Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

alma-lusa

alma-lusa

30
Jun13

LUSOS NO MUNDO - Hugo Veiga (criativo - São Paulo, Brasil)

 

Hugo Veiga, de 33 anos, é o criativo por trás do vídeo publicitário mais visto na Internet. Com um sotaque que mistura a pronúncia do Norte e o português do Brasil, o criativo Hugo Veiga, que acaba de ganhar 18 Leões no Festival Internacional de Criatividade de Cannes, por cinco projectos diferentes, entre os quais o anúncio publicitário da Dove, diz ao Expresso, via Skype, que tem andado numa azáfama, por causa dos prazos das várias campanhas e do êxito do anúncio "Retratos da Real Beleza". Além de ser a campanha publicitária mais vista de sempre no YouTube, com mais de 55 milhões de visualizações, "é o terceiro vídeo mais compartilhado nas redes sociais", diz, entusiasmado.

 

Gravado em São Francisco, o anúncio toca no ponto fraco das mulheres: a auto-estima. Numa primeira parte, o vídeo mostra mulheres a descreverem-se a um retratista do FBI; numa segunda parte, pede a pessoas conhecidas dessas mulheres que digam como elas são; e, no fim, compara o resultado. O êxito não se fez esperar e Hugo Veiga, há oito anos no Brasil e com mais campanhas de sucesso na bagagem, tem noção do impacto que o vídeo está a ter. "No outro dia, estava no cinema e havia barulho, com toda a gente a falar. De repente, começa a passar o anúncio e ficou a sala toda em silêncio. Fiquei emocionado", conta.

 

A veia criativa do publicitário, nascido na Maia, não se revelou agora. Mal acabou o curso de Publicidade e Marketing, na Escola Superior de Comunicação Social de Lisboa, Hugo não se limitou a enviar currículos para as agências, como faziam os seus colegas. Em vez disso, criou uma personagem - o professor Carago, inspirado em "videntes" como o professor Bambu e o professor Caramba -, fez um folheto com a experiência dela e distribuiu-o às empresas de publicidade. "Contratei aqueles rapazes que vendiam flores no metro e disse-lhes para irem deixar à porta das agências. Todas me contactaram." Acabou por ficar na McCan, em Lisboa, mas o primeiro prémio que obteve no Festival Internacional de Publicidade em Língua Portuguesa abriu-lhe o mercado brasileiro. Ainda teve de voltar a Portugal, mas os publicitários brasileiros chamaram-no, dessa vez com um contrato de trabalho. Completamente adaptado ao sotaque e ao entusiasmo que se vive no mercado brasileiro da publicidade, Hugo não se esqueceu de Portugal. Diz que até gostava de voltar, mas tem adiado o regresso devido "ao estado actual do país".

 

(retirado do artigo "Uma beleza de anúncio" publicado na edição nº 2122 da REVISTA do jornal Expresso)

 

 

 

Mais sobre mim

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2010
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D