Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

alma-lusa

alma-lusa

04
Dez20

NOVO ÁLBUM: "Novembro... Que Rumos" - Pedro Barroso

 

Novembro... o mês em que Pedro Barroso nasceu, em que acabaram as gravações e também do nascimento deste disco.

 

"Que Rumos", que dá também título a esta edição, interpretado em duo com o espanhol Patxi Andión (1947-2019), é o tema de aposta e o mais especial deste disco, por todos os motivos: pela genialidade, pela musicalidade, pela mensagem, e por ser interpretado por dois "monstros" da música que, infelizmente, já nos deixaram… e sem substitutos à altura.

 

Citando Pedro Barroso: «…dolorosamente mais sentido - ao meu querido Patxi Andión, a quem pedira em Abril deste ano, para partilhar voz na minha canção "Que rumos?". A sua disponibilidade imediata, a sua resposta, o entusiasmo e o seu companheirismo calarão para sempre na minha memória. Quinze dias depois de gravar, morreu; e nunca mais poderemos dar aquele caloroso abraço - devido, obrigado e natural - que distinguiria tal privilégio e selaria a nossa amizade de vida que assim, inesperadamente, fica ao mesmo tempo, interrompida, mas também eternamente plasmada numa canção".

 

O Maestro Pedro Barroso deixou-nos no passado mês de Março, mas só na sua figura, porque a sua obra, essa, ficará para sempre! Com uma carreira artística longa mas sempre coerente, marcada pela sua voz potente e emotiva, transformou muitas das suas composições em autênticos sucessos que motivaram gerações e ultrapassaram fronteiras: "Eu não quero legar aos meus filhos e netos uma pátria sem sentido, uma humanidade sem horizontes", dizia Pedro Barroso numa entrevista ao jornal Público, em 2017, antes de enfrentar de novo os palcos.

 

A sua extensa obra musical, a sua poesia e o que nos transmitiu na sua pintura, revelam a sua verdadeira personalidade e genialidade sempre motivada por uma análise social muito própria onde a revolta, o amor e a paixão estiveram sempre presentes. Resta-nos agora ouvir o dueto (único e último) que uniu Pedro e Patxi e sentir a força das palavras de Pedro Barroso nas suas últimas músicas.

 

Morreu o cantor e compositor Pedro Barroso

Pedro Barroso (1950 - 2020)

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Mais sobre mim

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2020
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2019
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2018
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2017
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2016
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2015
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2014
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2013
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2012
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2011
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2010
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
Em destaque no SAPO Blogs
pub