Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

alma-lusa

alma-lusa

18
Jan17

LETRAS LUSAS: "A Americana que queria ser Rainha de Portugal", de Ana Anjos Mântua

americana rainha portugal.jpg

 

Editora: Manuscrito

 

Sinopse: Quando D. Afonso, príncipe real, saiu do automóvel junto ao Paço Real de Sintra naquele ameno dia 8 de Junho de 1908, Nevada Hayes sentiu um calafrio e foi subitamente acometida por um pressentimento: um dia seria sua mulher. Um dia seria rainha de Portugal.

Nascida nos Estados Unidos, filha de um merceeiro, cedo percebeu que estava destinada a uma vida melhor. E lutou com todas as suas forças para a conseguir. Trabalhou em Washington e Nova Iorque, casou por amor e por interesse, teve um filho que abandonou, viveu em França, Itália, viajou por países exóticos, divorciou-se duas vezes e viu-se envolvida em vários escândalos. O seu nome fez correr tinta na imprensa, nomeadamente quando conseguiu casar com D. Afonso, apesar da recusa e indignação de D. Manuel II, seu irmão e último rei de Portugal, então no exílio em Inglaterra. Tornara-se finalmente duquesa do Porto, princesa de Bragança.

Houve quem a retratasse como uma mulher fria, calculista, mal-educada, mas em A Americana Que Queria Ser Rainha de Portugal, Ana Anjos Mântua conta-nos a sua história para além do rol dos seus incontáveis defeitos. Através de uma investigação cuidada, a autora traz-nos um romance empolgante sobre esta extraordinária mulher, que se transformou ao longo da vida para se tornar uma das figuras mais admiradas e faladas pela imprensa internacional e pela aristocracia europeia da época.

Nevada Hayes morreu a 11 de Janeiro de 1941, viúva do «seu amor» D. Afonso, e depois de ter conseguido reclamar ao Estado Português a herança que considerava sua por direito.

 

 

Ana Anjos Mântua é licenciada em História, variante de História da Arte, e é pós-graduada em Arte, Património e Restauro pela Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa. Desde Maio de 2013, é Coordenadora da Casa-Museu Dr. Anastácio Gonçalves, em Lisboa. Anteriormente desempenhou funções de investigação e curadoria de exposições no Mosteiro dos Jerónimos/Torre de Belém e Museu Nacional do Azulejo. Em 2004, enquanto Técnica Superior do IPPAR-Instituto do Património Arquitectónico e Arqueológico, desenvolveu um projecto internacional de salvaguarda do património na Ilha de Moçambique. Tem vindo a publicar artigos nas áreas do património e do coleccionismo, nomeadamente «As proveniências da Colecção e o Mercado de Arte em Portugal entre 1925 e 1965», in Coleccionar para a Res Publica, Lisboa, 2010; «O Coleccionismo e o Mercado de Arte em Portugal» (1910-1965), in Dicionário da História da I República e do Republicanismo, Assembleia da Republica, Lisboa, 2014; «As escolhas de um coleccionador», in Museus, Palácios e Mercado de Arte, SRIBE, Lisboa, 2014; «Nevada: a herdeira americana da família real portuguesa», in ARTIS: revista de História da Arte e Ciências do Património. Instituto de História da Arte da Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa, 2014. N.º 2

Mais sobre mim

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2020
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2019
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2018
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2017
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2016
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2015
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2014
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2013
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2012
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2011
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2010
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
Em destaque no SAPO Blogs
pub