Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

alma-lusa

alma-lusa

01
Nov15

José Fonseca e Costa (1933 - 2015)

fonseca e costa 2.jpg

 

Faleceu hoje, aos 82 anos, o realizador José Fonseca e Costa, símbolo da geração do Novo Cinema Português na década de 1970.

 

José Fonseca e Costa nasceu em Caála, Angola, a 27 de Junho de 1933 e veio para Lisboa em 1945. Entre 1951 e 1955 frequentou, sem chegar a concluir, o curso de Direito na Faculdade de Direito da Universidade de Lisboa. Troca o Direito pelas artes cinematográficas e inicia o seu percurso profissional em Itália, nos anos 60, num estágio com o realizador Michelangelo Antonioni no filme "O Eclipse". Membro da direcção do Cineclube Imagem, fez crítica de cinema nas revistas Imagem e Seara Nova. Traduziu para português livros de teoria cinematográfica da autoria de Eisenstein, Guido Aristarco e alguns romances como Il Compagno, de Cesare Pavese, e Passione di Rosa, de Alba de Cespedes, entre outros. Foi sócio fundador e dirigente, nos anos 1960, do Centro Português de Cinema e, mais recentemente, da Associação de Realizadores de Cinema e Audiovisuais, de cuja primeira direcção foi presidente.

 

Fonseca e Costa é um dos maiores nomes da geração do Novo Cinema em Portugal. Os seus filmes mais emblemáticos são Kilas, o Mau da Fita (1981), Sem Sombra de Pecado (1983), Balada da Praia dos Cães (1987), A Mulher do Próximo (1988) ou Cinco Dias, Cinco Noites (1996). Os seus trabalhos mais recentes foram O Fascínio (2003) e Viúva Rica Solteira Não Fica (2006) e o documentário Os Mistérios de Lisboa (2009). Actulamente, José Fonseca e Costa encontrava-se a filmar um novo filme, uma adaptação de Axilas, um conto do escritor brasileiro Rubem Fonseca, com argumento de Mário Botequilha e produção de Paulo Branco.

 

José Fonseca e Costa, irmão da actriz Cucha Carvalheiro, faleceu vítima de pneumonia, motivada por leucemia. Em 2014, a Academia Portuguesa de Cinema atribuiu-lhe o prémio de carreira.

 

Mais sobre mim

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2017
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2016
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2015
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2014
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2013
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2012
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2011
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2010
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D