Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

alma-lusa

alma-lusa

27
Out17

Banda Sonora "A Herdeira" (TVI)

herdeira tvi.jpg

 

 

Tema Genérico: "Despacito" - Luis Fonsi (Porto Rico) c/ Daddy Yankee (Porto Rico)

 

               "Ficamos por Aqui" - David Carreira

 

                                "Rainha" - Virgul

 

             "Human" - Rag'n'Bone Man (Reino Unido)

 

                "Way Down We Go" - Kaleo (Islândia)

 

             "No vaya a ser" - Pablo Alborán (Espanha)

 

                         "Run For Cover" - April Ivy

 

                   "Moon and Back" - Light Gun Fire

 

                              "Junction" - MARIA

 

                   "A Vida Toda" - Carolina Deslandes

 

             "A Nossa Vez" - Calema (São Tomé e Príncipe)

 

               "Pensa Bem" - D.A.M.A. c/ ProfJam

 

                       "Sem Ti" - Paulo Gonzo

 

                        "Ciúme" - Ana Bacalhau

 

"Porque queramos vernos" - Vanesa Martín (Espanha) c/ Matias Damásio (Angola)

 

             "Dime Por Que?" - Baby Lores (Cuba) & Luís

 

                          "O Que Tu Dás" - Matay

 

                    "O Tempo" - Marco Rodrigues

 

                              "Alfaiate" - Tatanka

 

                     "Espera" - Fernando Daniel

 

"Perfect Strangers" - Jonas Blue (Reino Unido) c/ JP Cooper (Reino Unido)

27
Out17

TV: Ivan Lins - Viva Ivan (RTP2/ domingo, 29 - 23h50)

Ivan Lins - Viva Ivan

 

Concerto do músico e compositor Ivan Lins, um dos artistas brasileiros de maior sucesso, realizado no Centro Cultural de Belém, em Lisboa, em Maio de 2017.

 

Na companhia de um quarteto de luxo e dos convidados portugueses António Serrano, Sofia Vitória, Ricardo Ribeiro, Agir, Paulo de Carvalho e Rui Veloso, Ivan Lins apresenta novos temas e grandes êxitos da sua carreira, canções que se renovam através dos anos sem nunca perder a originalidade. 


Como cantor e compositor, Ivan Lins criou inúmeros sucessos. Com uma estrondosa repercussão mundial, foi gravado por grandes artistas da cena internacional, editou dezenas discos e foi várias vezes nomeado e vencedor dos Grammys Latinos.

27
Out17

CINE TV: Como Desenhar um Círculo Perfeito (RTP2/ sábado, 28 - 00h20)

Como Desenhar um Círculo Perfeito

 

Ano: 2009

Realização: Marco Martins

Argumento: Marco Martins e Gonçalo M. Tavares

Música: Bernardo Sassetti

 

Elenco: Rafael Morais, Joana de Verona, Beatriz Batarda, Daniel Duval, Gonçalo Waddington, Albano Jerónimo, Lourdes Norberto, João Pedro Vaz, Catarina Mira, Thomaz Valentim, Joana Bárcia, Tiago Rodrigues, Carla Maciel, Carloto Cotta, Ricardo Sá, Alexandra Viveiros, Beatriz Afonso, Maria Antónia Gouveia, João Abel Baptista, Maria Manuela Ribeira, Pedro Rodrigues, Mónica Sintra

 

Sinopse: Numa sombria e decadente mansão, no centro da cidade de Lisboa, vivem os gémeos Guilherme (Rafael Morais) e Sofia (Joana de Verona), de 16 anos, e Leonor (Beatriz Batarda), uma mãe ausente, que delega nos dois filhos a responsabilidade de cuidarem da casa e de si próprios. Os dois cresceram habituados a depender apenas dos afectos um do outro e, de mãos dadas, vão despertar para a vida, para o amor e para a sexualidade. Sofia, desde pequena, prometeu a sua virgindade a Guilherme e essa será a obsessão do rapaz até ao dia em que ela decide cumprir com o prometido...

 

27
Out17

TV: Colecção de Amantes (RTP2/ sábado, 28 - 22h15)

Coleção de Amantes

 

Conceito e direcção: Raquel André

Co-criação e espaço cénico: Raquel André e Bernardo de Almeida

Colaboração artística: António Pedro Lopes

Música: Noiserv

Sonoplastia: Tiago Martins

Desenho de luz: Eduardo Abdala

 

Intérprete: Raquel André

 

Sinopse: Em quatro anos, Raquel André coleccionou 117 amantes em 8 cidades do mundo. Pessoas de todas as nacionalidades, géneros e idades. Enquanto isso, fez um documentário que explora o significado das relações.

 

Raquel André colecciona coisas raras. Entre Lisboa, Ponta Delgada, Rio de Janeiro, Loulé, Minde, Minho e Sever do Vouga já colecionou 117 amantes (até Maio de 2017), pessoas de todas as nacionalidades, géneros e idades, que aceitaram encontrar-se com ela num apartamento desconhecido para ambos e, numa hora, construíram uma intimidade ficcionada, capturada pela memória e por fotografias.

 

As fotografias e os detalhes destes encontros são o conteúdo do espectáculo, que conta o que esta colecção de relações pode significar.

 

O que estamos à procura quando encontramos alguém? Na era do e-mail, facebookinstagramtinder e grinder, tornámo-nos hábeis em ficcionar intimidades. Postamos o que comemos, o que beijamos, onde vamos, o que pensamos e lemos, o que gostamos e não gostamos… tudo traduzido em views, likes e comments.

 

A colecção de Raquel é o resultado de uma obsessão pelo fascínio dos terabytes de informação que existem no minúsculo movimento do outro. É uma reflexão sobre intimidade que é explorada de um para um e amplificada em palco, tudo real e tudo ficcionado.

 

Cada vez que a porta se abre para um novo amante, Raquel André cai no abismo que é o outro e ficção e realidade confundem-se. Cada encontro é real. O flirt é real. A intimidade parece ser mais real do que ficcionada. E Raquel, coleccionadora obcecada, guarda cada encontro na sua colecção peculiar, efémera e infinita.

 

Raquel tem 31 anos e um currículo como actriz que se divide entre séries de televisão e teatro experimental.

 

27
Out17

ESTREIA TV: Criar.pt (RTP1/ sábado, 28 - 12h05)

Criar.pt

 

 

Autoria: Joana Stichini Vilela

Realização: Filipa Gambino

Produção: Other Features

 

Já reparou nos objectos quotidianos que tornam o nosso quotidiano extraordinário? Peças que nos rodeiam, que muitas vezes passam despercebidas, mas que são não só criações geniais como criações de alguém. De um candeeiro a um mural, de um garfo a uma prancha de surf. Qual é a história daquele objecto? Como foi o projecto criativo? Dificuldades? Obsessões? Que percurso faz uma ideia desde que germina até ao momento em que ganha vida própria? Ouvimos a narrativa na primeira pessoa, observamos o criativo em acção, no seu espaço natural, seja ele de trabalho ou de inspiração. A linguagem visual é limpa e estilizada, o ritmo tranquilo e respirado, o tom intimista e contemporâneo. Cada episódio terá entre quatro e cinco minutos, num equilíbrio cuidado entre ambiente e informação.

 

1º episódio: Cerne - Samuel Reis

 

De troncos ocos de alfarrobeira, este jovem designer algarvio faz nascer garrafas, jarras e outros objectos de vidro. Um trabalho a dois - entre ele e a natureza - que envolve negociações, cedências e, sempre, um elemento de surpresa.

 

Cerne - Samuel Reis

 

 

Sábados, às 12h05, na RTP1.

26
Out17

CINE ESTREIA: "Todos os Sonhos do Mundo", de Laurence Ferreira Barbosa

Todos-os-Sonhos-do-Mundo-poster-pt.jpg

 

País: França

Realização: Laurence Ferreira Barbosa

Argumento: Laurence Ferreira Barbosa e Gillaume André

Montadora: Marie da Costa

Música original: Noiserv 

Produção: Paulo Branco (Alfama Films e Leopardo Filmes)

Locais rodagem: Alturas do Barroso (Boticas) e Salto (Montalegre)

 

Elenco: Paméla Ramos, Rosa da Costa, António Lima, Mélanie Pereira, Lola Vieira, Alexandre Prince (França), David Murgia (Bélgica)

 

Sinopse: Paméla é uma jovem portuguesa da segunda geração, nascida em França. No emaranhado das suas contradições, dos seus insucessos e do amor absoluto pela sua família, sente-se perdida e parece estar incapacitada de imaginar como poderia viver a sua vida... sobretudo porque só gosta de tocar piano e patinar no gelo. Vai, contudo, desbravar o seu próprio caminho entre França e Portugal.

 

O elenco do filme "Todos os Sonhos do Mundo" é composto, maioritariamente, por actores não profissionais portugueses e luso-franceses. 

 

 

laurence ferreira barbosa.jpg

 

Laurence Ferreira Barbosa, neta de um português, nasceu em Versalhes, França, em 1958. Depois de terminar o curso de cinema na universidade Paris VIII, e graças ao GREC (Groupement de Recherche et d’essais Cinématographiques), Laurence Ferreira Barbosa iniciou a sua carreira no cinema em 1983, com a curta-metragem Paris-Ficelle, bastante bem recebida e com a qual obteve o prémio especial do júri no Festival de Belfort. Seguiram-se duas outras curtas-metragens, igualmente premiadas, Adèle Frelon est-elle là?, Grande Prémio no Festival de Clermont-Ferrand, seguida por Sur les talus, nomeada para os Césares em 1987. Paralelamente, foi assistente de realização de Laurent Perrin e Michèle Rosier. Em 1993, realizou a sua primeira-longa metragem, As Pessoas Normais Não Têm Nada de Especial, produzida pelo português Paulo Branco. Depois disso, realizou mais longas e curtas-metragens, telefilmes e um episódio para a série de televisão Tous les garçons et les filles de leur âge... . Laurence Ferreira Barbosa é igualmente co-autora do documentário português Volta à Terra (2014), de João Pedro Plácido, vencedor do Prémio de Melhor Longa-Metragem Portuguesa no DocLisboa e seleccionado e premiado em dezenas de festivais internacionais de cinema.

 

Filmografia:

 

Todos os Sonhos do Mundo (2017)

Ou Morro ou Fico Melhor (2008)

Dix films pour en parler (curta-metragem, 2007)

Non (curta-metragem, 2005)

Ordo (2004)

Motus (telefilme, 2003)

La Vie Moderne (2000)

Detesto o Amor (1997)

As Pessoas Normais Não Têm Nada de Especial (1993)

Sur les talus (curta-metragem, 1986)

Adèle Frelon est-elle là? (curta-metragem, 1986)

Paris-Ficelle (curta-metragem, 1983)

26
Out17

DOC TV: A Arte da Luz tem 20.000 Anos (RTP2 - 23h35)

arte luz.jpg

 

Realização e Argumento: João Botelho

Produção: Ar de Filmes (Alexandre Oliveira)

 

Com: António Martinho Baptista, Joana Botelho, Cláudio da Silva, Ricardo Aibéo

 

Sinopse: "A Arte da Luz tem 20.000 Anos", do cineasta português João Botelho, leva-nos numa viagem à descoberta da origem da Arte, através das gravuras rupestres do Vale do Côa, legado de artistas com milhares de anos, classificado como Património Mundial da Humanidade.

 

"No Vale do Côa, a Arte da Luz no seu esplendor por todo o sempre diante de nós, mesmo para aqueles que ainda não viram, mas que seguramente farão a peregrinação obrigatória. Porque é de arte que se trata, e a arte é condição primordial da existência humana e da sua liberdade!" (João Botelho)


Com Joana Botelho, filha do realizador, e o arqueólogo António Martinho Baptista, na qualidade de director do Museu do Côa, visitamos o extraordinário conjunto de arte rupestre do Parque Arqueológico do Vale do Côa, passando por algumas zonas que não estão acessíveis ao público. O maior tesouro artístico de gravuras ao ar livre, uma arte de ambientes abertos que joga com a luminosidade, uma "Arte da Luz". 


Se o cinema ainda é descrito como uma arte jovem (por ter pouco mais de cem anos), as suas origens - a de contar histórias pela arte da luz e das sombras - vêm quase desde o início da existência humana. Luzes e sombras são uma mesma marca do cinema de João Botelho, buscando, desde sempre, um encontro com a pintura e o poder da sua encenação. Em "A Arte da Luz tem 20.000 anos", é esse cinema e o seu traço que encontra correspondência no Vale do Côa, lugar máximo de liberdade e expressão artística da paisagem portuguesa e mundial.

 

25
Out17

Banda Sonora "Paixão" (SIC)

paixão.jpg

 

                  Tema Genérico: "Paixão" - HMB

 

         "Loucos" - Matias Damásio (Angola) c/ Héber Marques

 

          "Gasosa" - Mastiksoul c/ Laton Cordeiro (Angola)

 

             "Problema de Expressão" - Sara Tavares

 

     "Ya Ya Ya" - Mickael Carreira c/ Sebastián Yatra (Colômbia)

 

"Nha Baby" - Nelson Freitas (Holanda/Cabo Verde) c/ Mayra Andrade (Cabo Verde)

 

          "Agulha no Palheiro" - Carlão c/ Bruno Ribeiro

 

        "Treat You Better" - Shawn Mendes (Canadá/ Portugal)

 

        "Flor sem Tempo" - Paulo de Carvalho c/ Diogo Piçarra

 

                             "Deixar Cair" - Salto

 

                    "A Day of Sun" - Alexander Search

 

             "Se me deixasses ser" - Tiago Bettencourt

 

                                   "Quero Mais" - D8

 

                                  "Já Não" - ÁTOA

 

                        "Mal de Amor" - Fado Lelé

 

             "Paper Roses" - KURA c/ Melody Noel (EUA)

 

 

25
Out17

ESPECTÁCULO SOLIDÁRIO: Ricardo Araújo Pereira - Uma Conversa Sobre Assuntos

rap solidário.jpg

 

«Uma Conversa Sobre Assuntos é um espectáculo que, em princípio, tem tudo para agradar a quem aprecia assuntos. De resto, ninguém sabe muito bem em que consiste. Nem mesmo o próprio autor – que, por causa das circunstâncias que todos conhecemos, teve de inventar rapidamente uma maneira de encher 90 minutos.»

 

O humorista Ricardo Araújo Pereira vai percorrer várias localidades afectadas pelos incêndios do passado dia 15 de Outubro. Toda a bilheteira reverte a favor das vítimas dos incêndios das regiões afectadas.

 

Espectáculos:

 

26 Outubro - Centro de Artes e Espectáculos, Figueira da Foz

27 Outubro - CineEco, Seia

10 Novembro - Teatro José Lúcio da Silva, Leiria

11 Novembro - Auditório do ACERT, Tondela

15 Novembro - Teatro Viriato, Viseu

17 Novembro - Paços do Concelho, Proença-a-Nova

24 Novembro - Centro Cultural, Tábua

26 Novembro - Cine-Teatro, Lousã

24
Out17

Actor português integra elenco da série norte-americana "The Gifted"

 

E há mais um actor português a dar cartas na ficção norte-americana! Dinarte de Freitas integra o elenco da série "The Gifted", que estreou na FOX Portugal no passado dia 3 de Outubro. 

 

"The Gifted", do canal norte-americano FOX, conta a história de um casal suburbano cuja vida banal é abalada pela descoberta repentina de que os filhos têm poderes mutantes. É no submundo que os pais vão procurar a ajuda que precisam para garantir a sobrevivência dos filhos e é lá que vive "Pedro", personagem interpretado por Dinarte de Freitas. 

 

Dinarte de Freitas nasceu no Funchal, em 1980. Aos 16 anos, começou a sua formação como actor de teatro e, aos 22 anos, foi para Nova Iorque estudar no prestigiado The Lee Strasberg Theater & Film Institute. Em Portugal, os seus mais recentes trabalhos foram na primeira temporada da série "Ministério do Tempo", da RTP1, onde interpretou Fernando Pessoa, e no filme "Índice Médio de Felicidade", que estreou nas salas de cinema no fim de Agosto. 

 

A série "The Gifted" pode ser vista às terças, na FOX, às 22h15.

 

dinarte gifted.jpg

Dinarte de Freitas na série "The Gifted"

 

Mais sobre mim

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2010
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D