Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

alma-lusa

alma-lusa

31
Jan21

Abel Ferreira vence Taça dos Libertadores com o Palmeiras

Abel Ferreira. Português que revolucionou o Palmeiras - Prisma - R7 Cosme  Rímoli

Abel Ferreira é o segundo treinador português a conquistar a Taça dos Libertadores

 

E, pelo segundo ano consecutivo, um treinador português ergueu o troféu de vencedor da Taça Libertadores, a mais importante competição de clubes do futebol sul-americano. O clube brasileiro Palmeiras, treinado pelo português Abel Ferreira, sagrou-se ontem vencedor da Taça Libertadores, um ano depois da vitória do Flamengo, treinado pelo português Jorge Jesus.

 

O Palmeiras venceu outra equipa brasileira, o Santos, por 1-0, na final disputada no Estádio do Maracanã, no Rio de Janeiro, e conquistou a sua segunda Taça dos Libertadores. A primeira tinha sido conquistada em 1999, quando o clube era treinado por Luiz Felipe Scolari, antigo seleccionador nacional do Brasil e de Portugal.

 

Depois de Jorge Jesus, há agora um novo herói português no futebol brasileiro: Abel Ferreira, de 42 anos e natural de Penafiel. Como jogador de futebol, fez a formação no clube da sua cidade, o Penafiel FC, onde começou a jogar como profissional em 1997. Três anos depois, transferiu-se para o Vitória de Guimarães, onde ficou até 2004, ano em que se mudou para o Sporting de Braga. Em 2006, foi para o Sporting, onde jogou até 2011, ano em que acabou a carreira de futebolista. Abel Ferreira foi convocado para a Selecção Nacional por Scolari, mas não chegou a representar Portugal por não ter disputado nenhum jogo.

 

Foi no ano em que terminou a carreira de futebolista que iniciou a de treinador, à frente da equipa sub-19 do Sporting, tendo em 2013/14 treinado a equipa B do clube leonino. De 2015 a 2017, treinou a equipa B do Sporting de Braga e, em seguida, assume a equipa principal do clube minhoto. O bom trabalho à frente dos arsenalistas faz despertar as atenções a nível internacional e, em 2019, Abel Ferreira muda-se para a Grécia para treinar o PAOK, onde ficou apenas uma temporada já que, em Outubro de 2020, os brasileiros do Palmeiras contrataram o técnico português. E é ao serviço do clube brasileiro que Abel Ferreira conquista o seu primeiro troféu, ao vencer a Taça Libertadores. No entanto, pode não ficar por aqui já que o clube também já está apurado para a final da Taça do Brasil.

 

Além de Abel Ferreira, há mais portugueses na equipa técnica do clube brasileiro: Vítor Castanheira, Carlos Martinho, João Martins e Tiago Costa.

 

PARABÉNS, ABEL FERREIRA!!!

 

Segredo da 'dinastia' palmeirense está na base, não nas contratações -  31/01/2021 - UOL Esporte

A festa do Palmeiras

 

 

31
Jan21

António Cordeiro (1959 - 2021)

Morreu o ator António Cordeiro. - Notícias não desportivas - Clube Manager  Portugal

 

Faleceu ontem, aos 61 anos, o actor António Cordeiro, que sofria de uma doença neurodegenerativa desde 2017.

 

António Cordeiro nasceu em Pias, no concelho de Serpa, em 1959. A sua carreira como actor teve início em 1987, ao entrar na popular série "Duarte e Companhia", da RTP. A partir daí, desenvolveu uma carreira que passou pela televisão, cinema e teatro. Um dos seus papéis mais marcantes foi o protagonista da série policial "Claxon", o detective com o mesmo nome. Mas António Cordeiro entrou em muitos outros projectos televisivos, como "Desencontros", "Filhos do Vento", "Major Alvega", "Café da Esquina", "O Processo dos Távoras", "A Minha Sogra é uma Bruxa", "Morangos com Açúcar", "Ainda Bem que Apareceste", "Perfeito Coração", "O Segredo de Miguel Zuzarte", "Laços de Sangue", "Liberdade 21", "Depois do Adeus", "Mar Salgado", "Espelho d'Água" ou "Feitios", entre outros.

 

No cinema, entrou em filmes como "Os Olhos da Ásia", "Milagre de Lourdes" ou "Índice Médio de Felicidade", entre outros. Há ainda alguns filmes por estrear, que contam com a participação de António Cordeiro, como a produção luso-espanhola "522 - Um Gato, Um Chinês e o Meu Pai" e a produção luso-americana "Expatriate". 

31
Jan21

Licínio França (1953 - 2021)

SobreTudo

 

Faleceu ontem, aos 67 anos, o actor Licínio França. Estava afastado da vida artística há mais de dez anos por sofrer da doença de Alzheimer e estava internado num lar de idosos. 

 

Licínio França nasceu em 1953. Na sua carreira, muito ligada ao humor, entrou em vários projectos de televisão e teatro. Na televisão, participou em séries e novelas, como "Os Homens da Segurança", "Fábrica de Anedotas", "Maré Alta", "Floribella", "Feitiço de Amor" ou "Flor do Mar", o seu último trabalho em televisão, em 2009. Entrou em várias produções teatrais, nomeadamente teatro de revista e musicais. 

 

Além da representação, Licínio França também teve uma carreira musical. Estreou-se como autor/compositor e intérprete, em 1972, no concurso "A Oportunidade" e, nos anos seguintes, lança os seus primeiros singles. Além de participar em concursos musicais, lança também os seus álbuns. O último, "Eterno Apaixonado", foi editado em 2007. Licínio França formou também o Duo Big Ben com a sua ex-mulher, a actriz Noémia Costa, e chegaram a vencer o Festival da Canção de Lisboa com o tema "Lisboa Nunca Esquece". 

 

Licínio França esteve casado com Noémia Costa mais de 20 anos. O casal, que tem uma filha, a também actriz Joana França, separou-se em 2007. 

30
Jan21

ROMARIA DO MEU CORAÇÃO - Braga e Porto

Os festejos de São João ganham toda uma nova dimensão a Norte e, em Braga, a tradição é cumprida com fé e verdadeiro fervor popular. A 23 de Junho começa a festa. Os bracarenses saem à rua para cumprirem tradições seculares que, dizem, remontam ao séc. XII. Nove séculos depois, a tradição continua a cumprir-se percorrendo as ruas da cidade com a típica animação minhota a empurrar as gentes noite adentro. 

 

No Porto, na Foz, anualmente cumpre-se o São Bartolomeu no domingo mais próximo do dia 24 de Agosto. As ruas da marginal portuense enchem-se de cor, num desfile de trajes de papel, uma espécie de roupa efémera que termina nas águas do Atlântico e assim se cumpre mais um banho santo, como é tradição nas festas de São Bartolomeu. 

 

30
Jan21

CINE TV: O Mistério da Estrada de Sintra (RTP2 - 23h05)

O Mistério da Estrada de Sintra

 

Ano: 2007

Realização: Jorge Paixão da Costa

 

Elenco: Ivo Canelas, António Pedro Cerdeira, Bruna di Tulio (Brasil), Rogério Samora, José Pedro Vasconcelos, Giselle Itié (Brasil), Flávio Galvão (Brasil), James Weber Brown (Reino Unido), Nicolau Breyner

 

Sinopse: Verão de 1870. Dois escritores, Eça de Queiroz e Ramalho Ortigão. Ramalho é raptado. O desafio está lançado: escrever um policial a quatro mãos para o "Diário de Notícias".

 

Será que a história que criaram como ficção é baseada num caso real? Esta é a pergunta que sustenta o conflito entre estes dois escritores e os afasta num duelo quase mortal entre Sintra e Malta. O folhetim avança e, com ele, ameaças, duelo, sexo e intrigas. Lisboa está em alvoroço. Todos se tomam pelo conde atraiçoado. Os crimes sucedem-se numa história onde o amor é mais forte do que a tradição, a intriga escapa às evidências e tudo corre freneticamente, como num jogo.

 

"O Mistério da Estrada de Sintra" desafia todas as convenções numa acutilante crítica de costumes à romântica sociedade portuguesa do séc. XIX.

 

30
Jan21

FINAL TAÇA LIBERTADORES: Palmeiras x Santos (Sport TV2 - 20h00)

Pode ser uma imagem de 1 pessoa e texto

 

Este sábado, disputa-se a final da Taça Libertadores, a mais importante competição do futebol sul-americano, entre os clubes brasileiros Palmeiras, treinado pelo português Abel Ferreira, e Santos.

 

Pelo segundo ano consecutivo, esta final terá um treinador português. Em Novembro de 2019, Jorge Jesus tornou-se o primeiro treinador português, e o segundo europeu, a vencer esta competição. O treinador luso levou o Flamengo à final 38 anos depois da última vez, onde tinha conquistado o único troféu até então. 

 

Agora há outro português a poder fazer história, desta vez à frente do Palmeiras, clube de São Paulo, que já disputou por quatro vezes esta final (1961, 1968, 1999 e 2000) tendo vencido apenas em 1999. Abel Ferreira, de 42 anos e natural de Penafiel, tem ainda uma curta carreira como treinador. Como jogador de futebol, fez a formação no clube da sua cidade, o Penafiel FC, onde começou a jogar como profissional em 1997. Três anos depois, transferiu-se para o Vitória de Guimarães, onde ficou até 2004, ano em que se mudou para o Sporting de Braga. Em 2006, foi para o Sporting, onde jogou até 2011, ano em que acabou a carreira de futebolista. 

 

Foi no ano em que terminou a carreira de futebolista que iniciou a de treinador, à frente da equipa sub-19 do Sporting, tendo em 2013/14 treinado a equipa B do clube leonino. De 2015 a 2017, treinou a equipa B do Sporting de Braga e, em seguida, assume a equipa principal do clube minhoto. O bom trabalho à frente dos arsenalistas faz despertar as atenções a nível internacional e, em 2019, Abel Ferreira muda-se para a Grécia para treinar o PAOK, onde ficou apenas uma temporada já que, em Outubro de 2020, os brasileiros do Palmeiras contrataram o técnico português.

 

Se Abel Ferreira vencer a Taça Libertadores, com o Palmeiras, conquista o seu primeiro troféu como treinador. 

 

A Final da Taça Libertadores disputa-se no Estádio do Maracanã, no Rio de Janeiro, Brasil, tem início às 20h00 e será transmitida pela Sport TV2.

 

FORÇA, ABEL FERREIRA!!!

 

30
Jan21

CONTA-ME - Júlio Magalhães (TVI - 14h40)

Júlio Magalhães no "Conta-me" com Maria Cerqueira Gomes

 

Este sábado, o jornalista Júlio Magalhães regressa à TVI para ser entrevistado por Maria Cerqueira Gomes no "Conta-me". Foi, durante vários anos, um dos principais rostos da Informação do canal e, recentemente, saiu do Porto Canal onde era director-geral. 

29
Jan21

A CAMINHO FESTIVAL CANÇÃO 2021: "Saudade" - Karetus + Romeu Bairos

Autor convidado: Karetus

Música e Letra: Karetus, Romeu Bairos

Intérprete: Karetus + Romeu Bairos

 

 

 

 

DJs e produtores, Carlos Silva e André Reis, naturais do Cacém (Sintra), são os protagonistas de Karetus. São ambos apaixonados pela música electrónica e ambicionam trabalhar no sentido de a transportar para aquilo que chamam de fullflavour, uma ideia que não liga a estilos ou ritmos e cujo principal objectivo é o de, simplesmente, procurar fazer e tocar boa música. Autores de um espectáculo intenso apostam em sets personalizados, que executam munidos de um software especializado. Contam já milhões de visualizações no YouTube e somam centenas de milhares de seguidores nas redes sociais. A sua discografia conta com lançamentos desde 2012, ano em que apresentaram o single "Dance No More", com a cantora Sue Cho, e o EP "Entrudo", seguindo-se logo em 2013 o EP "Rave On". A obra em disco integra também o álbum "Piñata", editado em 2015, no qual colaboravam nomes como os de Agir, Riot ou Pongo Love. Depois foram lançando diversos singles digitais, entre os quais "Burra", "El Tridente", "Basketball", "Welelele" e "Suruba", todos eles editados em 2020. 

 

 

Romeu Bairos é um músico nascido nas Furnas, ilha de São Miguel, nos Açores. Desde a sua infância esteve ligado à música tradicional e às bandas filarmónicas locais, onde tocava clarinete. Foi aluno do Conservatório Regional de Ponta Delgada e, anos mais tarde, do JB Jazz Clube.  Em 2019 lançou o seu primeiro EP, intitulado "Cavalo Dado". Em 2021, junta-se em palco com os Karetus naquela que será a sua estreia no Festival da Canção, com a canção "Saudade".

29
Jan21

NOVO ÁLBUM: "Drawing Circles" - Chão Maior

 

Chão Maior é vasto e expansivo como os seis membros que o formam. Yaw Tembe, Norberto Lobo, Leonor Arnaut, Ricardo Martins, João Almeida e Yuri Antunes, virtuosos músicos de diferentes contextos, juntam-se e o resultado é uma saudável osmose que acrescenta a cada um e nada subtrai à equação total. O que encontramos em Drawing Circles, primeiro álbum da formação, revela-se o equilíbrio perfeito entre os músicos que, de uma forma transparente, constroem um espaço de comunhão onde a composição e a improvisação co-habitam. Gravado no Convento de São Francisco, em Montemor-o-Novo, este disco mostra-se uma composição feita de fragmentos que acabam por se tornar círculos, como o título o indica. Aqui, a música desconstrói-se livremente nas suas várias camadas. Os seis temas, todos eles intitulados de "Círculo" ou "Passo", transcrevem, através dos dois trompetes, do trombone, da voz, da guitarra e da bateria, os diálogos entre os diferentes membros numa tela que se apresenta circular. Drawing Circles traduz assim a paisagem sonora do jazz, do rock e das bandas de marcha, que ganha agora forma num disco com o selo Revolve.

 

Concertos de Apresentação (sujeitos a alteração):

13 Fevereiro - gnration (Braga)
19 Fevereiro - Culturgest (Lisboa)

 

29
Jan21

TREZES - O Tesouro (RTP1 - 22h55)

O Tesouro

 

Autoria: Eça de Queiroz

Realização: Carlos Coelho da Silva

Produção: Marginal Filmes

 

Elenco: Rui Luís Brás, Ivo Alexandre, José Condessa, Carolina Amaral, Salvador Nery, Carla Salgueiro, Francisco Sousa, Teresa Saldanha

 

Sinopse: Adaptação cinematográfica do conto homónimo de Eça de Queiroz.

 

Já nada resta da antiga opulência de Afonso (Rui Luís Brás), Egas (José Condessa) e Gualdim (Ivo Alexandre), três irmãos nobres cuja fortuna foi perdida poucos anos antes, graças aos fulgores veniais de Gualdim e ao vício do jogo de Egas. A viverem em Paço de Medranhos, propriedade apalaçada e de belo traço que mal deixa perceber hoje o luxo dos tempos idos, mal vão sobrevivendo. A jovem criada destes irmãos, de seu nome Rosa (Carolina Amaral), está prestes a perder a paciência pela remuneração que há muito não lhe chega à mão e decide segui-los quando se embrenham no bosque, acabando por observá-los quando tomam posse de um cofre com uma fortuna em dobrões de ouro. Mas esta fortuna irá trazer a desgraça à família.

 

O conto O Tesouro integra a obra Contos, publicada postumamente em 1902.

 

 

"Trezes" é um projecto inédito, com a chancela RTP e Marginal Filmes, que reúne autores, contos e realizadores nacionais num formato diferenciador, o Telefilme. Todas as semanas teremos o olhar de um realizador sobre um conto da nossa literatura interpretado pelos melhores actores nacionais, num total de 13 telefilmes. Uma visão cinematográfica de grandes realizadores contemporâneos de alguns dos contos da nossa literatura, numa valorização do nosso património literário e cultural.

 

Eça de Queiroz - Bertrand Livreiros - livraria Online    Wook.pt - Contos

 

Eça de Queiroz nasceu a 25 de Novembro de 1845, na Póvoa de Varzim, e é considerado um dos maiores romancistas de toda a Literatura Portuguesa, o primeiro e principal escritor realista português, renovador profundo e perspicaz da nossa prosa literária. Entrou para o Curso de Direito em 1861, em Coimbra, onde conviveu com muitos dos futuros representantes da Geração de 70. Terminado o curso, fundou o jornal O Distrito de Évora, em 1866, órgão no qual iniciou a sua experiência jornalística. Em 1871, proferiu a conferência «O Realismo como nova expressão da Arte», integrada nas Conferências do Casino Lisbonense e produto da evolução estética que o encaminha no sentido do Realismo-Naturalismo de Flaubert e Zola. No mesmo ano iniciou, com Ramalho Ortigão, a publicação de As Farpas, crónicas satíricas de inquérito à vida portuguesa. Em 1872 iniciou a sua carreira diplomática, ao longo da qual ocupou o cargo de cônsul em Havana, Newcastle, Bristol e Paris. Foi, pois, com o distanciamento crítico que a experiência de vida no estrangeiro lhe permitiu, que concebeu a maior parte da sua obra romanesca, consagrada à crítica da vida social portuguesa, e de onde se destacam O Primo BasílioO Crime do Padre AmaroA Relíquia, A Cidade e as Serras e Os Maias, este último considerado a sua obra-prima. Morreu a 16 de Agosto de 1900, em Paris. Em 1902, alguns dos seus contos foram reunidos num só volume, publicado postumamente. 

 

 

 

Carlos Coelho da Silva

 

Carlos Coelho da Silva nasceu em 1964. Estudou Media Arts, Film and Video Production and Directing na New Jersey City University, nos EUA. Realizador de ficção, entretenimento, 3D e publicidade. Realizou os filmes O Crime do Padre Amaro, Uma Aventura na Casa Assombrada Amália, entre outros. Foi assessor da direcção de programas da SIC, nas áreas de ficção/entretenimento, e supervisor de produções externas, de 2002 a 2005; foi director de conteúdos da Valentim de Carvalho Filmes, de 2007 a 2010. Leccionou sobre Televisão e Cinema na Escola Superior de Comunicação Social.

 

Filmografia:

O Tesouro (telefilme, RTP1; 2021)

Uma Aventura na Casa Assombrada (2009)

Amália - O Filme (2008)

O Crime do Padre Amaro (2005)

Uma Aventura (série, SIC; 2000-2004)

O Jogo (novela, SIC; 2003)

Não Há Pai (série, SIC; 2002/3)

Nós, os Ricos (série, RTP1; 1999)

Telhados de Vidro (novela, TVI; 1993)

Pág. 1/13

Mais sobre mim

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2020
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2019
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2018
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2017
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2016
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2015
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2014
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2013
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2012
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2011
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2010
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
Em destaque no SAPO Blogs
pub