Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

alma-lusa

alma-lusa

28
Dez18

CINE TV: Al Berto (TVCine 1/ sábado, 29 - 21h30)

Resultado de imagem para Al Berto tvcine 1

 

Ano: 2017

Realização e Argumento: Vicente Alves do Ó

Direcção de Fotografia: Rui Poças

Música original: Pedro Janela

Produção: Ukbar Filmes (Pandora da Cunha Telles e Pablo Iraola)

 

Elenco: Ricardo Teixeira, José Pimentão, Raquel Rocha Vieira, José Leite, Joana Almeida, João Villas-Boas, Gabriela Barros, Ana Vilela da Costa, Duarte Grilo, Carlos Oliveira, Manuela Couto, Rita Loureiro, Miguel Seabra, Rute Miranda, Mia Tomé, José Condessa, Elsa Valentim, David Cipriano, Juliete A. Santos, Márcia Cardoso

 

Sinopse: Verão de 1975. Depois de uns anos em Bruxelas, Alberto Raposo Pidwell Tavares (Ricardo Teixeira) regressa a Sines e instala-se no palácio da família, onde ensaia uma vida de comunidade. Encontra João Maria (José Pimentão) e apaixonam-se. Abre uma livraria na vila. Mas a gente da terra não estava preparada para tanta liberdade.

 

Em Sines, numa época de revolução, Al Berto dá corpo a uma geração em mudança. Al Berto cria um grupo de amigos e juntos transpiram juventude, excentricidade, sonhos de mudança, mas, pouco tempo após a revolução, a cidade ainda não está preparada para tanta liberdade – liberdade para amar sem medo.

 

"Al Berto", inspirado em factos reais, relata um período da vida de um dos mais carismáticos poetas portugueses da segunda metade do séc. XX.

 

 

Alberto Raposo Pidwell Tavares nasceu em Coimbra, a 11 de Janeiro de 1948, mas, com apenas um ano, muda-se com a família para Sines, no litoral alentejano, onde passa a infância e adolescência. Filho de família da alta burguesia de origem britânica extraordinariamente conservadora, na sua adolescência traja de modo displicente de calças de ganga e ténis rotos, para escândalo geral. Frequentou diversos cursos de artes plásticas, em Portugal e em Bruxelas, na Bélgica, onde se exilou em 1967. A partir de 1971, dedicou-se exclusivamente à literatura, adoptando o pseudónimo Al Berto. Faleceu em Lisboa, a 13 de Junho de 1997. 

 

 

 

 

Mais sobre mim

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2010
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D