Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

alma-lusa

alma-lusa

22
Mai18

LETRAS LUSAS: "Estuário", de Lídia Jorge

 

 

 

Editora: D. Quixote

 

Sinopse: "Estuário" é um livro sobre a vulnerabilidade de um homem, de uma família, de uma sociedade e do próprio equilíbrio da Terra, relatados pelo olhar de um jovem sonhador que se interroga sobre a fragilidade da condição humana.

Edmundo Galeano andou pelo mundo, esteve numa missão humanitária e regressou à casa do pai sem parte da mão direita. Regressou com uma experiência para contar e uma recomendação a fazer por escrito e, na elaboração desse testemunho, passou a ocupar por completo os seus dias. 

Porém, ao encontro deste irmão mais novo da família, vêm ter sem remédio as vicissitudes diárias que desequilibram a grande casa do Largo do Corpo Santo. Edmundo vai-se, então, apercebendo que as atribulações longínquas mantêm uma relação directa com as batalhas privadas travadas ao seu lado. E a sua mão direita, desfigurada, transforma-se numa defesa da invenção literária perante a crueza da realidade. 

Em outros seus livros costuma a autora dar o rosto à modernidade para dela desocultar os seus efeitos escondidos. Mas neste caso ambiciona mais. "Estuário" pertence à categoria dos livros de premonição, através do enlace entre o desenho do futuro e a Literatura.

 

Resultado de imagem para lidia jorge

 

Lídia Jorge  nasceu em 1946, em Boliqueime, no Algarve. Viveu os anos mais conturbados da Guerra Colonial em África. Foi membro da Alta Autoridade para a Comunicação Social. O tema da mulher e da sua solidão é uma preocupação central da obra de Lídia Jorge, como, por exemplo, em Notícia da Cidade Silvestre (1984) e A Costa dos Murmúrios (1988). O Dia dos Prodigíos (1979), outro romance de relevo, encerra uma grande capacidade inventiva, retratando o marasmo e a desadaptação de uma pequena aldeia algarvia. O Vento Assobiando nas Gruas (2002) é mais um romance da autora e aborda a relação entre uma mulher branca com um homem africano e o seu comportamento perante uma sociedade de contrastes. Este seu livro venceu o Grande Prémio de Romance e Novela da Associação Portuguesa de Escritores em 2003.

22
Mai18

DOC TV: Tarrafal (RTP2 - 23h45)

Tarrafal

 

Realização e Argumento: Pedro Neves

Música: Jojo Navarro

 

Sinopse: Um dia, quase tudo se transformou num monte de escombros e mato. Restaram fantasmas que vagueiam entre os campos, as ruínas e o nevoeiro. Alguns desses fantasmas estão vivos. São gente que ficou, gente que volta, gente que deambula pelas memórias difíceis daquele que foi o mais maldito bairro da cidade. Só que este Tarrafal, o nome do campo de morte lenta da ditadura salazarista, não fica em Cabo Verde, mas sim em Portugal.

 

Uma viagem intensa pelo passado e pelo futuro do Bairro S. João de Deus, "Tarrafal" é um documento vivo da história recente da cidade do Porto. O realizador, Pedro Neves, procura introduzir-se na vida das pessoas que habitam no bairro para viver com elas as suas esperanças e frustrações. Vê-se um rasto de ruínas que convoca as memórias sobre a identidade do bairro, mesmo que a sua decadência social e humana tenha sido demasiado devastadora. Nesse aspecto, há um ponto comum das conversas, das músicas e mesmo das práticas que são retratadas: a heroína, essa droga destruidora de toda a estrutura colectiva. 


O filme torna-se envolvente pelas suas técnicas de aproximação às pessoas, deixando-as fazer parte da história: é um filme também delas, do seu imaginário. Há, nesse gesto, um sopro de vida, uma vontade de descobrir um futuro, porque estas pessoas não vão desaparecer, nem mesmo estes espaços urbanos onde é difícil encontrar esse futuro. 

 

22
Mai18

TV: "MacGyver 2" c/ Diogo Morgado (FOX - 22h15)

Resultado de imagem para diogo morgado macgyver

 

Diogo Morgado (à dtª) na série "MacGyver"

 

Esta terça-feira, a FOX exibe o 21º episódio da segunda temporada da série norte-americana "MacGyver", episódio que conta com a participação especial do actor português Diogo Morgado.

 

"MacGyver", do canal norte-americano CBS, é inspirada na popular série de acção e aventura dos anos 80/90. Nesta nova série, o protagonista é Angus "Mac" MacGyver, filho do personagem original, que cria uma organização clandestina dentro do governo dos EUA onde usa o seu talento extraordinário para resolver problemas com métodos pouco convencionais e o seu vasto conhecimento científico para salvar vidas.

 

No episódio "Wind + Water", MacGyver e a sua equipa vão a Porto Rico para ajudar um amigo, Carlos (Diogo Morgado), a reconstruir a sua casa destruída por um furacão. Entretanto, o banco onde Carlos trabalha sofre um assalto. 

 

Diogo Morgado, de 37 anos, tem vindo a destacar-se na ficção norte-americana desde que, em 2013, protagonizou a mini-série "A Bíblia", que deu origem ao filme "O Filho de Deus". Desde então, o actor português já entrou em filmes e telefilmes e em várias séries de televisão. Foi protagonista da série "The Messengers" (CW) e participou em episódios das séries "Revenge" (ABC) e "CSI: Cyber" (CBS). 

 

22
Mai18

REPÓRTER TVI - Missão Alasca (Jornal das 8, TVI - 20h00)

reporter tvi 1.gif

 

Foi das gélidas águas do Golfo do Alasca que vieram para o Oceanário de Lisboa as lontras Eusébio e Amália.

 

Vinte anos depois, a TVI voltou ao local para acompanhar uma missão complexa e delicada de cientistas portugueses que foram ao outro lado do mundo para tentar trazer para Portugal as novas jóias da vida animal: Odiak e Kasilof.

 

Elas irão fazer as delícias de milhões de crianças e adultos. Uma reportagem que acompanhou meses de trabalho e ansiedade para resgatar duas vidas que pareciam condenadas à morte.

 

"Missão Alasca", uma grande reportagem de Paulo Salvador, com imagem de João Pedro Matoso, Tiago Donato, Paulo Salvador e edição de Pedro Guedes.

 

Repórter TVI, esta noite, no Jornal das 8, na TVI.

21
Mai18

António Arnaut (1936 - 2018)

Resultado de imagem para antonio arnaut

 

Faleceu hoje, aos 82 anos, António Arnaut, o "pai" do Serviço Nacional de Saúde (SNS).

 

António Duarte Arnaut nasceu a 28 de Janeiro de 1936, na Cumeeira, concelho de Penela, região da Beira Litoral. Licenciou-se em Direito na Faculdade de Direito da Universidade de Coimbra. Desde cedo começou a envolver-se no meio político, sendo opositor do Estado Novo. Participou na comissão distrital de Coimbra da candidatura presidencial de Humberto Delgado, em 1958. Militante da Acção Socialista Portuguesa desde 1965, António Arnaut foi um dos fundadores do Partido Socialista, em 1973, na cidade alemã de Bad Münstereifel, tendo sido dirigente até 1983.

 

Como ministro do II Governo Constitucional, coube-lhe a pasta dos Assuntos Sociais, tendo nesta época lançado o SNS, ao qual ficará para sempre ligado e apelidado de "pai" do mesmo. Com a criação do SNS em 1979, o sistema de saúde português assegura a toda a população o acesso universal e tendencialmente gratuito a cuidados de saúde. Graças ao SNS, nos últimos 40 anos os indicadores da saúde em Portugal evoluíram a todos os níveis, o que faz com que o nosso país tenha um dos melhores sistemas de saúde do mundo.

 

António Arnaut exerceu diversos cargos na Ordem dos Advogados, mas foi também um homem ligado às letras, tendo mesmo fundado a Associação Portuguesa de Escritores Juristas, da qual foi presidente. É autor de mais de 30 obras, entre poesia, ficção e ensaio. A sua última obra, lançada este ano em conjunto com João Semedo, foi precisamente sobre o SNS, "Salvar o SNS - Uma Nova Lei de Bases da Saúde para Salvar a Democracia".

 

Em 2004, foi agraciado com o grau de Grande Oficial da Ordem da Liberdade e, em 2016, foi elevado ao grau da Grã-Cruz da Ordem da Liberdade. Ainda em 2016, foi nomeado Presidente Honorário do PS, no XX Congresso do Partido, após a morte de António de Almeida Santos. 

21
Mai18

Portugal conquista 4 medalhas na Taça do Mundo de Canoagem

Resultado de imagem para fernando pimenta szeged

 

Fernando Pimenta

 

De 18 a 20 de Maio, a cidade de Szeged, na Hungria, recebeu a Taça do Mundo de Velocidade, em Canoagem. Portugal conquistou 4 medalhas na competição. 

 

O maior destaque vai para Fernando Pimenta, que conquistou 3 das quatro medalhas lusas. O atleta de Ponte de Lima arrecadou duas medalhas de ouro (K1 1000 m e K1 5000 m) e uma de prata (K1 500 m). A dupla feminina Teresa Portela e Joana Vasconcelos conquistou ainda uma medalha de bronze em K2 500 metros. 

 

Resultado de imagem para fernando pimenta szeged

 

Joana Vasconcelos e Teresa Portela

21
Mai18

DOC TV: Gigantes do Atlântico - Açores (RTP1 - 23h25)

Gigantes do Atlântico - Açores

 

Realização: Erich Pröll (Áustria)

 

Sinopse: Uma gigantesca cordilheira subaquática, que se eleva no meio do Atlântico: os Açores. Característicos pela sua beleza única, os Açores são também um local de reprodução para vários tipos de baleias. Naquela região, grupos de cachalotes machos, na sua migração do Ártico para a Antártida, conhecem as fêmeas, baleias cinzentas avistam-se à superfície, baleias azuis alimentam-se da biomassa produzida nas profundezas do oceano. Vindo do fundo do mar, o plâncton atrai grandes ajuntamentos de peixe e lulas, enquanto nas cavernas submarinas se escondem camarões canibais, raias e moreias. Nas ilhas açorianas, as crateras verdejantes dos vulcões são a casa de inverno para pássaros da Islândia, Rússia e América do Norte e as suas paredes exteriores abrigo para ninhos de vastas colónias de gaivotas.

 

O documentário "Gigantes do Atlântico - Açores" é uma produção do canal de televisão asutríaco ORF. 

 

21
Mai18

TV: Fernando Santos - A Entrevista (RTP1 - 21h00)

Fernando Santos - A Entrevista

 

A menos de um mês para o início do Mundial de 2018, na Rússia, Hugo Gilberto entrevista o seleccionador nacional, Fernando Santos, na Cidade do Futebol.


Depois de conhecidos os convocados, o seleccionador Campeão da Europa explica as suas escolhas para o Campeonato do Mundo da Rússia e define os objectivos para Portugal.

19
Mai18

Filme de João Salaviza premiado no Festival de Cannes

Resultado de imagem para chuva é cantoria na aldeia dos mortos

 

Depois do filme "Dimantino", de Gabriel Abrantes, que venceu o Grande Prémio da Semana da Crítica, há mais um filme português a ser premiado no Festival de Cannes. "Chuva é Cantoria na Aldeia dos Mortos", realizado por João Salaviza e pela brasileira René Nasser Medora, recebeu o Prémio Especial do Júri na secção "Un Certain Regard".

 

"Chuva é Cantoria na Aldeia dos Mortos" é uma ficção rodada junto dos krahô, uma comunidade indígena brasileira. O filme conta a história do índio Ihjãc.

 

Esta não é a primeira vez que João Salaviza, de 34 anos, é premiado no festival de cinema francês. Em 2009, o cineasta português venceu a Palma de Ouro para Melhor Curta-Metragem com "Arena". 

 

Resultado de imagem para chuva é cantoria na aldeia dos mortos

 

A equipa do filme protestou em Cannes contra o genocídio indígena

 

19
Mai18

TV: Pedro Jóia Trio em Concerto (RTP2/ domingo, 20 - 23h30)

Pedro Jóia Trio em Concerto

 

Concerto de Pedro Jóia Trio no Cine-Teatro Louletano, em Loulé, gravado a 19 de Maio de 2017, inserido no ciclo "Segredos de Lucía".

 

O Pedro Jóia Trio é um dos mais conceituados grupos da música portuguesa, com uma formação invulgar e única no panorama da música instrumental de alto nível feita em Portugal. Pedro Jóia (guitarra), João Frade (acordeão) e Norton Daiello (baixo), três virtuosos instrumentistas, apresentam o disco de estreia "Vendaval", um álbum com propostas muito variadas e composições que fazem parte do repertório habitual do trio.

 

Pág. 1/8

Mais sobre mim

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2014
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2013
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2012
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2011
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2010
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D