Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

alma-lusa

alma-lusa

29
Abr23

CONTA-ME - Abel Xavier (TVI - 14h40)

Abel Xavier: «Fiquei refém da minha imagem» - Record mais - Jornal Record

 

Antigo futebolista, foi internacional por Portugal, jogou no Estrela da Amadora, Benfica e em clubes de Itália, Espanha, Países Baixos, Inglaterra, Alemanha e EUA. Como treinador, liderou o Olhanense, Farense, Desportivo das Aves e foi seleccionador de Moçambique, país onde nasceu. Actualmente, é comentador na CNN Portugal. Este sábado, Maria Cerqueira Gomes entrevista Abel Xavier no "Conta-me".

28
Abr23

NOVO ÁLBUM: "Vida" - Jorge Palma

Jorge Palma lança primeiro álbum em 12 anos: “Vida” chega já ...

 

Jorge Palma é um caso raro em Portugal. Compositor e intérprete admirado pelos colegas, amado pelo público, demasiado célebre para o papel de génio obscuro, demasiado genuíno e rebelde para ser um músico previsível e formatado. O seu percurso de vida observa-se sempre a par da música. Exímio pianista, começou a aprender a tocar este instrumento apenas com seis anos de idade. Durante a adolescência, e a par da formação erudita, começa a interessar-se pelo rock’n’roll e, de um modo geral, pela música popular americana e inglesa. Durante os anos 70 e o princípio da década de 80, o seu percurso artístico dividiu-se entre as suas primeiras edições fonográficas em Portugal e as ruas e carruagens de metro de cidades europeias como Paris e Copenhaga, onde enfrentava o público de guitarra em punho.

 

Terminou o Curso Superior de Piano em 1990 e, no ano seguinte, editou o emblemático álbum "Só". Na mesma década, formou o Palma's Gang e integrou projectos como os Rio Grande ou os Cabeças no Ar. Ao longo da sua carreira, lançou vários discos de originais, compôs êxitos e somou discos de ouro, tendo atingido a marca da dupla platina com "Voo Nocturno". A sua obra contém canções amplamente transversais com temas como "Frágil", "Deixa-me Rir", "Dá-me Lume" ou "Encosta-te a mim", que se tornaram hinos intemporais. Venceu o Prémio José Afonso em 2002 e, em 2008 e 2012, foi o vencedor do Globo de Ouro na categoria de Melhor Intérprete Individual. O seu álbum "Com Todo o Respeito" foi ainda galardoado pela Sociedade Portuguesa de Autores com o Prémio Pedro Osório.

 

O período mais recente da vida de Jorge Palma é marcado por um momento de grande actividade no qual se destacam projectos como "Juntos", em que partilhou o palco com Sérgio Godinho, e ainda a celebração de discos históricos como "Bairro do Amor" e "Só", tendo este último resultado na edição de "SÓ ao vivo". Em 2020, celebrou "70 Voltas ao Sol" no Castelo de São Jorge, em Lisboa, num espectáculo com uma orquestra de câmara dirigida pelo maestro Cesário Costa. Foi ainda agraciado com a Medalha de Mérito Cultural da Cidade de Lisboa e com a Ordem do Infante Dom Henrique. "70 voltas ao Sol" foi editado em CD e vinil em 2021, tendo vencido o galardão de Melhor Álbum nos Play – Prémios da Música Portuguesa.

 

Em 2023 regressa, 12 anos depois, com "Vida", o muito ansiado novo trabalho de originais, que conta com a participação de Rui Reininho, Manuela Azevedo e dos dois filhos, Vicente e Francisco Palma. 

 

28
Abr23

Cortes & Lendas - Santarém Medieval (Santarém - 28 Abril a 1 Maio)

Evento Cortes & Lendas l Santarém Medieval regressa dia 28 de abril 

 

Em 2023, o evento Cortes & Lendas| Santarém Medieval renasce no Jardim da República, Convento de S. Francisco e Largo do Seminário sob o tema "Cortes de Santarém de 1331 de D Afonso IV", integrando rábulas e dramatizações alusivas a esse acontecimento, bem como a outros aspectos da História e do imaginário de Santarém, coerentes com essa temática global.

 

Espectáculos de Fogo, Danças, Falcoaria, Feira de Artigos Regionais, Mercado de Sabores, Animação Infantil, Experiências Diversas (Acampamento/Ceia Medieval), Teatralizações, Casa de Armas, Carreira de Tiro com Arco, entre muito mais.

27
Abr23

CINE ESTREIA: "Já Nada Sei", de Luís Diogo

 

Realização e Argumento: Luís Diogo

Direcção Fotografia: Pedro Farate

Música Original: Fernando Augusto Rocha

Produção: Cineclube de Avanca, Filmógrafo

 

Elenco: Duarte Miguel, Ana Aleixo Lopes, Susie Filipe, Eric da Silva, Carolina Pavão, Rui Oliveira, Miguel Meira, Carlos Moreira, Fábio A. Costa, Soraia Sousa, Valdemar Santos, Diogo Lima, Helena Ávila, Mónica Cabral, Mafalda Canhola, Patrícia Cancela, Nuno Castro, Telmo Diegues, Mário Dorminsky, Pedro Farate, Joanna Grabka, Thaís Guimarães, Jorge Lopes, José Meireles, Rita Burmester Moreira, Beatriz Pacheco Pereira, Paulo Renato, Victor Silva

 

Sinopse: Ricardo (Duarte Miguel) e Ana (Ana Aleixo Lopes), um casal de trintões, são escolhidos para um documentário sobre casais de Oliveira de Azeméis. Durante 15 dias, a equipa do documentário registará depoimentos de Ricardo e Ana, bem como de amigos, familiares e colegas, procurando contar a sua história de amor de 18 anos. O problema é que Ricardo se quer separar há já algum tempo, mas não tem coragem de o fazer. Este documentário obriga-o a reflectir sobre a relação. Nessa reflexão envolve três amigos muito chegados que têm visões diferentes sobre a sua relação e dos passos que ele deve dar. A cada conversa, Ricardo fica ainda mais confuso.

 

 

Prémios: Melhor Filme, Melhor Realizador, Melhor Actor e Melhor Actriz no Darbhanga IFF (Índia)

Melhor Filme no LIFFT Filmotsav & Awards (Índia)

Melhor Filme Estrangeiro no Festival de Cinema de Alexandria (EUA)

Melhor Filme Estrangeiro no Festival de Cinema Internacional Treasure Coast (EUA)

Melhor Filme Estrangeiro no Festival de Cinema Internacional de Alameda (EUA)

Melhor Filme Estrangeiro no 10º NYACK International Film Festival (EUA)

 

 

Luis Diogo a.jpg

 

Luís Diogo nasceu em 1972, na Guiné-Bissau, cresceu em Castelo Branco e, actualmente, reside em Paços de Ferreira. É realizador e argumentista. Em 1995, frequentou um curso de escrita de argumento com John Furey. A sua primeira experiência no cinema foi como argumentista do filme "A Bomba", realizado por Leonel Vieira. 

 

Filmografia:

Já Nada Sei (2023)

Uma Vida Sublime (2019)

Rasgar o Passado (2016)

Pecado Fatal (2014)

Noite Fria em Castelo Branco (curta-metragem, 2011)

Noite Gélida em Castelo Branco (curta-metragem, 2011)

Desta água... (curta-metragem, 2010)

27
Abr23

TV: PLAY - Prémios da Música Portuguesa 2023 (RTP1 - 21h00)

Play - Prémios da Música Portuguesa

 

Celebrar e premiar o melhor que se faz na música portuguesa!

 

A RTP1 transmite a 5ª edição dos PLAY - Prémios da Música Portuguesa, a partir do Coliseu dos Recreios, em Lisboa.


Na edição deste ano, serão atribuídos prémios nas categorias de Melhor Grupo, Vodafone Canção do Ano, Melhor Álbum, Melhor Artista Masculino, Melhor Artista Feminina, Melhor Álbum Fado, Prémio Lusofonia, Artista Revelação, Melhor Videoclipe, Melhor Álbum Música Clássica / Erudita, Melhor Álbum Jazz, Prémio da Crítica e Prémio Carreira.


Os PLAY - Prémios da Música Portuguesa visam distinguir os artistas e bandas nacionais, em diversas categorias, que, ao longo de 2022, editaram novas obras. Uma iniciativa que contribui também para elevar e promover a música nacional enquanto parte do Património Cultural do nosso país.

26
Abr23

LETRAS LUSAS: "Estendais", de Gisela Casimiro

Estendais - 1

 

Editora: Caminho

 

Sinopse: «Em todas as histórias, a Gisela está em si, buscando o outro. "Fiz de perder o meu ofício", resume algures. "Às vezes perco tempo a observar as pessoas e perco uma boa fotografia", observa noutra página. "E a menina, escreve sobre Portugal ou sobre África?", perguntam-lhe no metro. "Sobre o mundo", responde. Sobre o seu mundo, acrescento eu. Um mundo com tanto sentir como saber, onde quem tem um livro, mesmo que pouco mais, tem tudo.»

 

gisela casimiro.jpg

 

Gisela Casimiro nasceu na Guiné-Bissau, em 1984, e veio para Portugal no final dos anos 80. É autora de Erosão Giz (poesia) e do texto e dramaturgia de Casa com Árvores Dentro, espectáculo encenado por Cláudia Semedo e estreado no Teatro Municipal Amélia Rey Colaço (Algés). Participou, entre outras antologias nacionais e internacionais, em Reconstituição Portuguesa (org. Viton Araújo e Diego Tórgo), premiada em Cannes. Os seus textos estão traduzidos para turco, mandarim, alemão, espanhol e inglês. É ainda artista, performer, curadora, tradutora e activista.

 

26
Abr23

DOC TV: A Pide Leninha (RTP1 - 23h45)

A Pide Leninha

 

Realização e Argumento: Leandro Ferreira, Jorge Sá

 

Sinopse: A história da vida de Madalena das Dores Oliveira, a primeira mulher a chegar a Chefe de Brigada da PIDE, que se distinguiu pela forma desumana como actuava.

 

Numa mini-série documental de dois episódios, a partir do testemunho de cinco ex-presas políticas, constrói-se a história da vida de Madalena das Dores Oliveira, a Pide Leninha, que foi a primeira mulher a chegar a Chefe de Brigada da PIDE - a polícia política do Estado Novo - e que se distinguiu pela forma desumana e de extremo sadismo como actuava.

 

Quinta (23h45) e Sexta (00h00), na RTP1.

 

26
Abr23

MAR DE LETRAS - Graça de Sousa (RTP África - 23h00)

Graça de Sousa

 

Publicou crónicas e contos nas imprensas angolana e portuguesa e depois aventurou-se na escrita de maior fôlego. "Pegadas na Areia" é o seu terceiro livro, onde a ficção ganha asas mas ancorada às vivências da autora. Nesta semana, vamos estar à conversa com a luso-angolana Graça de Sousa.

 

Pegadas na Areia - 1

26
Abr23

RUMOS - Heloísa Varela (RTP África - 22h30)

Heloísa Varela

 

Começamos o Rumos com talento em dose dupla. A designer Roselyn Silva e o artista plástico Blackson Afonso estão juntos na vida e nas artes e apresentam a exposição "Aceitar o Risco", na Casa da Cultura de Sacavém.


A apresentadora Patrícia Figueiredo esteve à conversa com Heloísa Varela, assistente social e também mentora do projecto "Consolar", que tem como missão promover o bem-estar e qualidade de vida das pessoas idosas e dependentes.


Trazemos-lhe mais uma estória de empreendedorismo de sucesso, que nasce das contrariedades da pandemia e do confinamento. Janete Leite criou os produtos da Mukua Skincare.

 

Uma viagem detalhada pela plataforma Tabanka TV é a proposta da Ciberdica desta semana.

 

Damos também lugar à música e a uma homenagem muito bonita ao mítico Bana. O músico cabo-verdiano dispensa apresentações, marca gerações e foi isso mesmo que se viu e ouviu no Centro Cultural Cabo Verde, em Lisboa.

 

Terminamos na companhia de Nuno Pina, que resolveu aprofundar os seus conhecimentos sobre as intemporais rastas e criou o projecto "Squeeze 06". É ele o protagonista da rubrica Rostos, desta semana.

Mais sobre mim

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2024
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2023
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2022
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2021
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2020
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2019
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2018
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2017
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2016
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2015
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2014
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2013
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2012
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2011
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D
  183. 2010
  184. J
  185. F
  186. M
  187. A
  188. M
  189. J
  190. J
  191. A
  192. S
  193. O
  194. N
  195. D
Em destaque no SAPO Blogs
pub