Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

alma-lusa

alma-lusa

19
Jan16

Almeida Santos (1926 - 2016)

Almeida Santos, 1926-2016

© Miguel A. Lopes - Agência Lusa

 

Faleceu na noite desta segunda-feira, aos 89 anos, António Almeida Santos, presidente honorário do Partido Socialista (PS) e um dos construtores da democracia portuguesa.

 

António de Almeida Santos nasceu a 15 de Fevereiro de 1926 na aldeia de Cabeça, concelho de Seia, na região da Beira Alta. Passou a infância em Vide, terra natal do seu pai, também no concelho de Seia. Licenciado em Direito pela Faculdade de Direito da Universidade de Coimbra, foi ainda intérprete do fado e da guitarra de Coimbra. 

 

Em 1953, vai viver para Moçambique e estabelece-se em Lourenço Marques, actual Maputo, onde exerce advocacia. Vive na antiga colónia portuguesa durante mais de 20 anos, onde se destaca como um dos mais importantes defensores dos presos políticos e do direito à auto-determinação daquela província ultramarina. Pertenceu ainda ao Grupo dos Democratas de Moçambique e foi candidato, por duas vezes, às eleições para a Assembleia Nacional, em listas da Oposição Democrática.

 

Almeida Santos regressou a Portugal após a Revolução do 25 de Abril de 1974 e inicia a sua trajectória na política nacional, que o iria tornar uma das figuras mais importantes da democracia portuguesa. Foi Ministro da Coordenação Interterritorial dos I, II, III e IV Governos Provisórios e Ministro da Comunicação Social do VI Governo Provisório; Ministro da Justiça, no I Governo Constitucional, altura em que aderiu ao Partido Socialista; foi Ministro-Adjunto do Primeiro-Ministro, no II Governo Constitucional; desempenhou um papel determinante na revisão constitucional de 1982, que erradicou o Conselho da Revolução; foi Ministro de Estado e dos Assuntos Parlamentares, no Governo do Bloco Central, de 1983 a 1985; cabeça-de-lista às eleições legislativas de 1985, pelo PS, derrotado por Cavaco Silva; participou, de novo, na revisão constitucional de 1988; membro do Secretariado Nacional do PS, a partir de 1990; presidente da Assembleia da República e membro do Conselho de Estado, de 1985 a 2002. Foi Presidente do Partido Socialista de 1992 a 2011 e, desde o Congresso do PS de Setembro desse ano, é Presidente Honorário.

 

É autor de vários livros, incluindo ensaios jurídicos. Em 2006, publicou Quase Memórias, uma autobiografia em dois volumes, grande parte da qual dedicada ao processo de descolonização entre 1974 e 1975. Em 2004, foi agraciado com a Grã-Cruz da Ordem da Liberdade e, em 2008, com a Grã-Cruz da Ordem Militar de Cristo. 

 

Na última semana da campanha eleitoral para as presidenciais, a política portuguesa perde uma das suas maiores figuras, o "príncipe da democracia", e o país perde uma das suas figuras históricas. 

 

 

Mais sobre mim

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2020
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2019
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2018
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2017
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2016
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2015
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2014
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2013
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2012
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2011
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2010
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
Em destaque no SAPO Blogs
pub