Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

alma-lusa

alma-lusa

15
Ago19

LETRAS LUSAS: "Encontros e Encontrões de Portugal no Mundo", de Leonídio Paulo Ferreira

Resultado de imagem para encontros e encontroes de portugal mundo

 

Editora: Desassossego

 

Sinopse: O que têm em comum Pêro da Covilhã, Catarina de Bragança, Eça de Queiroz, Maria Ramos, Annie Silva Pais ou Carlos Queiroz? Serem portugueses e terem andado pelo mundo fora, uns simbolizando encontros de culturas, outros dando verdadeiros encontrões, daí o nome deste livro. A escolha destes portugueses foi quase fruto do acaso: o autor cruzou-se com um artigo curioso num diário estrangeiro, ou com o comentário de um embaixador, conversou com outro jornalista, viu um poster na parede de um restaurante ou visitou umas ruínas esquecidas. 



Sempre em jeito de crónica, vamos descobrir como os portugueses (e não só na era das Descobertas) sempre gostaram de andar pelo mundo e dar-se com gentes de outras paragens. E portugueses, neste livro, são todos aqueles de cultura portuguesa, sejam um santo católico nascido em Goa ou um marinheiro das Caraíbas filho de um português e uma angolana. Vamos então levantar âncora e dar uma volta ao mundo!

 

Resultado de imagem para leonídio paulo ferreira

 

Leonídio Paulo Ferreira é subdirector do Diário de Notícias, onde começou como estagiário em 1992, na secção Internacional. Fez reportagens em várias regiões do mundo. Licenciado em Comunicação Social e mestre em Estudos Americanos, está a concluir um doutoramento em História, mas é como jornalista do DN que se apresenta sempre, até na escrita deste livro.

15
Ago19

MINI LETRAS LUSAS: "O Agosto que Nunca Esqueci", de António Mota

O Agosto que Nunca Esqueci

 

Editora: Edições ASA

 

Sinopse: Este livro é um retrato da emigração portuguesa dos anos 60. Agosto na aldeia é tempo de casamentos e romarias. E tempo de revelações, tempo de surpresas que nem todos receberão bem, mas também tempo de reparar os afectos que se julgavam perdidos. Gente que dá o seu melhor. Gente que chora, gente que ri. Gente que vive e convive com os dramas e as alegrias da vida.

Livro recomendado pelo Plano Nacional de Leitura para leitores fluentes dos 12 aos 14 anos.

 

Resultado de imagem para antonio mota

 

António Mota nasceu no concelho de Baião, em 1957. Em 1979 publicou o seu primeiro livro, intitulado A Aldeia das Flores, e não mais parou de escrever. É um dos autores mais lidos e premiados da literatura infanto-juvenil portuguesa, tendo cerca de noventa títulos publicados, e a sua vasta obra foi, em grande parte, seleccionada pelo Plano Nacional de Leitura. Recebeu vários prémios, dos quais se destacam o Prémio da Associação Portuguesa de Escritores (1983), o Prémio Gulbenkian de Literatura para Crianças e Jovens (1990), o Prémio António Botto (1996) e o Grande Prémio Gulbenkian de Literatura para Crianças e Jovens, categoria «Livro Ilustrado» (2004). Em 2008, foi agraciado pela Presidência da República com a Ordem da Instrução Pública. Em 2014, foi nomeado para o prémio ALMA por ser «um dos mais prolíficos escritores portugueses para a infância e juventude» e por a sua obra ter «a singular qualidade de ser ao mesmo tempo intemporal e universal». A nomeação repetiu-se na edição de 2015 deste que é um dos mais importantes prémios internacionais na área da literatura infanto-juvenil. No Meio do Nada, lançado em 2019, é o seu primeiro livro para adultos, publicado quando se comemoram os 40 anos de uma carreira literária a semear histórias que alimentaram a imaginação de milhares de leitores.

15
Ago19

SEI QUEM ELE É - Vera Kolodzig (RTP1 - 23h45)

Vera Kolodzig

 

Neste programa, a directora de casting Patrícia Vasconcelos recebe Vera Kolodzig.

 

Estreou-se na televisão com a telenovela Jardins Proibidos e, desde essa altura, tem participado em vários projectos de ficção nacional. Uma interessante conversa sobre a sua carreira, brindada com castings da actriz. E, para a surpreender, lembrando exactamente esse início de carreira,  Lourdes Norberto junta-se à conversa.

 

 

14
Ago19

TV: Inesquecíveis Viagens de Comboio - Portugal (RTP2 - 23h45)

Inesquecíveis Viagens de Comboio

 

Esta quarta-feira, a RTP2 transmite o último episódio da oitava temporada do programa francês "Inesquecíveis Viagens de Comboio" e o destino é... Portugal.

 

Em Portugal, os transportes têm estilo. Anda-se de comboio para comer em restaurantes premiados, onde temos vontade de provar tudo. E para dar a volta ao mundo sem sair de Portugal, o comboio é excelente. Philippe Gougler inicia a sua viagem no Porto, ao pé da famosa ponte Dom Luís construída por um discípulo de Gustave Eiffel. Na sumptuosa estação embarca no mítico comboio que transportou chefes de Estado, até 1970. Hoje, os seus passageiros admiram o vale do Douro enquanto saboreiam os pratos de conceituados chefes de cozinha. A bordo do Alfa Pendular, o comboio de alta velocidade em Portugal, segue para Lisboa onde apanha o famoso eléctrico 28, figura emblemática da capital. Viaja para Sintra, num comboio lotado de visitantes de todo o mundo e termina a sua jornada na área mais secreta de Trás-os-Montes.

 

Portugal

 

13
Ago19

TV: Peregrinação Internacional do Migrante/ Festa do Emigrante (RTP1 - a partir das 10h)

Peregrinação Internacional do Migrante

 

Existem milhões de portugueses e lusodescendentes a viver pelo mundo fora, mas em Agosto muitos deles voltam a Portugal para gozar os tão desejados dias de férias na sua terra natal. E o país que os viu partir recebe-os de braços abertos e homenageia estes portugueses do mundo.

 

Esta terça-feira, 13 de Agosto, a RTP1 transmite, em directo do Santuário de Fátima, a Missa, Bênção dos Doentes e Procissão do Adeus. Estas cerimónias estão integradas na Peregrinação Internacional do Migrante 2019.

 

Festa do Emigrante

 

À tarde, a partir das 14h20, a RTP1 celebra a visita dos emigrantes à sua terra natal numa emissão especial, conduzida por Jorge Gabriel, Joana Teles e Rita Belinha, a partir das Piscinas Municipais de Paços de Ferreira. Os nossos anfitriões conversam com portugueses emigrados em todo o mundo e revelam-nos as tradições e os sabores que os unem ao nosso país, mesmo estando a milhares de quilómetros das suas origens. Nesta emissão especial dedicada ao Emigrante recria-se a Feira à moda antiga de Freamunde, onde o Capão, um dos pratos típicos da região de Paços de Ferreira, é o principal destaque. Num contexto histórico alusivo à época, serão reproduzidos as tradições e os costumes e degustados sabores, ao som da música dos artistas da região.

12
Ago19

CINE ESTREIA: Sousa Martins

sousa martins.jpg

 

Realização: Justine Lemahieu (França)

Fotografia: João Pedro Plácido

Música original: Johannes Krieger (Alemanha)

Produção: Ukbar Filmes (Portugal), Quilombo Films (França)

 

Sinopse: Em Portugal, nem todos os santos vão à igreja. Nascido em 1843, José Tomás de Sousa Martins foi um célebre médico e filantropo. Apesar das suas batalhas enquanto homem de ciência, tornou-se objecto de um culto religioso praticado à margem de qualquer igreja e convenção. A estátua erguida em sua memória no Campo Mártires da Pátria, em Lisboa, é o ponto de partida para uma viagem, simultaneamente pessoal e antropológica, que interroga a necessidade de crença e a sua relação com a cura.

 

 

 

Sousa Martins nasceu a 7 de Março de 1843, em Alhandra, no concelho de Vila Franca de Xira. Médico e professor catedrático da Escola Médico-Cirúrgica de Lisboa, antecessora da Faculdade de Medicina da Universidade de Lisboa, formou-se em Farmácia e Medicina e destacou-se no combate à tuberculose, tendo trabalhado muitas vezes gratuitamente e junto dos mais desfavorecidos. A sua inteligência e o constante trabalho em prol dos outros tornou-o numa figura muito respeitada junto dos seus pares, dos alunos e dos pacientes levando-o a atingir um estatuto de "santo". Sousa Martins faleceu em 1897, aos 54 anos. 

 

O documentário "Sousa Martins" marca a estreia na realização da francesa Justine Lemahieu, radicada em Portugal desde 2005. 

 

Pág. 5/5

Mais sobre mim

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2017
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2016
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2015
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2014
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2013
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2012
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2011
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2010
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D