Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

alma-lusa

alma-lusa

06
Nov11

ISTO É PORTUGAL! - Bicicletas Órbita

 

 

 Origem: Recardães (Águeda)

 

«São clássicas, são lindas e são portuguesas. A Órbita fabrica bicicletas em Águeda há 40 anos e exporta mais de 70% da sua produção.»

 

(retirado da reportagem 1000 Motivos do nosso Orgulho publicada na 1000ª edição da revista Notícias Magazine)

 

 

 

«Em Águeda corria já a tradição do fabrico de componentes para bicicletas quando, em 1956, Aurélio Gomes Ferreira, antigo trabalhador de uma dessas fábricas, se juntou ao irmão, Manuel Gomes de Almeida, e criaram a Miralago. Na viragem para a década de 70, a Miralago e a concorrente Macal estavam a um passo de produzir a bicicleta completa e liderar o mercado. Acabaram por juntar-se. A esta dupla somou-se a Sociedade Comercial do Vouga para constituir a Órbita, em 1971, à qual deram prioridade na montagem e comercialização de bicicletas. Acabado de celebrar o 40º aniversário da Órbita, Aurélio Ferreira, de 81 anos, continua a conduzir os seus destinos, ocupando-se da gestão, já que a administração da Miralago transitou para os seus dois filhos e sobrinho.

 

Antes de arrepiar caminho para a fábrica da Órbita, a produção começa a rolar na Miralago, a fabricante de componentes para bicicletas, ciclomotores, automóveis e equipamentos de fitness. As fábricas da Miralago e da Órbita, separadas por apenas dois quilómetros, têm capacidade para produzir 600 bicicletas por dia. As rodas, o quadro, o guiador, os guarda-lamas, a direcção dos eixos, as caixas de rolamentos, a forqueta e o cárter de corrente são fabricados pela Miralago e pela Órbita em diferentes fases, a partir da matéria-prima em aço, alumínio - da portuguesa Extrusal - ou carbono, dependendo do modelo dos veículos. Os selins não demoram a chegar, vindos da vizinha aguedense Iberoselle, também com selo nacional. Já os restantes elementos têm origem diversa, uma vez que os fornecedores variam. Contudo, só são importados aqueles que não se fabricam em Portugal.

 

BTT, Classic, City Bike, Articulada, Sport Confort, Kids, Corrida, Tandem, Carga, Eléctrica e Free-Style são os desdobramentos da gama de bicicletas Órbita em carbono, alumínio ou aço, que vão desde os desportos todo-o-terreno e a corrida de alta competição até às linhas de criança e de bicicletas de dois lugares, com paragens na mobilidade eléctrica e urbana. Os preços variam entre os 86 e os 3150 euros. Habituada a perseguir as tendências da indústria, a marca prepara o catálogo do próximo ano, onde seguirão destacados 13 novos modelos.

 

Urbanas e eléctricas. Com duas palavras apenas se descreve o percurso das bicicletas que a empresa aguedense colocou em órbita na sua cidade natal. Desde Junho, e até ao final do ano, quem quiser circular em Águeda, poupando na factura ambiental, pode fazê-lo gratuitamente, utilizando as dez bicicletas eléctricas Órbita envolvidas no projecto-piloto beÁgueda, em parceria com a Câmara Municipal. Não eléctricas, mas igualmente citadinas, as 20 mil bicicletas do projecto Vélib que a Órbita e a Miralago puseram em marcha em Paris, em 2007, já tinham dado o impulso que faltava à estratégia de mobilidade urbana sustentável do grupo.

 

Para além de percorrerem os trilhos de todo o País, as bicicletas da Órbita chegam até Espanha, França, Inglaterra, Irlanda, Suíça, Angola, Argélia e Marrocos, através da sua rede oficial de distribuidores.»

 

(retirado do artigo "Portugal faz bem - Pedalar em português" publicado na edição nº 974 da revista VISÃO)

 

http://www.orbita-bicicletas.pt/

 

 

 

Mais sobre mim

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2020
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2019
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2018
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2017
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2016
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2015
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2014
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2013
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2012
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2011
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2010
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
Em destaque no SAPO Blogs
pub