Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

alma-lusa

alma-lusa

29
Mai15

FESTAS DE LISBOA 2015 - Quinhentos (Torre de Belém - 30 Maio, 22h00)

espectaculo-abertura1-1024x621.jpg

 

 

Conceito: Renzo Barsotti

Com: Companhia Ilotopie (França), Banda da Armada, BeatBombers (Stereossauro & DJ Ride), Coro Infanto-Juvenil da Universidade de Lisboa

Projecções Multimédia: OCubo.com

 

Uni­ver­sos artís­ti­cos diver­sos, artis­tas por­tu­gue­ses e estran­gei­ros reúnem-se em torno de um mesmo palco – a Torre de Belém.

 

Em pano de fundo, o rio Tejo, ao cen­tro a Torre de Belém, envolta por água e mag­ní­fi­cos jar­dins. Este é o cená­rio vivo da noite de Aber­tura das Fes­tas de Lisboa’15. "Qui­nhen­tos" apre­senta cinco sécu­los da His­tó­ria de Por­tu­gal e do Mundo revi­si­tada à escala da Torre de Belém. Um espec­tá­culo trans­dis­ci­pli­nar de tea­tro e música, com uma pai­sa­gem natu­ral e pro­jec­ções multimédia.

 

A com­pa­nhia fran­cesa Ilo­to­pie, que desde 1979 cria inter­ven­ções artís­ti­cas para espa­ços públi­cos e é reco­nhe­cida por ins­pi­rar uto­pias, apresenta-se com uma com­po­si­ção de 13 acto­res, recri­ando, num espec­tá­culo den­tro de água, uma his­tó­ria fic­ci­o­nada da aven­tura por­tu­guesa, desde que se lan­çou à des­co­berta do mundo, no século XV, até aos dias de hoje, pas­sando por momen­tos his­tó­ri­cos como a Res­tau­ra­ção da Inde­pen­dên­cia, o Ter­ra­moto de 1755, a Revo­lu­ção Indus­trial, o Estado Novo e a Revo­lu­ção de Abril de 1974.

 

Seis obras de arte, por natu­reza apre­sen­ta­das em espa­ços con­sa­gra­dos para tal, saem das pare­des de museus e são recri­a­das em pro­jec­ções monu­men­tais, espe­lha­das a céu aberto, naquele que é um ícone da cidade, da His­tó­ria e do patri­mó­nio por­tu­guês: a Torre de Belém.

 

O ambi­ente sonoro desta via­gem é ins­pi­rado nos qua­tro can­tos do mundo e cri­ado por deze­nas de músi­cos que, em con­junto, nos apre­sen­tam sono­ri­da­des ori­gi­nais e com­po­si­ções úni­cas, inter­pre­ta­das pela impo­nente Banda da Armada, os ori­gi­nais Beat­Bom­bers (Ste­re­os­sauro & DJ Ride) – a pri­meira vez, em Por­tu­gal, que DJs actuam e inte­ra­gem com uma banda mili­tar – e as vozes do Coro Infanto-Juvenil da Uni­ver­si­dade de Lisboa.

 

Mais sobre mim

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2010
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D