmografia:

O Rapaz do Tambor (telefilme, RTP1; 2020)

O Espinho da Rosa (2013)

Vejo-te quando lá chegares (curta-metragem, 2008)

Heaven or Hell (curta-metragem, 2007)

Mais sobre mim

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2020
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2019
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2018
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2017
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2016
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2015
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2014
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2013
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2012
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2011
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2010
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
Em destaque no SAPO Blogs
pub