Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

alma-lusa

alma-lusa

02
Nov12

ISTO É PORTUGAL! - Science4you

 

Origem: Lisboa

 

A ideia que serviu de base à Science4you foi literalmente tirada do chapéu. No sorteio de atribuição de temas para o projecto final do curso de Finanças, no ISCTE, saiu na rifa a Miguel Rente Pina Martins a comercialização de kits de Física da Faculdade de Ciências da Universidade de Lisboa (FCUL). O agora responsável pela empresa e os sete colegas que com ele compunham o grupo ainda «torceram o nariz», mas depressa reconheceram no logótipo da Faculdade de Ciências «uma vantagem competitiva inegável». O projecto não se perdeu e transformou-se na venda de brinquedos científicos. Logo em seguida, formava-se o embrião da Science4you que Pina Martins e um outro colega - este apenas como accionista - criaram, meses após a apresentação do projecto académico, na FCUL.

 

1125 euros foi quanto este jovem empreendedor investiu do próprio bolso para lançar a Science4you, desmistificando o preconceito «de que é preciso ter uma fortuna para abrir uma empresa». Juntando a esse montante «uma boa ideia, um plano de negócios bem definido e vontade de ir à luta», Pina Martins foi buscar ao fundo de capital de risco InovCapital, no âmbito do programa de financiamento FINICIA do IAPMEI (Instituto de Apoio às Pequenas e Médias Empresas e ao Investimento), o apoio que faltava para atingir os 50 mil euros de capital inicial.

 

A experiência da Science4you arrancou, em 2008, com apenas seis brinquedos. Quatro anos volvidos, as crianças portuguesas e de mais nove países (Espanha, França, Grécia, Brasil, Angola, Moçambique, Cabo Verde, Japão e Índia) podem construir um vulcão, montar um puzzle 3D de um Tiranossauro Rex, compor um laboratório com um kit de Química ou, até, descobrir como se explicam alguns truques de magia. E, porque em matéria de ambiente também se pode brincar, a linha EcoScience ensina a produzir energia a partir de fontes renováveis. Para os mais «apaixonados pela ciência», a empresa organiza festas de aniversário, campos de férias e cursos de formação.

 

Com o selo de qualidade reconhecida pela FCUL, os cerca de 120 modelos que compõem o catálogo da Science4you são montados em fábrica própria, no Pólo Tecnológico de Lisboa. A maioria das peças (60 a 70%) é comprada dentro de portas e há mesmo «produtos 100% nacionais».

 

Talvez porque, em pequeno, eram também os jogos de estratégia a prender-lhe as atenções, o CEO da Science4you não tardou a tentar conquistar o mercado internacional de brinquedos. Em 2009, Espanha - onde, actualmente tem uma loja própria e uma parceria com a Universidade Autónoma de Madrid - foi o primeiro destino a acolher estes brinquedos portugueses e o ano seguinte marcou a investida no Brasil e em Angola.

 

Em 2010, a Comissão Europeia e o IAPMEI atribuíram, respectivamente, o Prémio Empreendedor do Ano e o Prémio Empreendedor FINICIA Jovem a Miguel Pina Martins. Em 2011, coube à Science4you ser um dos vencedores nacionais do Prémio Europeu de Iniciativa Empresarial, na categoria de Internacionalização.

 

(retirado do artigo "Portugal faz bem - Brincadeiras de cientistas" publicados na edição nº 1026 da revista VISÃO)

 

 

http://www.science4you.pt/

 

 

 
 
 
 
 

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Mais sobre mim

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2020
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2019
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2018
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2017
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2016
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2015
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2014
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2013
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2012
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2011
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2010
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
Em destaque no SAPO Blogs
pub