Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

alma-lusa

alma-lusa

29
Set12

ESTREIA TV: Portugal Selvagem (RTP2/ Domingos, 12h50)

 

É uma série documental de 14 episódios, de 26 minutos cada, que sintetiza de uma maneira absolutamente extraordinária biodiversidade que tem Portugal continental e os arquipélagos da Madeira e dos Açores, as duas regiões autónomas que ocupam uma superfície de 779 Km2 e 2.230 Km2 respectivamente. Natureza, ecologia e meio ambiente são os pilares básicos desta série e, para valorizar as portentosas virtudes do paraíso português, há uma descrição exaustiva dos diversos ecossistemas que configuram a realidade física lusa, dando especial ênfase às inúmeras espécies animais e vegetais que reúne o conjunto territorial de um país majestosamente implantado na Península Ibérica.


O continente português estende-se ao longo de quase 89.000 Km2, e em grandes sulcos, onde o Rio Tejo marca a linha que divide as paisagens montanhosas e húmidas do norte das paisagens planas e cálidas do sul. Esta diferença climática afecta radicalmente a flora local e por isso, nas terras setentrionais, reina o bosque de árvores caducas, sobretudo os sobreiros, enquanto que o meio-dia se caracteriza pelas exuberantes tonalidades da típica vegetação mediterrânea. A norte, as vertentes escarpadas de Trás-os-Montes e do Alto Douro são o habitat predilecto de algumas espécies animais tão significativas como a águia-real, veados e javalis, o perseguido lobo, raposas, gatos monteses e o escassíssimo lince ibérico.

 

A Sul impera o ruidoso universo das aves migratórias que incessantemente colonizam os pântanos da Ria Formosa, o estuário do Rio Sado ou o Cabo de S. Vicente. Todo o território português se expressa numa beleza transbordante e cada palmo da sua bondosa superfície está cheio de espaços tão irrepetíveis como o Parque Nacional da Penêda-Gerês, o Parque Natural de Montesinho e o Douro Internacional, a Serra da Estrela, a costa de Aveiro - conhecida como a “Veneza de Portugal” - , a reserva natural das Dunas de S. Jacinto, o bosque do Buçaco, a Serra da Lousã, Estoril e Cascais - a "Riviera portuguesa" -, o maciço calcário em que assenta o Parque Natural das Serra de Aire e Candeeiros, as marismas do Tejo, o Parque Natural de Sintra-Cascais, São Mamede, o Vale do Guadiana, o Alentejo e as praias do Algarve, a Arrábida, Monchique e, claro, a Madeira, uma verdadeira jóia preciosa, Património da Humanidade, perdida no meio do Oceano Atlântico, e São Miguel, a chamada “Ilha verde”, uma das nove maravilhas que compõem o Arquipélago dos Açores… Um enorme território para deliciar os olhos e explorar… uma aventura que permite divulgar o “Portugal Selvagem”, graças à criação de uma série documental. Seguramente será uma viajem empolgante que, sem dúvida nenhuma, provocará no espectador a inevitável necessidade de admirar “in situ” a lendária pátria portuguesa.

 

Narração de Diogo Infante.

 

Amanhã, 30 de Setembro, dia de estreia, serão exibidos 2 episódios: Cachalote e Lobo Ibérico. Domingos, na RTP2.

 

 

 

Mais sobre mim

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2010
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D