Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

alma-lusa

alma-lusa

30
Jun24

Manuel Cargaleiro (1927 - 2024)

Governo decreta luto nacional para dia do funeral de Manuel Cargaleiro

 

Faleceu hoje, aos 97 anos, o pintor e ceramista Manuel Cargaleiro. 

 

Manuel Cargaleiro nasceu a 16 de Março de 1927, em Vila Velha de Ródão, na região da Beira Baixa, mas com apenas dois anos de idade muda-se com a família para a Sobreda da Caparica, no concelho de Almada, onde passa a sua infância e adolescência. É numa olaria no Monte da Caparica, onde ia à escola, que descobre a arte da cerâmica e começa a fazer experiências com vidros e tinta. 

 

Durante três anos, Manuel Cargaleiro foi estudante de Ciências Geográficas e Naturais na Faculdade de Ciências da Universidade de Lisboa e, em 1949, ingressa na Escola Superior de Belas-Artes de Lisboa. As suas primeiras pinturas abstractas, intituladas Microscopic Compositions, surgiram da observação dos tecidos vegetais que o microscópio reproduzia. Nesse mesmo ano, participou no Primeiro Salão de Cerâmica, organizado por António Ferro, director do Secretariado Nacional da Propaganda e, em 1950, organizou o Primeiro Salão de Artes Plásticas da Caparica. Dois anos depois, a sua primeira exposição individual teve lugar no Secretariado Nacional de Informação, em Lisboa.

 

Em 1954, enquanto dava aulas de Cerâmica na Escola Secundária António Arroio, em Lisboa, surgiu a oportunidade de expor as suas peças na Galeria de Março,  viajou pela primeira vez a Paris e ganhou o Prémio Nacional de Cerâmica. Em 1955, Manuel Cargaleiro foi agraciado com o Diploma de Honra da Academia Internacional de Cerâmica, no Festival Internacional de Cerâmica de Cannes. No ano seguinte, ganhou o primeiro prémio no concurso para o projecto (não realizado) da cobertura cerâmica dos edifícios da Cidade Universitária em Lisboa e foi-lhe solicitada a concepção de painéis de azulejo para o Jardim Municipal de Almada e para a fachada da Igreja de Moscavide. Em 1957 e 1958, receberia duas bolsas de estudo na área da cerâmica, respectivamente em Faenza e em Gien, tendo a segunda sido proporcionada pela Fundação Calouste Gulbenkian. É também nessa altura que fixa residência em Paris. 

 

Entre 1959 e 1970, ocorreriam diversas exposições individuais, designadamente em Lisboa, em Paris, no Brasil, em Tóquio e no Porto, entre outras cidades; o artista participaria também em eventos colectivos em Ostende, Almada, Genebra, Rio de Janeiro, Osaka, Seul e no Porto, entre outras. Na década de 1970, a arte de Cargaleiro seria mostrada em numerosas exposições individuais, organizadas em Genebra, Milão, Lausanne, Paris, Brasília, Lisboa, Portalegre e Reims, para além de diversas exposições colectivas. Entre 1971 e 1973, o pintor foi convidado pelo Ministério da Cultura francês a conceber painéis cerâmicos para três escolas em França. Em 1974, no âmbito da celebração do 25º aniversário de carreira de três artistas da Beira Baixa - Eugénio de Andrade, José Cardoso Pires e Manuel Cargaleiro - o Jornal do Fundão editou uma medalha esculpida por Lagoa Henriques.

 

A partir da década de 90, predominaria na sua obra uma forte inspiração do azulejo português e ainda o apego às suas raízes beirãs. Em 1990, foi inaugurada a Fundação Manuel Cargaleiro, em Castelo Branco, capital da região da Beira Baixa. No Seixal, existe também o Museu-Oficina de Artes Manuel Cargaleiro, dedicado à vida e obra do artista. 

 

Manuel Cargaleiro recebeu várias distinções e condecorações, em Portugal, França e Itália. Com a sua morte, Portugal perde um dos seus maiores vultos culturais. 

 

30
Jun24

TV: Nikolai Lugansky interpreta Rachmaninov com Orquestra Gulbenkian (RTP2 - 22h50)

Nikolai Lugansky interpreta Rachmaninov com Orquestra Gulbenkian

 

Concerto dirigido pelo maestro português Nuno Coelho.

 

Músico apaixonado e intenso, o pianista russo Nikolai Lugansky regressa ao Grande Auditório da Fundação Calouste Gulbenkian, em Lisboa, para interpretar o desafiante Concerto Nº2 de Rachmaninov.


Na segunda parte, em "Assim Falava Zaratustra", Richard Strauss relaciona-se com a ideia de "super-homem", desenvolvida pelo filósofo alemão Friedrich Nietzsche, como cúmulo da evolução humana. A majestosidade da criação musical de Strauss, concretizada num poema sinfónico, viria a ser popularizada pelo cinema de Stanley Kubrick, ao escolher a música para acompanhar a abertura da sua obra-prima "2001: Odisseia no Espaço".

30
Jun24

CINE TV: "Um Sonho em Paris" c/ Alba Baptista (TVCine Top - 21h120)

Um Sonho Em Paris | 30 junho 21:20 | TVCine TOP

 

Ano: 2022

País: Reino Unido

Realização: Anthony Fabian (Reino Unido)

Argumento: Anthony Fabian, Carroll Cartwright, Keith Thompson, Olivia Hetreed (baseado na obra do escritor norte-americano Paul Gallico)

 

Elenco: Lesley Manville, Isabelle Hupert, Lambert Wilson, Alba Baptista (Portugal), Lucas Bravo, Ellen Thomas, Jason Isaacs

 

Sinopse: Ada é uma mulher-a-dias viúva que vive em Londres nos anos 50 e se apaixona loucamente por um vestido Dior Couture, decidindo que tem, absolutamente, de ter um. Após trabalhar dia e noite para conseguir amealhar dinheiro suficiente para alcançar o seu sonho, embarca numa aventura que a levará até Paris e que irá para sempre mudar não só a sua vida, mas o próprio futuro da Casa Dior.

 

O filme britânico "Um Sonho em Paris" tem, entre os protagonistas, a actriz portuguesa Alba Baptista, no papel de "Natasha", uma modelo da Dior com aspirações intelectuais que se torna cúmplice de "Ada". 

 

Alba Baptista Talks About Being A Part Of Mrs.Harris Goes To Paris

 

Alba Baptista, que completará 27 anos no próximo dia 10 de Julho, tem-se vindo a destacar a nível internacional, nos últimos anos. Estreou-se como actriz, em 2014, na curta-metragem "Miami" e, nesse mesmo ano, integrou o elenco da telenovela "Jardins Proibidos", na TVI. Desde então, já entrou em várias séries, novelas e filmes e é considerada uma das melhores actrizes da sua geração. Filha de pai brasileiro e mãe portuguesa nascida na Alemanha, Alba Baptista nasceu em Lisboa e foi a primeira actriz portuguesa a protagonizar uma série da Netflix, "Warrior Nun". Em 2022, estreou o filme britânico "Um Sonho em Paris", que tem a actriz portuguesa entre os protagonistas. Na ficção nacional, os trabalhos mais recentes com Alba Baptista no elenco foram os filmes "A Criança", "Campo de Sangue" e "Nunca Nada Aconteceu", todos estreados nos cinemas em 2022, e "A Semente do Mal", que estreou em 2023. 

 

 

29
Jun24

PORTUGAL NO EURO 2024 - Gonçalo Ramos

Gonçalo Ramos 'atropelado' por segurança no jogo de Portugal - SIC Notícias

 

Naturalidade: Olhão

Posição: Avançado

Clube: Paris Saint-Germain (França)

 

Gonçalo Ramos nasceu a 20 de Junho de 2001, em Olhão. Foi no clube da sua terra, o Olhanense, que começou a jogar futebol, em 2009. Dois anos depois, muda-se para o Benfica de Loulé, onde fica duas temporadas, até que, em 2013, deixa o Algarve e ruma a Lisboa para jogar no Sport Lisboa e Benfica. É no clube lisboeta que faz toda a sua formação. Entre 2019 e 2021, actua pela equipa B, mas faz também alguns jogos pela equipa principal. A partir de 2021, afirma-se na equipa principal e torna-se uma das mais maiores revelações do futebol português, chegando à Selecção Nacional. Na temporada 2023/24, vai jogar para os franceses do Paris Saint-Germain. 

 

Gonçalo Ramos representou Portugal a partir dos sub-17. Estreou-se na selecção A a 17 de Novembro de 2022, frente à Nigéria, num jogo de preparação para o Mundial 2022, a sua primeira fase final de uma competição pela selecção principal. 

 

29
Jun24

DOC TV: Viveiro (RTP2 - 23h30)

Viveiro

 

Realização e Argumento: Pedro Filipe Marques

Produção: O Som e a Fúria (Luís Urbano e Sandro Aguilar)

 

Com: Atletas, treinadores e técnicos das equipas de formação de futebol do Sporting Clube de Arcozelo (Vila Nova de Gaia)

 

Sinopse: De domingo a domingo, o campo de futebol do Arcozelo sobrevive às adversidades do vento Norte. É preciso varrer o relvado gasto e lavar muita roupa. - Os meninos estão a chegar! Os dois roupeiros, São e Cunha, sabem o nome dos pequenos jogadores. De todos se cuida e as meias que secam nas balizas também são para emprestar.

 

 

29
Jun24

ÓPERA TV: O Homem dos Sonhos (RTP2 - 22h00)

O Homem dos Sonhos

 

Realização: Catarina Molder

Música e Libreto: António Chagas Rosa

Produção: Ópera do Castelo

 

Intérpretes: Catarina Molder (soprano), Christian Luján (barítono), Vasco Santos, Pedro Santos (actores)

 

Sinopse: Versão filmada da ópera "O Homem dos Sonhos", de António Chagas Rosa, estreada em 2022, encomendada e produzida pela Ópera do Castelo, a partir do conto homónimo de Mário de Sá-Carneiro, encarnada pela soprano Catarina Molder, que assina também a realização.


Num café intemporal, um homem espera impacientemente alguma coisa. Eis que chega um ser camaleónico e desarmante que afirma ter ultrapassado a monotonia da vida, ao conseguir viver tudo o que sonhava, levando-o por uma viagem por essas novas realidades. Será este homem uma projecção, miragem, sonho ou pesadelo?

 

29
Jun24

CINE TV: Uma SMS para Antígona (RTP2 - 19h35)

Uma SMS para Antígona

 

Autoria: Fernando Mora Ramos, Miguel Costa

Realização e Produção: Miguel Costa

 

Elenco: Marta Taveira, Fernando Mora Ramos, José Fábio Costa, Isabel Lopes, Nuno Machado, Mariana Guarda, Cibele Maçãs

 

Sinopse: Será a capacidade de concretizar um sonho capaz de vencer todos os obstáculos encontrados?

 

Maria é aluna de teatro, quer ser actriz. Maria não tem meios para sustentar o desejo de ser actriz, trabalha num supermercado uma parte do dia e na outra ensaia "Antígona", de Sófocles. E, de repente, há uma sobreposição de problemas: se na ficção a questão de uma sepultura digna para o irmão é o cerne da peça, o que a leva ao confronto directo com Creonte, poder e poder no masculino, no supermercado o direito elementar de seguir os imperativos naturais do corpo são-lhe negados: não a deixam interromper a "laboração" e ir à casa-de-banho. O confronto com o chefe de turno - poder e poder no masculino, mas poderia agora não ser assim - é inevitável. De uma dada maneira são duas formas de enfrentamento do "grande costume", uma bela, pertencendo a um universo mítico, fundador do humano e da sua negação e outra actual, tão próxima quanto a experiência que se tem do quotidiano e inserida na "sociedade do controlo", da chamada biopolítica. Maria entretanto namora, terceiro modo de ocupação do seu dia-a-dia. Em boa verdade coincidente com o dia das três vezes oito horas: oito de labor, oito de descanso e oito de lazer - mais ou menos isso, desde que a revolução industrial vingou. E engravida, como acontece, querendo-se ou não. E de repente nem uma nem outra via se concretizam, nem a de uma profissão de ganhar a vida, nem a de ser actriz. Sófocles, de momento, fica para trás, o teatro como vida. E o pai da criança também, pois desandou. Uma nova vida vem aí, uma vida nova também.


Uma curta-metragem realizada por Miguel Costa sobre um texto original de Fernando Mora Ramos.

29
Jun24

TV: Volta a França 2024 c/ três ciclistas portugueses (RTP2, RTP Play e Eurosport 1 - 29 Junho a 21 Julho)

Onde Assistir O Tour De France 2024 - Pelote Ciclismo

 

De 29 de Junho a 21 de Julho, a prova rainha do Ciclismo mundial volta à estrada para a 111ª edição, que conta com a participação de três ciclistas portugueses: Rui Costa, Nélson Oliveira e João Almeida. 


Pela primeira vez na sua história centenária, a Volta a França arranca em Florença, em Itália, e não terminará em Paris, mas sim em Nice. Centenas de ciclistas têm pela frente cerca de 3.490 km, em 21 dias de competição.

 

Acompanhe a participação dos ciclistas portugueses na Volta a França 2024, diariamente, na RTP2, RTP Play e Eurosport 1. 

 

Rui Costa chega "fresco" à 111.ª edição do Tour com o sonho de ganhar mais  uma etapa — DNOTICIAS.PT

Rui Costa

 

Paris é o que move Nelson Oliveira no caminho rumo às 20 grandes Voltas |  BTT Lobo

Nélson Oliveira

 

Ciclista João Almeida quer correr no Tour de France de 2024 – LusoJornal

João Almeida

 

Pág. 1/14

Mais sobre mim

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2024
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2023
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2022
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2021
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2020
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2019
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2018
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2017
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2016
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2015
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2014
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2013
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2012
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2011
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D
  183. 2010
  184. J
  185. F
  186. M
  187. A
  188. M
  189. J
  190. J
  191. A
  192. S
  193. O
  194. N
  195. D
Em destaque no SAPO Blogs
pub