Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

alma-lusa

alma-lusa

31
Mar22

TEATRO: Orlando (Teatro Nacional D. Maria II, Lisboa - 31 Março a 9 Abril)

Bilhetes ORLANDO - Teatro Nacional D. Maria II

 

Texto: Cláudia Lucas Chéu (a partir de Orlando, da escritora britânica Virgina Woolf)

Direcção: Albano Jerónimo 

Dramaturgia: André Tecedeiro, Albano Jerónimo, A. Baião-Pinto, Cláudia Lucas Chéu

Figurinos: Carlota Lagido

Composição Musical: Rui Lima & Sérgio Martins

 

Elenco: André Tecedeiro, Aurora Pinho, Cláudia Lucas Chéu, Diego Bragà, Eduardo Madeira, Luís Puto, Madalena Massano, Maria Ladeira, Pedro Lacerda, Rita Loureiro, Solange Freitas

Participação especial: Francisca Jerónimo

 

Sinopse: Entre a ficção de Virginia Woolf e a crua realidade.

Vivemos tempos bizarros. Numa época que devia ser dada à tolerância, passamos por um período de violência tantas vezes centrado na discriminação. Contudo, o pensamento que se opõe ao poder tem mostrado resiliência e força de combate. A partir do texto Orlando, de Virginia Woolf (1882-1941), Cláudia Lucas Chéu constrói uma narrativa que mistura a ficção da autora britânica com fragmentos da realidade contemporânea. Assim, criar uma nova ficção a partir da junção destes dois elementos é dar vida e também voz a um novo Orlando, numa tentativa de reflexão sobre a dignidade humana, as questões de género e orientação sexual, e sobre as ondas de violência que lhes estão associadas.

 

31
Mar22

NOVO ÁLBUM: "Oh Laurinda" - Oh Laurinda

 

O grupo Oh Laurinda nasce da amizade de três rapazes que têm em comum, desde muito novos, o gosto pelo Cante Alentejano. Diogo Rosa, Pedro Chá e João Monte deram os primeiros passos na música, representando Grupos Corais tradicionais das suas localidades de origem - Vidigueira e Alvito, no Baixo Alentejo. Com base em composições originais, e no cancioneiro tradicional alentejano, os Oh Laurinda apresentam o seu 1º disco que é um feliz encontro, onde a tradição e modernidade convivem partilhando uma história musical rica e variada, dando assim uma nova sonoridade ao Cante. O álbum, produzido pelo músico e cantautor Paulo Ribeiro, conta também com a participação especial dos músicos Jorge Moniz e Daniel Neto. A amizade e o entusiasmo em conhecer mais sobre a nossa cultura, aliados à vontade de aprender, são os grandes pilares deste jovem grupo musical.

 

 

31
Mar22

ESTREIA TV: Cineastas Portugueses (Filmin Portugal - disponível a partir 31 Março)

Canal Português em Filmin

 

Esta quinta-feira, a plataforma de streaming Filmin Portugal estreia o projecto "Cineastas Portugueses", uma série de entrevistas a 5 realizadores portugueses sobre o que os move, que tipo de cinema querem fazer e como abordam a sua obra.

 

Nesta primeira série, Rui Pedro Tendinha entrevista os realizadores João Pedro Rodrigues, Leonor Teles, Pedro Pinho, João Botelho e João Nicolau, que darão as suas perspectivas sobre os seus filmes e sobre o próprio cinema português. Todas as quintas-feiras, sairá uma entrevista sendo a última disponibilizada a 28 de Abril. 

 

Quintas, no Filmin Portugal. 

 

31
Mar22

DOC TV: Terra Franca (RTP2 - 23h25)

Terra Franca

 

Realização: Leonor Teles

Produção: Uma Pedra no Sapato

 

Com: Albertino Lobo, Dália Lobo, Lúcia Lobo, Laura Lobo, Tiago Castro, Alice Castro

 

Sinopse: À beira do Tejo, numa antiga comunidade piscatória, um homem vive entre a tranquilidade solitária do rio e as relações que o ligam à terra. "Terra Franca" retrata a vida deste pescador, atravessando as quatro estações que renovam os ciclos da natureza e acompanham as contingências da vida de Albertino Lobo.

 

Rodado entre 2015 e 2017, este documentário segue a vida de um pescador de Vila Franca de Xira – terra natal da realizadora Leonor Teles, que aqui se estreia nas longas-metragens – e as suas ligações ao rio Tejo e à família.

 

30
Mar22

MINI LETRAS LUSAS: "Aventureira Marielle e o Dia da Fotografia", de Nuna e Lala Berekai

 

Texto: Nuna

Ilustrações: Lala Berekai

Editora: Nuvem de Letras

 

Sinopse: «Até àquele momento, sempre pensara que os seus pompons lhe ficavam muito bem. A mãe e o pai queixavam-se dos buracos que a Marielle fazia na roupa quando jogava à bola, mas diziam que ela tinha o cabelo mais lindo da família.»

 

Marielle é uma menina orgulhosa do seu afro, até ao dia em que alguém lhe diz que, para o dia da fotografia na escola, tem de pôr o cabelo lindo e arranjado.

 

"Aventureira Marielle e o Dia da Fotografia" é o primeiro livro infantil com autoria de uma escritora negra portuguesa e uma protagonista negra portuguesa. Um livro delicioso sobre amor próprio, tolerância, inclusividade e orgulho. 

 

NUNA-.jpg

 

Nuna nasceu em 1995. É activista interseccional, revisionista e artista multidisciplinar. A luta antirracista, classista, misógina, capacitista, queerfóbica e xenofóbica, assim como os direitos dos animais e a protecção do planeta, são o seu maior foco. O seu trabalho tem por base o afrofuturismo e criações multidisciplinares representativas, empoderadas, diversificadas e inclusivas. Acredita também que uma das funções da cultura e do artista é dar voz ao progresso social, portanto o seu trabalho de activismo e revisionismo estão também interligados ao artístico.

 

lala berekai.jpg

 

Lala Berekai é o nome timorense de Bruna Rosário, artista luso-timorense que trabalha nas áreas de ilustração, banda desenhada, animação e videojogos. Ao longo da sua carreira, tem participado em vários projectos em arte tradicional e digital. O seu estilo é uma fusão de desenho e pintura tradicional transposta para formato digital. Os seus temas mais recorrentes pretendem dar a conhecer a arte e cultura de Timor Lorosae da perspectiva de timorense de segunda geração.

30
Mar22

LETRAS LUSAS: "A Maldição", de Lourenço Seruya

imagem

 

Editora: Cultura

 

Sinopse: A mais recente investigação do inspector Bruno Saraiva leva-o até ao Teatro da Passagem, em Lisboa. "A Pedra do Pecado" foi representada apenas duas vezes em Portugal, uma em 1977 e outra em 1982. Foram encenadas por companhias diferentes, mas houve um acontecimento comum: em ambas as estreias, morreu a actriz principal.


Apesar de essas mortes terem sido consideradas de causas naturais, surgiu a crença de que a peça estaria amaldiçoada… Durante muito tempo nenhum encenador ousou voltar a pegar nesse texto.


Até que, quarenta anos depois, o Teatro da Passagem decide levá-la à cena novamente… O dia da estreia chega finalmente e o ambiente é de tensão e nervosismo. Será que "A Pedra do Pecado" está mesmo amaldiçoada? Será que naquela estreia vai voltar a haver uma morte?

O público acorreu em massa ao Teatro da Passagem, enchendo a sala como há muito não acontecia. Nos bastidores, os actores já estão prontos a entrar em palco. O pano sobe e o espectáculo começa… Mas um deles não vai chegar vivo ao final.

 

Lourenço Seruya, * 1992 | Geneall.net

 

Lourenço Seruya nasceu em Lisboa, em 1992. Depois de uma breve passagem pela área da Comunicação, concluiu, em 2015, o Curso de Formação de Actores da ACT – Escola de Actores. Desde 2011 que representa em Teatro, Televisão e Cinema. Do seu currículo constam cinco espectáculos teatrais, mais de vinte filmes e outras tantas participações em séries e novelas. Paralelamente ao trabalho de actor, dá aulas de expressão dramática a crianças e adultos. Estreou-se na literatura policial com A Mão que Mata, ao qual se segue A Maldição. Elege como principais referências Agatha Christie e Camilla Läckberg. Tem um irmão gémeo.

30
Mar22

TV: +380 Ligar à Ucrânia (RTP2 - 23h30)

+380 Ligar à Ucrânia

 

Concerto solidário pela paz na Ucrânia no qual participam vários artistas portugueses.

 

Numa demonstração de solidariedade pela paz na Ucrânia, a Fundação CCB criou uma ponte cultural com o Centro Cultural de Lviv. Este centro cultural, instalado no Hnat Khotkevych Palace of Culture, que acolhe habitualmente actividades culturais, foi transformado em posto de operações de logística e ajuda humanitária.


A necessidade de fazer chegar a Lviv bens que lhes são escassos fez com que o Centro Cultural de Belém, em Lisboa, esteja a organizar uma campanha de recolha de bens, que terá lugar de 26 a 30 de Março, na Tenda do CCB. A propósito desta campanha, o Centro Cultural de Belém promoveu um concerto com músicos portugueses, para angariação de fundos, onde as receitas reverterão a favor da Cruz Vermelha Portuguesa.


O concerto foi transmitido em directo, para Lviv, em parceria com a RTP Palco, o que permitiu chegar a uma audiência ainda maior e numa geografia mais alargada, numa concretização desta ponte cultural e solidária entre Lviv e Lisboa.


Transportando esta noção de ponte e de relações biunívocas para o concerto, o CCB convidou vários artistas a colaborarem e a apresentarem-se em duo. Nomes como Mário Laginha, que actuou a solo e em duo com Cristina Branco, Filipe Raposo e Ricardo Ribeiro, Salvador Sobral e André Santos, Júlio Resende e Peu Madureira, Ricardo Toscano e João Barradas, Bruno Pernadas e Margarida Campelo, Filipe Melo e João Moreira, Daniel Bernardes e Desidério Lázaro, e ainda a pianista Joana Gama, deram corpo a este concerto pela Ucrânia.

30
Mar22

MAR DE LETRAS - Kátia Casimiro (RTP África - 21h30)

Kátia Casimiro

 

Tem vindo a consolidar o seu caminho na escrita para os mais novos e já vai no terceiro livro de literatura infantil. Por ocasião do Dia Internacional do Livro Infantil (2 de Abril) recebemos nesta semana, no "Mar de Letras", a escritora Kátia Casimiro, nascida na Guiné-Bissau mas a viver em Portugal desde os 3 anos de idade.

 

 

 

30
Mar22

RUMOS - Matamba Joaquim (RTP África - 21h00)

Matamba Joaquim

 

Começamos o programa com a nova série da RTP África. "Café Kwanza" foi apresentada no Espaço Espelho d'Água, em Lisboa, onde estiveram presentes elenco, equipa técnica, amigos e caras do canal para dar as boas-vindas a este conteúdo de comédia com muita criatividade, talento e humor.


E o convidado da apresentadora Patrícia Figueiredo é Matamba Joaquim, actor e argumentista, que idealizou "Café Kwanza" e que nos fala sobre esta que é a nova aposta de ficção do canal.


Fomos até Almada, ao Festival Transborda, para assistir a "Barricada", a Oficina-Performance criada por Marcelo Evelin, um dos maiores coreógrafos brasileiros da actualidade.

 

Na Ciberdica visitamos a página Balai Cabo Verde, uma plataforma informativa onde encontra notícias e conteúdos sobre Cabo Verde e a Diáspora.

 

Mostramos-lhe a exposição colectiva "Gina Diama (Meu Nome, Minha História)", de Grácia Ferreira e Silvestre Quizembe, que esteve patente na Galeria Artistas de Angola.

 

Terminamos com a rubrica Rostos, que tem como protagonista Laura Simão, uma jovem portuguesa de origem angolana que faz tranças afro.

Pág. 1/12

Mais sobre mim

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2022
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2021
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2020
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2019
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2018
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2017
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2016
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2015
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2014
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2013
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2012
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2011
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2010
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
Em destaque no SAPO Blogs
pub