Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

alma-lusa

alma-lusa

09
Jan21

CINE TV: Veneno Cura (RTP2 - 00h40)

Veneno Cura

 

Ano: 2009

Realização e Argumento: Raquel Freire

Música: Sérgio Martins, Rui Lima

 

Elenco: Miguel Moreira, Gustavo Vicente, Gonçalo Amorim, João Garcia Miguel, Susana Vidal, Ana Ribeiro, Ana Brandão, Márcia Breia, Mónica Calle, Vera Mantero, Luísa Cruz, Mónica Garnel, Cândido Ferreira, Inês Leite, Miguel Borges, Eduardo Silva, Sandra Rosado, Maria d'Aires, José Topa, Vasco Freire, Cristina Basílio, João Bárcia, Sofia Bénard da Costa, Sónia Cláudia, Ivo Ferreira, Luís Félix, João Manso, Miguel Manso, Paula Marques, Miguel Monteiro, Manuel Mozos, Guilherme Noronha

 

Sinopse: Filme da cineasta portuguesa Raquel Freire sobre a crueza do amor e os fracassos emocionais da idade adulta. 

 

Há um momento em que todos nos cruzamos. Na noite escura. Quando perdes tudo o que há para perder, o que é que te faz continuar? O teu pior? O teu melhor?


O que te impede de te atirares da ponte na primeira oportunidade? O que és capaz de fazer para sobreviver à mais terrível das dores? O que és capaz de fazer por amor? Como é que sobrevives com o coração partido? Quanto tempo dura um sentimento? Tem prazo? Já morreste de amor? Não se pode viver sem amor. O amor salva. O amor mata. O amor cura. Há um Porto onde se morre de amor. Há um clube onde tudo é permitido.


Rúbia, Francisco, Miguel, Rita, Rosa, Rosalia e Tójó atravessam a noite como atravessam a vida, intensamente. Numa casa de striptease no Porto, chamada Imperatriz, as personagens cruzam-se, marcando-se mutuamente, sem remédio. Envenenam-se, curam-se. Têm fome do outro, tiram tudo e dão tudo. Estão no limite do amor. O amor absoluto. E, apesar do escuro, vê-se o néon brilhar. Há qualquer coisa no amanhecer que impõe a esperança. Num presente assim excessivo, aparentemente indiferente ao futuro, deposita-se a certeza da cura.

 

Mais sobre mim

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2020
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2019
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2018
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2017
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2016
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2015
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2014
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2013
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2012
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2011
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2010
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
Em destaque no SAPO Blogs
pub