Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

alma-lusa

alma-lusa

30
Set21

LETRAS LUSAS: "1821 - O Regresso do Rei", de Armando Seixas Ferreira

1821 O Regresso do Rei - Armando Seixas Ferreira | Planeta de Livros

 

Editora: Editorial Planeta

 

Sinopse: A 26 de Abril de 1821, uma esquadra de 12 navios, chefiada pela nau D. João VI, partia do Rio de Janeiro, com três a quatro mil pessoas a bordo, rumo a Portugal. Era o regresso do monarca a Lisboa depois de quase 14 anos de ausência no Brasil. Partia em lágrimas, ali vivera os dias mais felizes da sua vida. Para trás deixava o filho D. Pedro, dizendo: «Antevejo que o Brasil não tardará a separar-se de Portugal. Neste caso, antes quero que tomes a coroa para ti do que vê-la passar da Casa de Bragança para as mãos de algum aventureiro.»

Se a dramática partida da corte para o Brasil em 1807 é amplamente conhecida, pouco sabemos sobre esta viagem de regresso. O jornalista Armando Seixas Ferreira consultou diários de bordo, documentos da época e fontes inéditas, para nos trazer um relato empolgante sobre a vida da corte em terras de Vera Cruz, esta viagem náutica de 68 dias e traçar um retrato de todo este período épico da nossa História que culmina com a Independência do Brasil, em 1822.

 

A 3 de Julho de 1821, D. João VI chega finalmente a Lisboa. Visivelmente emocionado, vestido de gala, é recebido com entusiasmo e aplausos pelo povo e pelos deputados que lhe oferecem um exemplar da Constituição. Portugal tinha mudado, no horizonte aproximava-se a guerra civil e D. João VI não voltaria a encontrar a paz e tranquilidade que sentiu no Brasil.

 

Armando Seixas Ferreira | Universidade Nova de Lisboa - Academia.edu

 

Armando Seixas Ferreira nasceu no Barreiro, a 16 de Maio de 1973. Integra, desde 2015, a equipa do "Linha da Frente", o programa de grande reportagem da RTP1. Licenciou-se em Ciências da Comunicação na Universidade Autónoma de Lisboa, em 1996. Frequentou um curso de Língua Árabe na Faculdade de Letras, em 2011. Estudou História da Arte e concluiu uma Pós-Graduação em Mercado da Arte e Coleccionismo na Universidade Nova de Lisboa, em 2018. Entre 1993 e 1996, trabalhou no Jornal do Barreiro. Entre 1995 e 1998, integrou a redacção do jornal Público na secção Local. Em televisão começa por trabalhar, em 1998, na redacção do Telejornal, onde se especializa na área da Defesa, Política e Sociedade. Em 2003 é enviado especial à guerra do Iraque, a bordo do porta-aviões americano Theodore Roosevelt, e a Nassíria, junto do contingente português. Assinou várias reportagens na Bósnia, Kosovo, Líbano, Timor, Indonésia, Colômbia e Afeganistão. Colaborou com a estação de televisão árabe Al Jazeera. Em 2006, venceu o Prémio Nacional de Paridade de Jornalismo com a grande reportagem Mulheres à Prova de Bala, que retrata a vida das paraquedistas portuguesas no Kosovo.

 
30
Set21

CINE TV: Carga (RTP1 - 22h45)

Carga

 

Ano: 2018

Realização e Argumento: Bruno Gascon

Direcção Fotografia: JP Caldeano

Música original: Filipe Goulart, Milton Núñez Mora (Chile)

Produção: Caracol Protagonista (Joana Domingues)

Locais rodagem: Belmonte, Castelo Branco, Covilhã, Fundão, Louriçal do Campo, Serra da Estrela 

 

Elenco: Michalina Olszanska (Polónia), Vítor Norte, Rita Blanco, Sara Sampaio, Miguel Borges, Dmitry Bogomolov, Duarte Grilo, Ana Cristina Oliveira, Rui Porto Nunes, Ramón de los Santos, Rui Luís Brás, Gonçalo de Morais, Carlota Ladeiro, Kim Grygierzec (Polónia), Beatriz Pires, Hugo Cesário, Adriana Pais, Pedro Salvado, João Lopes, Sérgio Novo, Andreia Rocha, João Artur Santos, José Bica, Doriana Agostinho, Joana Freire, Luís Sustelo, Tatiana Dias, Maria Manuel Pinheiro, Luísa Patrício, Leonor Coelho, Gonçalo Pinto, Margarida Franco, Olga Fonseca, Rita Mouro, Lídia Vieira, Fernando Paussão Lopes, Sandra Gouveia, Margarida Calaveiras, Ariana Pedro, Liliana Salgueiral, Tânia Bento, Mariline Santos, Alexander Vieira, Inês Almeida, Isabel Cena, Célia Santos, João Bessa, Marcela Nacif, Daniela Alves

 

Sinopse: Passado algures no interior inóspito de Portugal, onde uma rede de criminosos actua a salvo de olhares indiscretos, "Carga" é um filme de produção nacional que nos fala de um dos crimes mais hediondos – e também lucrativos – dos nossos tempos: o tráfico de seres humanos.

 

A história move-se entre a rotina de um camionista português que anda pelas estradas da Europa a transportar uma carga à qual ele próprio fecha os olhos, o drama de uma jovem mulher russa que é apanhada nas teias de uma rede de tráfico de pessoas e os esquemas obscuros de um mafioso que não olha a meios para atingir o seu objectivo: retirar o máximo lucro da sua carga humana. Frio, seco e violento, rodado na região da Beira Baixa, "Carga" pretende despertar a consciência do público para a realidade cruel das vítimas deste tipo de crime, utilizando na sua comunicação a mensagem "Podias ser tu".

 

Vítor Norte, Rita Blanco, Ana Cristina Oliveira e Miguel Borges, além da polaca Michalina Olszanska e do russo, radicado em Portugal, Dmitry Bogomolov, fazem parte do elenco deste filme escrito e realizado pelo português Bruno Gascon, que marca também a estreia absoluta da modelo Sara Sampaio como actriz.

 

29
Set21

TEATRO: O Homem da Amália (Teatro Armando Cortez, Lisboa - 30 Setembro a 28 Outubro)

Pré-visualização da imagem

 

Autoria: Virgílio Castelo

Encenação: Paulo Sousa Costa

Produção: Yellow Star Company

 

Interpretação: Virgílio Castelo

 

Sinopse: A história do amor mais profundo, mais estranho e mais secreto que alguém teve com Amália Rodrigues. A história de um homem que existiu, e deixou de existir, por se ter apaixonado por uma estrela que não se podia alcançar. A história de um homem que dedicou a sua vida e a sua morte a seguir a nossa única diva, onde quer que ela estivesse. Através dos fados que ela cantou, dos versos que ela escreveu, e das paixões que sentiu, vamos acompanhar Amália durante uma hora e um quarto, vendo-a com os olhos do homem que por ela viveu, e por ela morreu. Num espectáculo cheio de golpes de teatro, vamos ficar a conhecer a Amália que só este homem conheceu. Nas casas de fado, nos teatros, no cinema, no êxito lá fora, na inveja cá dentro. Vamos recordar algumas coisas que já sabíamos da vida dela e ficar a saber outras de que ela nunca falou. E quando o pano fechar, a nossa estrela maior estará ainda mais presente nas nossas memórias – onde nunca deixou de brilhar – sublimada, agora, pelos desvarios do coração destroçado deste desconhecido Homem da Amália. 

 

"O Homem da Amália" é um espectáculo que visa não só homenagear a diva, mas também todos os que a amaram e nunca foram correspondidos. É um hino ao amor, à paixão, à devoção da estrela que tocou tantas almas. A partir de factos da vida real da Amália Rodrigues, "O Homem da Amália" ilustra episódios divertidos, episódios trágicos, de um amor de fel, amor de mel, onde Virgílio Castelo (no papel do Homem), pautado pelos maiores clássicos que Amália Rodrigues eternizou, interpreta 12 personagens!

 

"O Homem da Amália" é uma imperdível homenagem de amor à Diva de todas as Divas, à estrela que iluminou a vida de tantos apaixonados no Mundo.

 

Outras Datas:

30 Outubro - Anadia

6 Novembro - Coliseu do Porto

29
Set21

FRONTEIRAS XXI - Portugal no Mundo (RTP3 - 22h30)

Portugal no Mundo

 

Portugal está na moda? Como é que as outras culturas nos vêem? Podemos melhorar essa imagem?


Amália e Eusébio levaram Portugal ao Mundo, no século XX. E, hoje, continua a ser o futebol - ou antes, Cristiano Ronaldo - a dar o pontapé de saída no nation branding e Mariza, Ana Moura, e muitos outros fadistas, a dar voz à saudade. Mas os emissários da cultura nacional diversificaram-se.


As praias são consideradas das mais bonitas do mundo. E as ondas conquistam gigantes do surf mundial. A nossa gastronomia compete na liga da diplomacia, com o pastel de nata a pôr sorrisos nos lábios de todos e a sardinha a convidar para um pé de dança. Ou será o vinho?


Ainda assim, o Global Soft Power Index 2021 coloca Portugal na 28.ª posição do ranking dos 100 países com melhor imagem. O que poderá ser feito para mudar este panorama?


Entre 2008 e 2019, mais de 430 mil portugueses saíram do país - segundo dados da Pordata. Poderão a exportação de cérebros, de estudantes e a presença de grandes figuras nacionais em instituições internacionais contribuir para uma nova imagem de Portugal?


Neste Fronteiras XXI, vamos descobrir como é que o país se dá a conhecer e em que áreas os portugueses são mais reconhecidos, a nível mundial. Com participação especial do antigo embaixador de Portugal Francisco Seixas da Costa, do professor catedrático da Universidade de Brown (nos EUA) Onésimo Teotónio Almeida, da CEO da empresa de vinhos Plansel, Dorina Lindemann-Bohm, e do arquitecto e Prémio Pessoa Manuel Aires Mateus. A moderação está a cargo da jornalista da RTP Ana Lourenço.

29
Set21

MAR DE LETRAS - Luísa Fresta (RTP África - 21h30)

Luísa Fresta

 

Os cenários da sua vida construíram-se entre Portugal e Angola e é por estes países que vagueia também a inspiração para a sua obra literária. Luísa Fresta volta ao "Mar de Letras" e traz consigo os seus dois últimos livros: a história infanto-juvenil de "A Fabulosa Galinha de Angola" e os contos de "Sapataria e outros Caminhos de Pé Posto".

 

A Fabulosa Galinha de Angola

28
Set21

NOVO ÁLBUM: "Ninguém nos vai tirar o Sol" - Joana Espadinha

 

"Ninguém nos vai tirar o Sol" é o terceiro álbum de Joana Espadinha. Com a pandemia a surgir no meio do processo de gravação, e um confinamento que obrigou a mais viagens interiores, este novo disco é também um disco de esperança. Não sabemos quando vai ficar tudo bem, mas até lá agarramo-nos ao que temos.

 

28
Set21

PRIMEIRA PESSOA - Pedro Cabrita Reis (RTP1 - 21h00)

Pedro Cabrita Reis

 

É um dos artistas portugueses com maior reconhecimento internacional. Desconcertante na palavra, acredita mais na força de intervenção do que no bom senso como atitude permanente.


É dos Clássicos que lhe vem a intuição artística. Cidadão do mundo, sente-se um serrenho no seu habitat algarvio. Este trabalho foi gravado na sua casa, algures isolada na serra do Algarve.


Pedro Cabrita Reis é o protagonista do Primeira Pessoa.

Pág. 1/12

Mais sobre mim

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2020
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2019
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2018
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2017
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2016
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2015
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2014
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2013
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2012
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2011
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2010
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
Em destaque no SAPO Blogs
pub