Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

alma-lusa

alma-lusa

31
Jul20

ESTREIA TV: Ruth - versão série (HBO Portugal - disponível a partir 31 Julho)

Resultado de imagem para RUTH FILME

 

Realização: António Pinhão Botelho

Argumento: Leonor Pinhão

Banda Sonora Original: The Legendary Tigerman (Paulo Furtado)

Produção: Leopardo Filmes (Paulo Branco)

Locais de rodagem: Lisboa, Alcochete, Moçambique

 

Elenco: Igor Regalla, Álvaro Correia, António Nipita (Moçambique), António Simão, Dinis Gomes, Fernando Luís, José Raposo, Josefina Massango (Moçambique), Luís Lucas, Marcello Urgeghe, Miguel Borges, Vítor Norte, Afonso Lagarto, Almeno Gonçalves, Ana Bustorff, André Gago, André Gomes, Bruna Quintas, Bruno Cabrerizo (Brasil), Buanamade Amad (Moçambique), Filipe Crawford, Filipe Vargas, Francisco Tavares, Henrique Feist, Hugo Mestre Amaro, Ivo Alexandre, JP Simões, João Aragão, João Cabral, Lídia Franco, Marco Delgado, Maria Emília Correia, Maria João Pinho, Mauro Hermínio, Miguel Monteiro, Miguel Nunes, Paulo Duarte Ribeiro, Paulo Furtado, Paulo Pinto, Pedro Inês, Rui Melo, Rui Morisson, Shaquille Adamugy (Moçambique), Suzana Borges, Teresa Madruga, Anabela Moreira, Evandro Gomes, Francis Selleck, Francisco Pessoa Júnior (Brasil), Gonçalo Cabral, Guilherme Gomes, José Eduardo, José Manuel Mendes, José Neto, Maria Atália (Moçambique), Marina Albuquerque, Miguel Bogalho, Miguel Rocha, Nuno Feist, Pedro Andrade, Pedro Carraca, Pedro Ferreira, Pedro Lacerda, Sérgio Moura Afonso, Tiago Sarmento, Artur Dinis, Carolina Brandão, Eduardo Jordão, Anabela Faustino, Andreia Bento, Erica Rodrigues, Euclides Guiliche (Moçambique), Flora Inês (Moçambique), Leonor Cabral, João Barbosa, Mário Castanheira, Miguel Faustino, Tiago Abelho, Shelsio (Moçambique), Gonçalo de Morais, Melanie de Vales Rafael (Moçambique), António Vicente, Mário Wang, César Passinhas, David Neto, José Augusto, Milan Danao, Francisco Correia

 

Sinopse: "Ruth" é um retrato da sociedade portuguesa metropolitana e ultramarina no início da década de 60. Portugal foi o último império colonial a colapsar. É também a história de um mito do futebol, em todo o mundo: Eusébio.

 

No pior ano do regime fascista português, 1960, um jovem futebolista africano de Moçambique chega a Lisboa e é apanhado no meio da maior rivalidade clubística do país. Atleta predestinado do Sporting Clube de Lourenço Marques, vê-se cobiçado e contratado pelo clube rival, o Benfica. Enquanto os ventos da mudança começam a soprar através da guerra, pirataria e outros acontecimentos históricos, Eusébio da Silva Ferreira começa o seu difícil trajecto. Chantagem, tentativas de rapto, envolvimento de ministros, delírio nos jornais e promessas milionárias fazem da história da transferência do futebolista - um miúdo que nunca ninguém vira jogar - uma saga desenrolada em dois continentes. Termina quando a lenda começa: com a estreia de Eusébio na Luz.

 

O filme "Ruth" estreou nas salas de cinema nacionais em 2018. A partir desta sexta-feira, 31 de Julho, a HBO Portugal disponibiliza a versão mini-série de 2 episódios.

 

 

EUSEBIO 2.jpg

 

Eusébio da Silva Ferreira nasceu a 25 de Janeiro de 1942, em Lourenço Marques (actual Maputo), capital de Moçambique, antiga colónia portuguesa. Começou a jogar futebol no Sporting de Lourenço Marques e, em 1960, vem para Lisboa, para o Sport Lisboa e Benfica, onde inicia uma carreira gloriosa, que o tornará num dos melhores futebolistas mundiais de sempre. É o melhor marcador de sempre do Benfica, onde ganhou 11 Campeonatos Nacionais, 5 Taças de Portugal e 1 Taça dos Campeões Europeus. Ganhou a Bola de Ouro de Melhor Jogador Europeu, em 1965, e a Bota de Ouro (melhor marcador europeu) em 1968 e 1973. Com a Selecção Nacional Portuguesa, chegou ao 3º lugar do Mundial de 1966, sendo o melhor marcador da competição. Eusébio, o "Pantera Negra", o "King", faleceu a 5 de Janeiro de 2014, aos 71 anos. 

 

30
Jul20

CINE ESTREIA: "Zé Pedro Rock 'n' Roll", de Diogo Varela Silva

 

Realização: Diogo Varela Silva

Direcção Fotografia: Guilherme Daniel

Produção: Hot Chilli Films (Diogo Varela Silva)

 

Com: Alexandre Cortez, António Reis Colaço, Cristina Avides Moreira, Donny Bettencourt, Gui, Helena Santos Reis, Henrique Amaro, João Cabeleira, João Reis Santos, João Santos "Pita", Jorge Barata, Jorge Palma, Kabeca, Kalú, Laura Reis Colaço, Luís Sambado, Luís Varatojo, Maria Reis Rocha, Maria João Santos Reis, Mariana Reis Colaço, Marta Reis Santos, Miguel Quintão, Miguel Reis Santos, Nuno Santos Reis, Paulo Franco, Paula Santos Reis, Patrícia Santos Reis, Pedro Monteiro, Pedro Ramos, Pedro Reis Colaço, Rita Reis Colaço, Samuel Palitos, Tim, Tó Trips

 

Sinopse: Zé Pedro (1956 - 2017), o lendário guitarrista dos Xutos & Pontapés, é a maior figura do rock 'n' roll português, tendo sido o seu grande impulsionador, não só enquanto guitarrista fundador da maior banda nacional de sempre, mas também através da divulgação do género como crítico de música, radialista e dono do Johnny Guitar, mítico clube lisboeta e sala de concertos, onde tantas e tantas bandas deram os primeiros passos.

 

Prémios: Prémio do Público no DocLisboa 2019

Prémio jornal Público para Melhor Filme Português no DocLisboa 2019

 

 

Diogo Varela Silva - IMDb

 

Diogo Varela Silva nasceu em Lisboa, em 1971, numa família de artistas: é neto do actor Varela Silva e da fadista Celeste Rodrigues e sobrinho-neto de Amália Rodrigues. É ainda pai de Gaspar Varela, uma das maiores revelações da guitarra portuguesa. Licenciado em Cinema, Produção Cinematográfica pela Escola Superior de Teatro e Cinema, é realizador, director de fotografia e produtor, tendo fundado a produtora Hot Chilli Films. Realizou vários documentários relacionados com o fado, como "Fado Celeste" e "Celeste", sobre a sua avó, "Fernando Maurício - O Rei Sem Coroa" ou "O Fado da Bia", sobre Beatriz da Conceição. 

 

Filmografia: 

Zé Pedro Rock 'n' Roll (doc., 2020)

Celeste (doc., 2015)

Poeta en si Mayor (doc., 2012)

O Fado da Bia (doc., 2012)

Fernando Maurício - O Rei Sem Coroa (doc., 2011)

A Minha Rua (curta-metragem doc., 2010)

Fado Celeste (doc., 2010)

Poema (curta-metragem, 2007)

 

30
Jul20

CINE ESTREIA: "Judy & Punch - Amor e Vingança" c/ Catarina Mil-Homens

 

País: Austrália

Realização e Argumento: Mirrah Foulkes

 

Elenco: Mia Wasikowska, Damon Herriman, Tom Budge, Benedict Hardie, Gillian Jones, Terry Norris, Brenda Palmer, Lucy Velik, Catarina Mil-Homens (Portugal)

 

Sinopse: Na anárquica cidade de Seaside, os marionetistas Judy e Punch tentam revitalizar o seu espectáculo de marionetas. O espectáculo torna-se um sucesso graças à elevada mestria de Judy, enquanto manipuladora de marionetas, mas a desmedida ambição de Punch e a sua propensão para abusar do whisky acabam por provocar uma inevitável tragédia, da qual Judy procurará vingar-se.

 

 

O filme australiano "Judy & Punch - Amor e Vingança" tem no elenco a actriz e artista plástica portuguesa Catarina Mil-Homens, no papel de "Ede".

 

catarina mil homens.jpg

 

Catarina Mil-Homens, nascida em 1979, estreou-se como actriz na telenovela "Tudo por Amor", exibida na TVI em 2002/3. Depois disso, teve algumas participações em séries como "Inspector Max" (TVI), "Liberdade 21" (RTP1) e "Portal do Tempo" (TVI). Licenciada em Pintura pela Faculdade de Belas-Artes de Lisboa, foi viver para Melbourne, na Austrália, onde concluiu o mestrado de investigação em Artes Visuais na Victorian College of the Arts - The University of Melbourne. Catarina Mil-Homens continua a viver em Melbourne, onde trabalha como artista plástica e onde voltou a representar.

 

30
Jul20

TV: No Tempo das Cerejas (RTP1 - 22h45)

No Tempo das Cerejas

 

Concerto de encerramento das Festas de Lisboa no Castelo de São Jorge, no âmbito das Comemorações dos 100 anos do nascimento de Amália Rodrigues, com a participação da Orquestra Metropolitana de Lisboa, dirigida pelo Maestro Rui Pinheiro, com Ana Moura, Camané e Ricardo Ribeiro.


São convidados Mário Laginha (piano), Ricardo Toscano (saxofone) e Gaspar Varela (guitarra portuguesa). Participam o trio de fado José Manuel Neto (guitarra portuguesa), Pedro Soares (viola) e Didi (baixo).

 

30
Jul20

GRANDE REPORTAGEM - Entrada de Artistas (Jornal da Noite, SIC - 20h00)

 
 
Entre Novembro e Março, uma equipa de reportagem da SIC esteve nos bastidores do Teatro Maria Vitória, em Lisboa. Três dias depois da última filmagem, a revista saía de cena. O país fechava. 
 
 
O Teatro Maria Vitória é o mais emblemático teatro de revista à portuguesa. E é um sobrevivente. Resistiu ao incêndio do edifício, ao declínio do Parque Mayer e à crise económica. Ao longo de meses, a Grande Reportagem acompanhou a vida nos bastidores e documentou os últimos dias antes do Estado de Emergência. Conseguirá o Maria Vitória, o sobrevivente do Parque Mayer, sobreviver à pandemia? "Entrada de Artistas" para ver, esta noite, no Jornal da Noite da SIC.
 
29
Jul20

MINI LETRAS LUSAS: "Mistério no Quartel dos Bombeiros", de Ana Valente e Isabel Moiçó

Mistério no Quartel dos Bombeiros, Isabel Moiçó - Bertrand Editora

 

Texto: Ana Valente e Isabel Moiçó

Ilustrações: Paulo Silva

Editora: Bertrand Editora

 

Sinopse: As sirenes ouvem-se mais uma vez. Os carros dos bombeiros avançam a toda a velocidade. João e Sherlock percebem que têm de actuar. Um Verão quente, fogos para apagar e mistérios para resolver. Será que o João e a Rita conseguem? Os bombeiros vão ter, este Verão, uma ajuda especial. Há novas aventuras do Jossauro e da Sherlock. Não queres perder, pois não?


Destemidos e atentos, o João e a Rita vão ajudar os bombeiros a resolver um mistério num Verão quente e com muitos fogos. Será que apanham o criminoso? As férias de Verão na terra do primo do João são sempre uma grande aventura. A Sherlock ajuda a desvendar mais um mistério. Os bombeiros precisam de ajuda dos heróis do momento!


Os mistérios e as aventuras continuam. Será que os amigos conseguem saber quem está a complicar a vida aos bombeiros?

 

"Mistério no Quartel dos Bombeiros" é o segundo volume da colecção infanto-juvenil Mistérios e Aventuras

 

Equipa TVI24 - Os vídeos de | TVI24

 

Ana Valente nasceu em Alcobaça, onde o gosto pela escrita e pelas leituras começaram. É licenciada em Sociologia. Tem uma pós-graduação em Ciências da Comunicação e fez do jornalismo a primeira profissão, na redacção da TVI, onde trabalhou onze anos. Hoje, o dia-a-dia é comunicar e contar outras histórias. No projecto Mistérios e Aventuras, os sobrinhos são a inspiração.

 

Equipa TVI24 - Isabel Moiçó | TVI24

 

Isabel Moiçó nasceu em Lisboa e, em pequena, a família já costumava dizer que "devorava livros". Cresceu, casou e teve dois filhos, a quem passou o gosto pela leitura. É licenciada em Antropologia e pós-graduada em Comunicação da Saúde. As histórias da infância deram lugar a outras bem reais: desde 1993 que as conta em reportagens diárias na TVI, onde trabalha como jornalista.

Pág. 1/10

Mais sobre mim

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2017
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2016
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2015
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2014
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2013
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2012
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2011
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2010
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D