Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

alma-lusa

alma-lusa

07
Mai19

TV: 7 Maravilhas Doces de Portugal - Apresentação (RTP1 - a partir das 10h)

7 Maravilhas Doces de Portugal - Apresentação

 

São as memórias, que fazem de Portugal um país de mestres pasteleiros, e as inovações que, sabiamente, introduzem os produtos únicos de cada região na arte da doçaria que vamos homenagear em 2019, com a eleição das 7 Maravilhas Doces de Portugal. 


Vanessa Oliveira e Jorge Gabriel, em directo do Jardim Vieira Portuense, em Belém, Lisboa, conduzem a emissão de apresentação do formato 7 Maravilhas Doces de Portugal (10h-13h/14h10-16h), onde ficaremos a conhecer os 140 doces a concurso, distribuídos pelas sete categorias: Doce de Território, Bolo de Pastelaria, Doce de Colher, Doce à Fatia, Biscoitos e Bolos Secos, Doces Festivos, Doces de Fruta e Mel, Doces de Inovação.

 

O doce que a avó fazia todos os Natais, o que se criou em conventos e se manteve até aos nossos dias, aquela iguaria da terra que só se come na Páscoa, o gelado que só se faz no Verão com fruta da época, o pudim à base da produção local, aquele docinho tradicional que só se encontra naquela zona do país e, especialmente, as inovações que privilegiam o que a terra dá.

 

Vamos eleger os melhores doces do País!

 

 

06
Mai19

CINE TV: O Caderno Negro (TVCine 2 - 22h00)

Resultado de imagem para o caderno negro filme

 

Ano: 2018

País: Portugal/França

Realização: Valeria Sarmiento (Chile)

Argumento: Carlos Saboga (livremente inspirado em «Livro Negro de Padre Dinis» de Camilo Castelo Branco)

Imagem: Acácio de Almeida

Música original: Jorge Arriagada (Chile)

Produção: Paulo Branco (Leopardo Filmes e Alfama Films)

Locais rodagens: Sintra e Lisboa

 

Elenco: Lou de Laâge (França), Stanislas Merhar (França), Niels Schneider (França), Jenna Thiam (França), Fleur Fitoussi (França), David Caracol (Angola), Vasco Varela da Silva, Tiago Varela da Silva, Grégoire Leprince-Ringuet (França), Victoria Guerra, Joana Ribeiro, Catarina Wallenstein, Hugo Caroça, François Deblock (França), Susie Filipe, Henrique Gomes, Luciano Gomes, Joaquim Leitão, Daniela Melchior, José Neto, Rodrigo Paganelli, Elmano Sancho, Filipe Vargas, Gonçalo de Morais, Pedro Leitão, Pedro Nunez, Tehys Picard

 

Sinopse: O relato das aventuras, no crepúsculo do século XVIII, de um singular par formado por um pequeno órfão de origens misteriosas e pela sua jovem ama italiana, de nascimento igualmente incerto. Eles levam-nos na sua peugada, de Roma a Paris, de Lisboa a Londres, de Parma a Veneza. Sempre seguidos na sombra, por razões obscuras, por um sinistro Calabrês e um inquietante cardeal, fazem-nos testemunhar tenebrosas intrigas no Vaticano, a angústia de uma paixão fatal, um funesto duelo, a galanteria na corte de Versalhes, as convulsões da Revolução Francesa e a ascensão do general Bonaparte.

 

"O Caderno Negro", produção de Paulo Branco (co-produção da portuguesa Leopardo Filmes e da francesa Alfama Films, ambas do produtor português), é uma longa-metragem com realização da chilena Valeria Sarmiento. Filmada na mágica vila de Sintra e em Lisboa, é uma espécie de prequela de "Os Mistérios de Lisboa", realizada pelo chileno Raúl Ruiz com base na obra de Camilo Castelo Branco.

 

camilo cb.jpg Livro-Negro-de-Padre-Dinis.jpg

 

Camilo Castelo Branco nasceu em Lisboa, a 16 de Março de 1825. Foi romancista, cronista, crítico, dramaturgo, historiador, poeta e tradutor. Foi um dos escritores mais prolíferos e marcantes da Literatura Portuguesa e uma das maiores figuras do movimento romântico. O «Livro Negro do Padre Dinis» foi escrito em 1855. Posterior aos «Mistérios de Lisboa», de 1853, é justamente a sua continuação, sendo várias vezes referido nessa obra anterior e surgindo como fundamento da sua construção, pois a figura do Padre, personagem dominante nos Mistérios, torna-se no herói do Livro Negro, que é, em parte, escrito por ele. E muitos dos «mistérios» dessa obra precedente só podem cabalmente entender-se neste livro que a continua. Com uma vida muito atribulada, Camilo Castelo Branco suicidou-se a 1 de Junho de 1890, aos 65 anos, já praticamente cego.

 

 

03
Mai19

TEATRO INFANTIL: A Menina do Mar (LU.CA. - Teatro Luís de Camões, Lisboa - 3 a 12 Maio)

Resultado de imagem para a menina do mar teatro luis camões

Ilustração de Rafaela Mapril

 

Texto: Sophia de Mello Breyner Andresen

Encenação: Ricardo Neves-Neves

Cenografia: Henrique Ralheta

Figurinos: Rafaela Mapril

Música: Edward Luiz Ayres d'Abreu

Direcção Musical: Martim Sousa Tavares

Músicos: Ensemble MPMP - Bethany Carmo (oboé e corne inglês), Miguel Costa (clarinetes), Miguel Polido (saxofones), Ricardo Santos (fagote), Fernando Brites (acordeão), Daniel Bolito (violino), Francisca Fins (violeta), Catarina Távora (violoncelo), Miguel Menezes (contabaixo)

 

Elenco: Ana Valentim, Catarina Rôlo Salgueiro, Nuno Nolasco, Rafael Gomes, Teresa Coutinho

 

Sinopse: A peça de teatro "A Menina do Mar" está inserida na programação das comemorações do centenário do nascimento de Sophia de Mello Breyner Andresen (1919 - 2014).

 

Um dos títulos mais amados e lidos de Sophia de Mello Breyner Andresen transforma-se em conto musical através da voz, corpo e gesto de cinco actores, dez instrumentistas e um maestro. Percorrendo um universo marítimo e fantástico, a história trata de uma menina que vive no mar – mas muito curiosa pela vida em terra –, de um menino que vive em terra – mas muito curioso pela vida no mar – e do encontro improvável entre estes dois mundos… Daqui resultará uma sucessão de episódios repletos de surpresa e encantamento, a que não faltarão um simpático peixe clarinetista, um desconfiado caranguejo saxofonista, um misterioso e algo desajeitado polvo fagotista, entre vários outros personagens, reunidos sob o olhar grave e atento do contrabaixista, o muito respeitável Rei do Mar. Desde a inquietação e desconfiança das primeiras descobertas até à festa derradeira em que todos dançam alegremente, persiste a pergunta fundamental: será possível vivermos todos nós em harmonia com o oceano, a natureza, a vida que nos rodeia?

 

Resultado de imagem para a menina do mar teatro luis camões

03
Mai19

TV: Cristina Branco na Casa da Cultura de Ílhavo (RTP2/ domingo, 5 - 23h35)

Cristina Branco na Casa da Música de Ílhavo

 

Uma das maiores cantoras e compositoras portuguesas de todos os tempos, Cristina Branco apresenta o álbum "Branco".

 

Cristina Branco reúne músicos exímios e tinge, em 2018, toda a Europa de "Branco". O novo disco, mais que o apelido da artista, é a junção de todas as cores do espectro e um disco em que promete livrar-se de todo e qualquer preconceito para deixar tudo mais claro.


Cristina Branco, nascida em Almeirim em 1972, reúne toda a emoção que o Fado podia conter na sua íntima ligação entre voz, poesia e música. Reanima a tradição com a sua originalidade e, em todos os discos, procura o exigente convívio dos textos com a musicalidade inata do Fado. Em 2017, recebeu o prémio para Melhor Disco, atribuído pela Sociedade Portuguesa de Autores ao álbum "Menina", e foi nomeada para o Globo de Ouro na categoria de Melhor Intérprete Individual.

 

"Branco" conta com a colaboração de nomes consagrados da música, como Mário Laginha e Sérgio Godinho, a par de nomes como Jorge Cruz (Diabo na Cruz), André Henriques (Linda Martini) e Filho da Mãe, Kalaf (Buraka Som Sistema), Beatriz Pessoa, Nuno Prata, Peixe, e arranjos do trio composto por Bernardo Couto (guitarra portuguesa), Bernardo Moreira (contrabaixo) e Luís Figueiredo (piano).

 

Este concerto foi gravado na Casa da Cultura de Ílhavo, a 23 de Fevereiro de 2018. 

03
Mai19

TV: Festa da Flor 2019 - Madeira (RTP1/ domingo, 5 - a partir 11h30)

Festa da Flor

 

A RTP1 na Festa da Flor, na ilha da Madeira, com uma emissão especial ao longo do dia. Os anfitriões Vanessa Oliveira e José Carlos Malato vão dar-nos a conhecer as tradições ligadas à Festa da Flor, contando também com Licínia Macedo (RTP Madeira) que, através de várias reportagens, nos dá a conhecer os preparativos e como esta celebração é vivida pelos seus habitantes e turistas que visitam a região nesta altura do ano.


Durante a manhã (11h30-13h), os apresentadores estarão, em directo, da Praça do Povo, no Funchal, para nos dar a conhecer todas as tradições desta grande Festa da Ilha da Madeira. E, a partir das 15h50, até às 20h, acompanham o momento mais emblemático da Festa da Flor: o cortejo alegórico da Flor. Pela avenida principal do Funchal, irão desfilar milhares de participantes vestidos a rigor e carros alegóricos decorados com flores típicas da região. Serão 14 grupos, com mais de 2000 participantes, que se juntam para o maior cortejo já realizado.

 

 

03
Mai19

CINE TV: Corte de Cabelo (RTP2/ sábado, 4 - 23h20)

Corte de Cabelo

 

Ano: 1996

Realização: Joaquim Sapinho

Argumento: Amândio Coroado, Joaquim Sapinho, Manuela Viegas

Música: Sérgio Costa

 

Elenco: Carla Bolito, Marco Delgado, Orlando Sérgio, Francisco Nascimento, Manuela de Freitas, Inês Câmara Pestana, Teresa Roby, Marie de Almeida, Yen Sung, José Mora Ramos, Manuela Cassola, Luís Castro, Sylvie Rocha, Bruno Schiappa, Eduarda Belém, José Raposo, Cândido Ferreira, Rui Luís, Ana Brandão, Lídia Franco, Nuno Gil, Carlos Sebastião

 

Sinopse: A viver numa cidade em rápida mudança, Rita (Carla Bolito) e Paulo (Marco Delgado) querem romper com todas as tradições e decidem viver o dia anterior ao do seu casamento como um dia normal. No entanto, por alguma razão, Rita quer ter certeza que Paulo a ama e decide cortar o longo e bonito cabelo preto antes da cerimónia. 


Os dois casam-se, mas o corte de cabelo de Rita acarretará uma inesperada mudança no relacionamento. Rita e Paulo têm muito que aprender sobre a vida em comum e, apesar de uma série de contratempos e aborrecimentos, acabam por perceber que aquilo que os une é mais forte do que tudo o que os pode separar.

 

"Corte de Cabelo" foi um dos maiores sucessos do cinema português nos anos 90, premiado em festivais internacionais de cinema e bem recebido pela crítica e pelo público. Joaquim Sapinho assina uma excelente primeira obra onde reflecte sobre as relações amorosas a partir das alegrias, zangas, reconciliações e desilusões de um jovem casal de Lisboa, em meados dos anos 90. Um filme que aborda com subtil sentido de humor a complexidade da vida a dois.

 

 

03
Mai19

CINE TV: A Teia de Gelo (TVI/ sábado, 4 - 16h00)

 

Ano: 2012

Realização: Nicolau Breyner

Argumento: Nicolau Breyner e João Nunes

Locais rodagem: São Tomé e Príncipe, Serra da Estrela, Quinta das Lapas (Torres Vedras)

 

Elenco: Diogo Morgado, Margarida Marinho, Paula Lobo Antunes, Nicolau Breyner, Elisa Lisboa, Nuno Melo, Patrícia Tavares, Sandra Cóias, Sara Salgado, Victor Gonçalves, Pedro Giestas, José Eduardo, António Aldeia, Luís Dias, Rui Guerra, Arménio Matias, Isabel Quadros, João Morgado, João Fidalgo

 

Sinopse: Jorge (Diogo Morgado), um jovem ambicioso, tenta enriquecer rapidamente desviando dinheiro da empresa para a sua conta pessoal. Descoberto pelo chefe, sente que a sua vida corre perigo e refugia-se na montanha, onde um forte nevão lhe causa um acidente de carro. Perseguido, gelado e perdido no meio da neve, Jorge entra nas profundezas da serra onde, ao avistar uma casa antiga, pensa estar finalmente a salvo. Mas nesta casa não há telefones, aparecem misteriosos cadáveres, há sombras de facas nas paredes dos corredores, as portas trancam-se sozinhas e estranhas mulheres visitam os quartos sem serem convidadas. Quando o Diabo anda à solta, tudo pode acontecer!

 

03
Mai19

CONTA-ME COMO ÉS - Diogo Morgado (TVI/ sábado, 4 - 14h45)

Resultado de imagem para diogo morgado conta-me como és

 

Nos últimos anos, tornou-se um dos actores portugueses mais reconhecidos internacionalmente, mas actualmente é na ficção portuguesa que brilha, como protagonista da ficção policial da TVI, "A Teia". Mas não é só na representação que mostra o seu talento. 

 

Este sábado, o actor Diogo Morgado vai estar à conversa com Fátima Lopes no "Conta-me Como És", na semana em que estreou nas salas de cinema nacionais a segunda longa-metragem realizada por si, "Solum". 

 

Mais sobre mim

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2017
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2016
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2015
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2014
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2013
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2012
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2011
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2010
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D