Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

alma-lusa

alma-lusa

02
Out20

NOVO ÁLBUM: "Meia Riba Kalxa" - Tristany

MEIA RIBA KALXA” de Tristany é um relato de auto-descoberta confessional –  Comunidade Cultura e Arte

 

Tristany é João Pascoal, natural de Mem Martins (Sintra), filho de mãe portuguesa e pai angolano, o músico Firmino Pascoal. Nome conhecido da cena hip-hop da Linha de Sintra, Tristany lança agora o seu primeiro álbum a solo, "Meia Riba Kalxa", onde encontramos diferentes sons e influências, do hip-hop ao funaná, passando pelo fado, kuduro e indie rock.

 

02
Out20

LETRAS LUSAS: "De Quase Nada a Quase Rei - Biografia de Sebastião José Carvalho e Melo, Marquês de Pombal", de Pedro Sena-Lino

De Quase Nada a Quase Rei - Biografia de Sebastião José de Carvalho e Melo  - Pedro Sena-Lino, Rui Tavares - Compra Livros na Fnac.pt

 

Editora: Contraponto Editores

 

Sinopse: A mais completa e rigorosa abordagem à vida e obra de uma das figuras mais carismáticas e controversas da História de Portugal.

Quem foi Sebastião José de Carvalho e Melo até alcançar o poder total? E o que fez depois, e efectivamente, com esse poder?

Com base numa exaustiva pesquisa e na leitura rigorosa das cartas escritas e recebidas por Sebastião José de Carvalho e Melo, Pedro Sena-Lino apresenta-nos o biografado através da voz do próprio. Assente em provas documentais, e apenas se permitindo uma via dedutiva quando os testemunhos se mostram menos abundantes, este livro demonstra como a relação de um líder consigo mesmo pode ter transformado medos próprios em fantasmas nacionais, muitos deles ainda presentes e actuantes nos dias de hoje.

Esta biografia dá conta da misteriosa forma como, no início da sua vida pública, aquele que viria a ser conhecido como Marquês de Pombal vê conjugar-se um improvável conjunto de factores que permitem a um lavrador forçado a nascer de socalcos e xisto, a um homem sem experiência relevante, uma impressionante escalada social e política, da Real Academia das Ciências, passando pelas embaixadas em Londres e Viena, até chegar à liderança do governo da Nação.

Em De Quase Nada a Quase Rei, conhece-se um homem que, dono de uma psique sedenta de vingança, triunfou ferindo. Sebastião José é o nome do político que reformou a educação, o sistema fiscal e a Lisboa pós-terramoto, mas também do homem que, tendo escapado a uma tentativa de assassinato, a transformou num atentado à vida do próprio rei e se vingou nos Távoras e dizimou os jesuítas. Um belo e rigoroso estudo dos subterrâneos da alma humana, um retrato da ambição, do ressentimento, da frieza, do calculismo e de outras características que enformam os grandes ditadores.

 

Pedro Sena-Lino - WOOK

 

Pedro Sena-Lino nasceu em Lisboa, em 1977, mas cresceu em Paço d'Arcos (Oeiras), à sombra do palácio do Marquês de Pombal. É poeta e ficcionista. Fundou e dirigiu a Companhia do Eu (2005-2013), uma escola de escrita criativa. Doutorou-se em Literatura Portuguesa do Século XVII na Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa. É professor assistente na Universidade de Gent (Bélgica) e vive em Bruxelas. Está a trabalhar no seu terceiro romance e numa segunda biografia de uma personagem portuguesa do século XVIII. Ainda escreve cartas.

 

02
Out20

ESTREIA TV: Eléctrico - T2 (RTP1 - 23h50)

Eléctrico

 

A música portuguesa frente-a-frente no palco da RTP, na segunda temporada do programa "Eléctrico".

 

Uma parceria entre a RTP1 e a Antena 3 que nos traz alguns dos maiores valores da música nacional. Música ao vivo e conversa guiada por Henrique Amaro e Vanessa Augusto, num programa onde duas bandas estão frente-a-frente. O alinhamento artístico pretende juntar vários géneros musicais, gerações de músicos e, ao mesmo tempo, trazer-nos complementaridade e afinidades entre todos.


Por aqui irão passar nomes como: Carlão, Fogo Fogo, Plutónio, Richie Campbell, Lena d'Água, Capicua, The Gift, Noiserv, Salvador Sobral, Luísa Sobral, Grognation, Regula, Rita Redshoes, Três Tristes Tigres, Ana Moura, Camané, Márcia, Tiago Bettencourt, HMB, Carolina Deslandes, Moullinex, Rodrigo Leão, Mão Morta, Moonspell, Orelha Negra, Gisela João, Miguel Araújo, Benjamim, Tim, Miguel Ângelo, GNR, Cais Sodré Funk Connection, Clã, Manel Cruz, The Legendary Tigerman, Marta Ren & The Groovelvets, Branko, Julinho KSD e os angolanos Bonga e Paulo Flores.

 

No primeiro frente-a-frente escutamos a voz e o talento de Clã e Manel Cruz. São artistas onde o dom da palavra é a alma das canções. São amigos, vêm do distrito do Porto e já colaboraram juntos. No Eléctrico, Manel Cruz traz momentos inéditos e os Clã um novo disco, editado em pleno período de isolamento.

Sextas, às 23h50, na RTP1.

 

Clã e Manuel Cruz

 

 

02
Out20

DOC TV: Antecâmara (TVCine Edition - 22h00)

Antecâmara - Doclisboa 2018

 

 

Realização: Jorge Cramez

 

Sinopse: Montado com imagens gravadas em video assist, "Antecâmara" é sobre o "acto" de filmar, a realidade física e a energia ritual de duas equipas de cinema durante a preparação da rodagem de um plano. A primeira regra para um video assist é que a imagem que lá se vê seja mais interessante do que o que se possa ver cá fora. Nada é casual. Ele ajuda a ver previamente o plano, a organizar o espaço, a compor as cenas, a movimentar os actores, a construir a luz. E dá-lhes significado segundo a utilização que se faça da câmara. É o espaço-tempo anterior ao plano, onde este se desenha para ser filmado.

 

 

01
Out20

CINE ESTREIA: "O Ano da Morte de Ricardo Reis", de João Botelho

 

Realização: João Botelho

Argumento: João Botelho (a partir da obra literária homónima de José Saramago)

Direcção Fotografia: João Ribeiro

Música: Daniel Bernardes 

Produção: Ar de Filmes (Alexandre Oliveira)

 

Elenco: Luís Lima Barreto, Chico Diaz (Brasil), Catarina Wallenstein, Victoria Guerra, Hugo Mestre Amaro, João Barbosa, Rui Morrison, Luísa Cruz, Dinarte Branco, Marcello Urgeghe, Pedro Lacerda, Márcia Breia, Luís Lucas, Ricardo Aibéo, Cláudio da Silva, Paulo Filipe, José Martins, Hugo Silva, Dinis Gomes, Gustavo Vargas, André Gomes, Francisco Vistas, Mário Sabino Sousa, Solange Santos, Rafael Fonseca, Francisco Tavares

 

Sinopse: Fernando Pessoa, um dos maiores escritores da Língua Portuguesa, estabeleceu um gigantesco universo paralelo criando uma série de heterónimos para sobreviver à sua solidão de génio. José Saramago, Prémio Nobel da Literatura em 1998, fez regressar o heterónimo Ricardo Reis a Portugal, ao fim de 16 anos de exílio no Brasil.

 

1936 é o ano de todos os perigos, do fascismo de Mussolini, do Nazismo de Hitler, da terrível guerra civil espanhola e do Estado Novo em Portugal, de Salazar. Fernando Pessoa (Luís Lima Barreto), o criador, encontra Ricardo Reis (Chico Diaz), a criatura. Duas mulheres, Lídia (Catarina Wallenstein) e Marcenda (Victoria Guerra) são as paixões carnais e impossíveis de Ricardo Reis. "Vida e Morte é tudo um" permite a literatura e o cinema também. Realismo fantástico.

 

 

 

U. Porto - Antigos Estudantes Ilustres da Universidade do Porto: João  Botelho

 

João Botelho nasceu a 11 de Maio de 1949, em Lamego. Frequentou a Escola de Cinema do Conservatório Nacional e o Curso Superior de Engenharia Mecânica na Universidade de Coimbra. Cineclubista, no Porto e em Coimbra (onde dirigiu o CITAC - Círculo de Iniciação Teatral da Academia de Coimbra). Foi crítico de cinema em várias publicações, como a Gazeta da Semana ou a revista M (de que foi fundador). Inicia-se na realização com 2 curtas-metragens para a RTP e o documentário de longa-metragem "Os Bonecos de Santo Aleixo" para a cooperativa Paz dos Reis. Teve filmes premiados nos festivais de Figueira da Foz, Antuérpia, Rio de Janeiro, Veneza, Berlim, Salsomaggiore, Pesaro, Belfort, Cartagena, etc. Distinguido por duas vezes com o prémio da OCIC, da Casa da Imprensa e dos Sete de Ouro. Todas as longas-metragens tiveram exibição comercial em Portugal, quase todas em França e algumas em Inglaterra, na Alemanha, em Itália, em Espanha e no Japão. Teve retrospectivas integrais em Bergamo (1996), com edição de uma monografia sobre a obra em La Rochelle (1998) e na Cinemateca de Luxemburgo (2002). Distinguido com a Comenda da Ordem do Infante, de Mérito Cultural (2005). Nos últimos anos, João Botelho tem adaptado para o cinema vários clássicos da literatura portuguesa, como "A Corte do Norte", de Agustina Bessa-Luís; "Livro do Desassossego" de Fernando Pessoa/Bernardo Soares; "Os Maias", de Eça de Queiroz; "Peregrinação", de Fernão Mendes Pinto"; e "A Morte de Ricardo Reis", de José Saramago, a sua mais recente longa-metragem. 

 

Filmografia:

O Ano da Morte de Ricardo Reis (2020)

Peregrinação (2017)

O Cinema, Manoel de Oliveira e Eu (documentário, 2016)

Quatro (documentário, 2016)

Nos campos em volta (curta-metragem documental, 2015)

A Arte da Luz tem 20.000 anos (documentário, 2014)

Os Maias - Cenas da Vida Romântica (2014)

Bravo Som dos Tambores (curta-metragem documental, 2012)

La Valse (curta-metragem, 2012)

Enquanto esta Língua for Cantada (documentário, 2012)

Filme do Desassossego (2010)

Oh Lisboa, Meu Lar (curta-metragem documental, 2010)

Para que este Mundo não Acabe! (documentário, 2009)

A Corte do Norte (2008)

A Terra Antes do Céu (documentário, 2007)

Corrupção (2007)

A Baleia Branca - Uma Ideia de Deus (telefilme documental, 2007)

Avé Maria (curta-metragem, 2006)

A Luz na Ria Formosa (2005)

O Fatalista (2005)

A Mulher que acreditava ser Presidente dos EUA (2003)

Viagem ao Coração do Douro, a Terra onde Nasci (curta-metragem documental, 2002)

Quem és tu? (2001)

Se a memória existe (curta-metragem, 1999)

Tráfico (1998)

Érase unha vez en Compostela (curta-metragem documental, 1997)

Três Palmeiras (1994)

Aqui na Terra (1993)

No Dia dos Meus Anos (1992)

Tempos Difíceis (1988)

Um Adeus Português (1986)

Conversa Acabada (1981)

Alexandre e Rosa (curta-metragem, 1978)

O Alto do Cobre (1976)

Um Projecto de Educação Popular (documentário, 1976)

 

José Saramago - Portal da Literatura 

 

José Saramago nasceu em 1922, na aldeia da Azinhaga, concelho da Golegã, no Ribatejo. Autor de mais de 40 títulos, em 1947 publicou o seu primeiro livro que intitulou A Viúva, mas que, por razões editoriais, viria a sair com o título de Terra do Pecado. Seis anos depois, em 1953, terminaria o romance Claraboia, publicado apenas após a sua morte. No final dos anos 50, tornou-se responsável pela produção na Editorial Estúdios Cor, função que conjugaria com a de tradutor, a partir de 1955, e de crítico literário. Regressa à escrita em 1966 com Os Poemas Possíveis. Em 1971, assumiu funções de editorialista no Diário de Lisboa e, em Abril de 1975, é nomeado director-adjunto do Diário de Notícias. No princípio de 1976, instala-se no Lavre (Montemor-o-Novo) para documentar o seu projecto de escrever sobre os camponeses sem terra. Assim nasceu o romance Levantado do Chão e o modo de narrar que caracteriza a sua ficção novelesca. Até 2010, ano da sua morte, a 18 de Junho, na ilha espanhola de Lanzarote, José Saramago construiu uma obra incontornável na literatura portuguesa e universal, com títulos que vão de Memorial do Convento a Caim, passando por O Ano da Morte de Ricardo ReisO Evangelho segundo Jesus CristoEnsaio sobre a CegueiraTodos os Nomes ou A Viagem do Elefante, obras traduzidas em todo o mundo. No ano de 2007, foi criada em Lisboa uma Fundação com o seu nome, que trabalha pela difusão da literatura, pela defesa dos direitos humanos e do meio ambiente, tomando como documento orientador a Declaração Universal dos Direitos Humanos. Desde 2012 a Fundação José Saramago tem a sua sede na Casa dos Bicos, em Lisboa. José Saramago recebeu o Prémio Camões em 1995 e o Prémio Nobel de Literatura em 1998.

 

 

01
Out20

TV: 70 Voltas ao Sol - Jorge Palma (RTP1 - 22h25)

70 Voltas ao Sol - Jorge Palma

 

Concerto de celebração dos 70 anos de Jorge Palma, que teve lugar no Castelo de São Jorge, no âmbito da iniciativa "Lisboa na Rua", da Câmara Municipal de Lisboa/EGEAC. O músico juntou-se a uma orquestra de câmara dirigida pelo maestro Cesário Costa, interpretando vários momentos marcantes de uma carreira a solo com mais de 45 anos e dando vida aos arranjos feitos pelos compositores e pianistas Filipe Melo e Filipe Raposo. A Jorge Palma, juntou-se ainda neste concerto Cristina Branco, com quem cantou, em dueto, "Estrela do Mar".

 

01
Out20

LIGA EUROPA: Sporting x Lask Linz (Sport TV1 - 20h00)

 

Esta quinta-feira, o Sporting Clube de Portugal disputa o play-off de acesso à fase de grupos da Liga Europa frente aos austríacos do Lask Linz.

 

O jogo Sporting x Lask Linz disputa-se no Estádio José de Alvalade, em Lisboa, tem início às 20h00 e será transmitido pela Sport TV1.

 

FORÇA, SPORTING!!!

01
Out20

LIGA EUROPA: Rio Ave x Milan (Sport TV2 - 20h00)

 

Esta quinta-feira, o Rio Ave Futebol Clube disputa o play-off de acesso à fase de grupos da Liga Europa frente aos italianos do AC Milan, onde joga o português Rafael Leão.

 

O jogo Rio Ave x Milan disputa-se no Estádio do Rio Ave FC, em Vila do Conde, tem início às 20h00 e será transmitido pela Sport TV2.

 

FORÇA, RIO AVE!!!

 

Portugal's Rafael Leão speaks “great pride” to play for Milan, praises  Zlatan influence

Rafael Leão (Milan)

 

Pág. 14/14

Mais sobre mim

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2024
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2023
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2022
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2021
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2020
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2019
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2018
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2017
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2016
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2015
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2014
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2013
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2012
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2011
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D
  183. 2010
  184. J
  185. F
  186. M
  187. A
  188. M
  189. J
  190. J
  191. A
  192. S
  193. O
  194. N
  195. D
Em destaque no SAPO Blogs
pub