Quarta-feira, 28 de Fevereiro de 2018

CB_Foto Capa Final_Lettering.jpg

 

 



publicado por Alma Lusa às 14:59
Quarta-feira, 28 de Fevereiro de 2018

Resultado de imagem para Ivo Oliveira Rui Oliveira João Matias

Rui e Ivo Oliveira

 

De 28 de Fevereiro a 4 de Março, a cidade de Apeldoorn, na Holanda, recebe os Campeonatos do Mundo de Ciclismo de Pista. Portugal estará representado por três corredores: Ivo Oliveira, Rui Oliveira e João Matias.

 

A Selecção Portuguesa marca presença na competição com o objectivo de fazer história. Para além de ganhar pontos e experiência na caminhada para a qualificação olímpica, os ciclistas nacionais sonham com a conquista da primeira medalha em Mundiais.

 

Portugal vai estar representado por três corredores em quatro disciplinas. O seleccionador nacional, Gabriel Mendes, convocou Ivo Oliveira e Rui Oliveira (Hagens Berman Axeon) e João Matias (Vito-Feirense-Blackjack). O trio vai distribuir-se pelas provas de scratch, perseguição individual, corrida por pontos e omnium.

 

 

Os Campeonatos do Mundo de Ciclismo de Pista podem ser vistos nos canais Eurosport, de 28 de Fevereiro a 4 de Março, com comentários de Gonçalo Moreira e Paulo Martins.

 

Horários:

 

4ª feira, 28 Fevereiro: 17h30 - 19h55 (directo) - Eurosport 2

5ª feira, 1 Março: 17h30 - 20h10 (directo) - Eurosport 2

6ª feira, 2 Março: 18h - 20h40 (directo) - Eurosport 2

sábado, 3 Março: 18h45 - 22h30 (directo) - Eurosport 2/ 19h15 - 20h45 (directo) - Eurosport 1

domingo, 4 Março: 20h - 21h45 (diferido) - Eurosport 2

 

 



publicado por Alma Lusa às 09:31
Terça-feira, 27 de Fevereiro de 2018

 

Autoria: Guilherme Trindade, João Harrington Sena

Equipa: Bruno Garcez, Diogo Coito Rodrigues, Ingrid Sousa, Inês Rocha

App: João Tiple, Joana Vieira, Guilherme Trindade

Produção: Ankylosaur

 

Elenco: Solange Santos, Duarte Gomes, Sofia Arruda, Petermichael, João Loy, Ana Vilela da Costa, Mauro Hermínio, João Harrigton Sena, Alice Ruiz, Brienne Keller, Rafaela Jacinto, Francisco Vistas, Io Sacadura Franco, Gonçalo Cabral, Luís Oliveira

 

Sinopse: A partir desta terça-feira, 27 de Fevereiro, acompanhe "Appaixonados", o novo projecto desenvolvido no âmbito do RTP Lab, um espaço criativo que visa o desenvolvimento de conteúdos de ficção e humor, numa lógica multiplataformas, procurando novas formas de narrativa em ambientes exclusivamente digitais.

 

A comédia romântica interactiva "Appaixonados" conta-nos a história de Ana Amorim (Solange Santos). Da última vez que Ana Amorim foi solteira, o messenger ainda era o do MSN. Acabada uma relação de 10 anos, Ana depara-se com um mundo novo de namoro virtual e apps de engate. Decidida a voltar a procurar o amor, Ana (a nossa protagonista) inscreve-se na app Appaixonados, mas seremos nós o seu cupido!

 

Todas as semanas vamos poder escolher entre os apaixonados pretendentes ao coração da Ana, votando através da app do Appaixonados. Irá Ana ficar com Rui Ventura (Duarte Gomes), um tímido escritor? Cassandra Morrigan (Sofia Arruda), uma gótica nihilista? Uma mafiosa (Rafaela Jacinto)? Uma youtuber (Brienne Keller)? Um par de autoproclamados "gajos bons" (João Harrington Sena e Mauro Hermínio)? O público é que decide entre estes e muitos mais.

 

Os encontros poderão ser vistos às terça-feira, às 12h00, na app, RTP Play e Youtube! O amor na era digital anda sempre connosco, na palma da mão, na ponta dos dedos. Descarregue a aplicação e seja o cupido de Ana Amorim: Play Store e APP Store.

 



publicado por Alma Lusa às 10:30
Segunda-feira, 26 de Fevereiro de 2018

Resultado de imagem para colecção 7 irmãos

 

Editora: Oficina do Livro

 

Sinopse: Esta colecção pretende criar o gosto pela leitura através de um enredo que mistura o quotidiano de uma família com 7 irmãos e o espírito de aventura, a rebeldia e as inquietações próprias da adolescência. 

 

Esta colecção conta já com 18 livros publicados.

 

 

Resultado de imagem para margarida fonseca santos e maria joao lopo de carvalho

 

Margarida Fonseca Santos nasceu em Lisboa, em 1960. Tirou o Curso Superior de Piano no Conservatório Nacional, tendo como objectivo ser professora de Formação Musical no ensino vocacional. Deu aulas em várias escolas, nomeadamente na Escola Superior de Música de Lisboa entre 1990 e 2005. Começou a escrever em 1993 e isso tornou-se uma verdadeira paixão, paixão essa que a levou a mudar de vida. Deixou o ensino da música e, neste momento, dedica-se a tempo inteiro à escrita. Tem vários livros publicados, na sua grande maioria para crianças e jovens, e escreve com regularidade para teatro. Assina, com Maria João Lopo de Carvalho, a colecção juvenil "7 Irmãos", e, com Maria Teresa Maia Gonzalez, "As Aventuras de Colombo". Orienta ateliês de escrita para crianças, adultos e professores (Escrita Criativa e Escrever para Crianças e Jovens). 

 

 

Maria João Lopo de Carvalho nasceu em Lisboa, em 1962. Licenciou-se em Línguas e Literaturas Modernas pela Universidade Nova de Lisboa. Professora de Português e de Inglês no ensino público e privado, representante em Portugal dos colégios ingleses Pilgrims, fundou e dirigiu a Know How, Sociedade de Ensino de Línguas e a Know How, Edições Produções e Publicidade destinada à tradução e à criação de livros personalizados para crianças e à concepção anual do Guia da Criança. Tem mais de setenta títulos editados, entre romances, livros de crónicas, manuais escolares - com a chancela do Instituto Camões - e dezenas de livros infanto-juvenis, a maior parte deles no Plano Nacional de Leitura. É presença regular na televisão e na imprensa, mas sobretuto nas escolas e bibliotecas de Norte a Sul do país, incentivando nos mais novos o gosto pela leitura.



publicado por Alma Lusa às 15:32
Segunda-feira, 26 de Fevereiro de 2018

Bertrand.pt - Poemas Reunidos

 

Editora: Assírio & Alvim

 

Sinopse: Apresenta-se neste livro a poesia completa de Luís Filipe Castro Mendes revisitada pelo autor, que suprimiu alguns poemas e trabalhou outros. O prefácio é de Nuno Júdice e nele podemos ler que «Embora tendo publicado poemas desde os anos sessenta, é nos anos 80 do século passado que a obra de Luís Filipe Castro Mendes é assumida pelo autor como adquirindo plena identidade pessoal, sendo as "Seis elegias" (1985) o primeiro momento dessa afirmação. Original, desde logo, por surgir num momento da poesia portuguesa em que, longe das questões teóricas e formais que dominavam a poesia de 1970 em que, cronologicamente, se inscrevia, ele surge como um dos que prescrevem o que se pode chamar regresso a uma expressão mais pura do lirismo, de que a elegia é um dos modelos, remetendo quer para as Elegias de Rilke quer para um imaginário associado a uma vivência do mundo que é marcada pela dupla experiência do amor e da morte, reunindo esses contrários num conflito essencial que faz explodir dramaticamente o poema.»

 

Resultado de imagem para luis filipe castro mendes

 

Luís Filipe Castro Mendes nasceu em Idanha-a-Nova, em 1950 e, ainda muito cedo, entre 1965 e 1967, foi colaborador do jornal Diário de Lisboa-Juvenil. Em 1974, licenciou-se em Direito pela Universidade de Lisboa e desenvolveu, a partir de 1975, uma carreira diplomática sucessivamente em Luanda, Madrid e Paris. Ao serviço do Ministério dos Negócios Estrangeiros, esteve ainda colocado no Conselho da Europa. Enquadrável numa estética pós-modernista, a obra de Luís Filipe Castro Mendes revela um universo enigmático onde o fingimento e a sinceridade, o romântico e o clássico, a regra e o jogo levam até às realizações mais lapidares e expressivas O Jogo de Fazer Versos. Desde Recados (1983), o seu livro de estreia, onde problematiza quer a relação entre o sujeito e a realidade pela impossível nomeação que inscreve a poesia entre a palavra e o silêncio ("Quanto te disse, toma-o pelo mais claro do silêncio que nos coube"), quer a relação entre o eu e o outro, numa última parte composta por uma série de mensagens dirigidas a destinatários identificados pelo nome próprio; até Correspondência Secreta (1995), obra fundada sobre a invenção histórico-ficcional e sobre o exercício de paródia, reunindo uma série de textos (monólogos, cartas, poemas) atribuídos a figuras literárias (Marquesa de Alorna, Filinto Elísio, Cavaleiro de Oliveira, entre outros) na charneira entre o classicismo e o pré-romantismo, a obra de Luís Filipe Castro Mendes tem ainda como traço distintivo a capacidade de renovar, com inquestionável mestria, as experiências de escrita. Areias Escuras (1984), Seis Elegias e Outros Poemas (1985), galardoado com o prémio da Associação de Jornalistas e Homens de Letras do Porto, A Ilha dos Mortos (1991), O Jogo de Fazer Versos (1994) e Outras Canções(1998) são ainda exemplos de outras obras deste autor. Luís Filipe Castro Mendes é Ministro da Cultura desde Abril de 2016. 
 

 



publicado por Alma Lusa às 11:24
Sexta-feira, 23 de Fevereiro de 2018

Resultado de imagem para album branco cristina branco

 



publicado por Alma Lusa às 15:15
Sexta-feira, 23 de Fevereiro de 2018

Festival da Canção 2018

 

É a primeira vez que o Festival Eurovisão da Canção se vai realizar em Portugal. Dois meses antes do Festival Eurovisão da Canção, Portugal elege o seu representante através do Festival da Canção 2018, constituído por duas semi-finais.

 

A primeira semi-final teve lugar no passado domingo e foram escolhidas as sete primeiras músicas para a grande final. Este domingo, 25 de Fevereiro, realiza-se a segunda semi-final, nos estúdios da RTP, em Lisboa, com apresentação de Sónia Araújo e Tânia Ribas de Oliveira. A concurso estarão mais treze canções, sendo apuradas apenas sete. A decisão cabe ao júri e aos telespectadores. 

 

Tal como no ano passado, a RTP convidou vários nomes da música nacional para comporem temas para o Festival da Canção e escolherem os intérpretes.

 

 

 



publicado por Alma Lusa às 14:31
Sexta-feira, 23 de Fevereiro de 2018

Montanha

 

Ano: 2015

Realização e Argumento: João Salaviza

Música: Norberto Lobo

 

Elenco: David Mourato, Maria João Pinho, Ema Tavares, Rodrigo Perdigão, Cheyenne Domingues, Carloto Cotta, Ana Cris, Mia Tomé, Raul Windson, Margarida Fernandes

 

Sinopse: Um Verão quente em Lisboa. David, 14 anos, aguarda a morte iminente do avô, mas recusa-se a visitá-lo, temendo esta perda terrível. A mãe, Mónica, passa as noites no hospital. O vazio pela falta do avô obriga David a tornar-se o homem da casa. David não se sente pronto para assumir este novo papel, mas o fim da infância aproxima-se sem que ele se aperceba…

 



publicado por Alma Lusa às 11:38
Sexta-feira, 23 de Fevereiro de 2018

Kiss Me

 

Ano: 2004

Realização: António da Cunha Telles

Argumento: Vicente Alves do Ó

Música: José Calvário

 

Elenco: Marisa Cruz, Manuel Wiborg, Nicolau Breyner, Clara Pinto Correia, Susana Mendes, Rui Unas, Marcantónio del Carlo, Teresa Madruga, João Lagarto, Afonso Pimentel, Edgar Pêra, João Matos Albino, Patrícia André

 

Sinopse: A história de uma mulher cujo coração excede os limites do permitido, numa pequena vila portuguesa dos anos 50. Algures no Alentejo, Laura (Marisa Cruz) foge de um marido que a maltrata, deixando para trás um destino que se anunciava triste e sombrio. Vai viver para Tavira, para casa de uma tia de espírito independente e moderno (Clara Pinto Correia) que lhe alarga os horizontes e a apresenta ao mito de Marilyn Monroe. Fascinada por esta grande estrela americana, Laura transfigura-se progressivamente confundindo-se com Marilyn e, tal como ela, entrega-se aos sonhos e ao amor. Mas, num Portugal fascista não há lugar para mitos...

 

O universo de Marilyn Monroe no filme que marcou a estreia de Marisa Cruz no cinema.

 



publicado por Alma Lusa às 11:19
Quinta-feira, 22 de Fevereiro de 2018

 

 

Realização e Montagem: Edmundo Cordeiro

Imagem: Marta Covita, Edmundo Cordeiro, Inês Carvalho

Produção: Edmundo Cordeiro e Midnight Express

 

Com: Maria Filomena Molder

Participações especiais: Sara Graça, Gil, Joana, Luzia, Francisco, Sr. Francisco Torre

 

Sinopse: Na sua sala de estudo, a filósofa e professora universitária Maria Filomena Molder retira da estante, junto dos livros de Goethe e das nuvens por este desenhadas, um pequeno caderno de fina capa preta de cartolina envernizada: nele copiou à mão as cartas do poeta francês Rimbaud (1854 - 1891).

 

 

Resultado de imagem para Edmundo Cordeiro

 

Edmundo Cordeiro nasceu em Santarém, em 1964. Licenciou-se em Comunicação Social na Universidade Nova de Lisboa e começou como professor na Universidade do Minho. Foi professor de Teoria da Imagem e Filmologia na Universidade da Beira Interior, onde se doutorou em Ciências da Comunicação, e lecciona actualmente na Universidade Lusófona. É argumentista e realizador.

 

Filmografia:

 

Todas as Cartas de Rimbaud (documentário, 2018)

 



publicado por Alma Lusa às 11:02
Fevereiro 2018
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

13

18
20
24

25


pesquisar neste blog
 
subscrever feeds
blogs SAPO