Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

alma-lusa

alma-lusa

19
Jan12

ISTO É PORTUGAL! - Back in Time (aplicação para iPad e iPhone)

 

 

Origem: Matosinhos (empresa LANDKA)

 

Dá horas, mas não é um relógio. Conta uma história, mas não é um livro. Viaja pelo universo, mas não é uma nave. E já conquistou o mundo à boleia da Apple, em busca do tempo incompreendido.

 

À venda desde 22 de Setembro do ano passado, depois de uma gestação de 10 meses, a aplicação para iPad Back in Time já alcançou o primeiro lugar no top de vendas da loja de aplicações da Apple, em mais de cem países, e está traduzida em cinco idiomas para além do português. O jornal New York Times atirou-a para o exclusivo rol das 10 melhores aplicações para iPad de 2011.

 

A aplicação convida a uma viagem com paragens nos principais momentos da história universal. Nas páginas interactivas, onde se retrata uma série de 44 acontecimentos-chave desde o Big Bang, correm centenas de imagens, animações, vídeos e cronologias ilustradas, abarcando as mais diversas áreas do conhecimento, desde a Astronomia às Histórias Antiga e Moderna, passando pelas Ciências Naturais e pela Geologia.

 

A ideia desta aplicação é da matosinhense LANDKA, uma marca lusa com tantos meses de vida quanto o seu primeiro, e até agora único, produto. A aplicação foi desenvolvida por uma equipa (actualmente em expansão) de cinco designers, programadores e engenheiros, aos quais se somaram "inúmeras pessoas e instituições que colaboraram com textos, materiais e ideias, como a Agência Espacial Europeia ou o Max-Planck Institute", adianta Susana Landolt, directora-geral da empresa. A música é do português Rodrigo Leão.

 

123 países. Onde a loja de aplicações da Apple marca presença, a aplicação Back in Time está disponível. Poucas horas depois de a ter colocado nas suas prateleiras digitais, a 22 de Setembro último, a marca da maçã deu-lhe lugar de destaque na página principal da loja virtual em mais de cem países, um feito impressionante se considerarmos "as mais de 25 mil novas aplicações lançadas todos os meses", sublinha a responsável. Prova de que o seu sucesso, apesar de recente, já fez escola, a aplicação lusa liderou o top de vendas para iPad em 38 países, conseguindo permanecer no primeiro lugar, durante uma semana consecutiva, no competitivo mercado dos EUA.

 

A entrada em cena do 4S foi o impulso que faltava para Back in Time saltar para os ecrãs dos iPhones, a 2 de Dezembro. A aplicação estende-se, actualmente, aos dispositivos iPhone 3GS, 4 e 4S, iPad 1 e 2 e iPod Touch 4. Embora assumam estar "atentos ao mercado do Android e do Windows Mobile", os estrategos da Landka, "fãs assumidos da Apple há muitos anos", não planeiam, para já, aventurar-se para além dos terrenos do sistema iOS, criado pela multinacional agora liderada por Tim Cook.

 

Apesar do berço português, para além da língua materna, o Back in Time está disponível em inglês, espanhol, francês, alemão e, mais recentemente, também em mandarim. Na China, onde se estreou a 15 de Dezembro, merecendo logo o título "App da semana", chegou mesmo a ocupar a primeira posição na lista das aplicações mais vendidas, tanto para iPad como para iPhone.

 

A versão para iPad pode ser adquirida por 5,99 euros, 7,99 dólares ou 5,49 libras, ao passo que percorrer os caminhos de Back in Time no iPhone custa, respectivamente, 3,99 euros, 4,99 dólares ou 2,99 libras.

 

(retirado do artigo "Portugal faz bem - Regresso ao passado" publicado na edição nº985 da revista VISÃO)

 

http://www.landka.com/

 

 

 

 
 

Mais sobre mim

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2020
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2019
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2018
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2017
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2016
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2015
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2014
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2013
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2012
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2011
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2010
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
Em destaque no SAPO Blogs
pub