Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

alma-lusa

alma-lusa

28
Ago15

ESTREIA WEB - Branko: Atlas Unfolded (31 Agosto)

Branko Atlas_3000x2000_Overall_72dpi.jpg

 

 

A coincidir com o lançamento do primeiro álbum a solo do músico português Branko, "Atlas", a série documental "Atlas Unfolded" estreia um novo webisode todos os dias entre 31 de Agosto e 4 de Setembro de 2015 em daily.redbullmusicacademy.com .

 

"Atlas Unfolded" é a documentação visual da viagem em cinco partes de Branko até Cidade do Cabo (África do Sul), Nova Iorque (EUA), São Paulo (Brasil), Amesterdão (Holanda) e Lisboa (Portugal), onde trabalhou com os seus novos artistas favoritos enquanto absorvia inspiração em cada cidade. "Tentar transformar uma relação musical de 12 horas em algo que as pessoas queiram ouvir é um desafio", são as palavras do DJ, produtor, co-fundador dos Buraka Som Sistema e ex-alumni, lecturer e tutor de estúdio da Red Bull Music Academy sobre a sua mais recente aventura. Nela, Branko embarca numa viagem sónica pelo planeta, embrenhando-se em algumas das mais frescas cenas musicais enquanto produz o seu primeiro álbum a solo, "Atlas".

 

A web-series acompanha a interacção em estúdio em tempo real: um work-in-progress genuíno, incluindo colaborações espontâneas e conversas noite adentro com beatmakers locais sobre novas cenas e estilos emergentes nas cidades a que cada um chama casa. Após horas de trabalho na rede de Red Bull Studios, e em cinco cidades diferentes, "Atlas" vê a luz do dia com uma longa e culturalmente rica lista de colaboradores.

 

E a coincidir com o episódio final da série, Branko vai celebrar o lançamento do seu álbum com um set a partir de São Paulo. A Red Bull Music Academy juntou-se ao Boiler Room para uma emissão vídeo especial, que pode ser assistida no dia 4 de Setembro (22:00 hora local) em daily.redbullmusicacademy.com.

 

Branko Sao Paulo_low res.jpg

 

Branko em São Paulo 

 

 

Guia de Episódios

 

Atlas Unfolded #1: AMESTERDÃO

Branko absorve a rica herança cultural deste hub criativo enquanto passeia de bicicleta pela cidade: Amesterdão é um autêntico caldeirão de influências divergentes. Colaborações e conversas inspiradoras com artistas como Fellow, Zanillya, THEprinceOFbeatz e Skip & Die acontecem nos Red Bull Studios da capital holandesa enquanto Branko mergulha o mais fundo que pode na alma sónica da cidade à procura de input para o seu álbum.

Data de lançamento: 31 de Agosto

 

Atlas Unfolded #2: SÃO PAULO

A segunda paragem é São Paulo, "onde o Google Maps não te salva". Numa semana tão borbulhante como a própria cidade, Branko começa por tocar num festival e numa festa underground e ainda encontra tempo para algum digging de discos. Este episódio testemunha Branko a trabalhar nas canções mais políticas de "Atlas" com Marginal Men, MC Bin Laden, os instrumentistas jazz Mauricio Takara & Guilherme Granada, Cícero e mais alguns nos Red Bull Studios locais.

Data de lançamento: 1 de Setembro

 

Atlas Unfolded #3: CIDADE DO CABO

Ao chegar à vibrante cidade da África do Sul, Branko é levado pelo duo de kwaito Ruffest num roteiro desenhado para explorar os sons das townships em redor da cidade. Seguem então para os Red Bull Studios depois de uma semana intensa de festas e churrascos, para colaborar e improvisar com talentos emergentes locais como Mr. Carmack, Nonku Phiri, Okmalumkoolkat, Sibot e muitos mais.

Data de lançamento: 2 de Setembro

 

Atlas Unfolded #4: NOVA IORQUE

Em NYC, Branko absorve a energia de uma das cidades mais movimentadas e diversas do planeta. Numa semana que parece voar, o produtor embarca em sessões de estúdio intensas com artistas como Rodes, Jillionaire, Juliette Jones, Princess Nokia, DJ Sliink e Mr. MFN eXquire enquanto neva lá fora em mais um Inverno rigoroso na cidade.

Data de lançamento: 3 de Setembro

 

Atlas Unfolded #5: LISBOA

O webisode final acompanha Branko no estúdio com o seu colaborador frequente Kalaf, dos Buraka Som Sistema, e com talentos frescos como Catchupa Psicadélica ou Mayra Andrade, na sua cidade natal. As sessões de songwriting são seguidas de conversas sobre a influência africana na cultura de Lisboa com os seus pares Rita Maia e Rastronaut – uma conclusão perfeita para o espírito global de Atlas.

Data de lançamento: 4 de Setembro

 

 

 

 

 

Mais sobre mim

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2010
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D