Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

alma-lusa

alma-lusa

04
Jul17

LETRAS LUSAS: "Salvador Sobral - Coração de Herói", de Maria Milene Tavares

salvador sobral.jpg

 

Editora: Contraponto

 

Sinopse: Um conto de fadas da vida real! Nada menos do que isso. A vitória de Salvador Sobral no Festival da Eurovisão, em Kiev, foi uma vitória à revelia de tudo aquilo em que o evento se transformou nos últimos anos. Como nos contos de fadas em que só um rapaz de coração puro pode obter o tesouro ou salvar a princesa, aqui também foi a autenticidade a sobrepor-se às aparências. Sem truques ou correrias, sem espalhafato ou macacadas, Salvador chegou só com a força de uma melodia lindíssima e o poder de uma interpretação sentida. Foi o suficiente para toda a Europa (e o mundo) se render ao novo herói dos portugueses. 

 

Salvador nunca se coibiu de dizer tudo o que pensa. Num estilo descontraído e desconcertante, surpreendeu tudo e todos. Com a sua personalidade genuína, a sua crença de que o que importa é a música e não o embrulho, expôs a superficialidade do mundo de estrelas instantâneas que desaparecem numa questão de meses. Salvador Sobral é um músico a sério que leva a música a sério.

 

A vitória ocorreu num dia especial para os crentes católicos, o 13 de Maio, mas Salvador não precisou de um milagre. Um milagre, e uma grande injustiça, teria sido se ele não ganhasse. Só que desta vez, no final, as lágrimas portuguesas foram todas de alegria. As lágrimas de um povo que, devagar, está a aprender a amar-se a si mesmo. Como escreveu Miguel Esteves Cardoso: «Viva Salvador Sobral! Que nunca mais pare quieto.»

 

 

04
Jul17

NOVO ÁLBUM: "Pontos nos Is" - Os Quatro e Meia

 

 

Concertos:

 

14 Julho - MEO Marés Vivas (Vila Nova de Gaia)

15 Julho - FNAC Norte Shopping (Matosinhos)

22 Julho - FICA Vouga (Sever do Vouga)

29 Julho - Festival de Lavre (Montemor-o-Novo)

31 Julho - Festas Nossa Sra do Amparo (Mirandela)

4 Agosto - Feira Enchidos, Queijo e Mel (Vila de Rei)

12 Agosto - Festival "O Sol da Caparica" (Costa de Caparica)

14 Agosto - Festival Músicas de Verão (Coja, Arganil)

9 Setembro - Centro de Artes e Espectáculos (Figueira da Foz)

30 Setembro - Cine-Teatro Avenida (Castelo Branco)

13 Dezembro - Casa da Música (Porto)

26 Janeiro - Convento São Francisco (Coimbra)

 

 

04
Jul17

Medina Carreira (1931 - 2017)

medina carreira.jpg

 

Faleceu ontem, aos 85 anos, o fiscalista e antigo Ministro das Finanças Medina Carreira.

 

Henrique Medina Carreira nasceu a 14 de Dezembro de 1931 em Bissau, capital da Guiné-Bissau, antiga colónia portuguesa. Aos 11 anos, veio para Portugal e ingressou nos Pupilos do Exército, onde completou um bacharelato em Engenharia Mecânica. Licenciou-se ainda em Direito pela Faculdade de Direito da Universidade de Lisboa. Também estudou Economia no Instituto Superior de Ciências Económicas e Financeiras, mas não concluiu a licenciatura. 

 

A sua carreira foi dedicada à advocacia, à consultoria em empresas e à docência universitária, tendo dado aulas no Instituto Superior de Gestão, no Instituto Universitário de Lisboa e no Instituto de Estudos Superiores Financeiros e Fiscais. 

 

Militante do Partido Socialista, em 1975 é-lhe atribuído o cargo de Subsecretário de Estado do Orçamento, no VI Governo Provisório, que deixou passado pouco tempo para assumir as funções de Ministro das Finanças do I Governo Constitucional, entre Julho de 1976 e Janeiro de 1978, quando Mário Soares era primeiro-ministro. 

 

Foi membro do Conselho Superior dos Tribunais Administrativos e Fiscais, membro do Conselho Fiscal da Fundação Oriente, vice-presidente do Conselho Nacional do Plano, vogal do Conselho de Administração da Expo'98, presidente da Comisssão de Reforma da Tributação do Património, presidente da Direcção da Caixa de Previdência dos Advogados e Solicitadores e vogal do Conselho Superior da Companhia de Seguros Sagres.

 

Medina Carreira era uma voz crítica e analítica da situação económica e social do país. Foi criador e comentador permanente do programa "Plano Inclinado", transmitido na SIC Notícias entre Novembro de 2009 e Fevereiro de 2011. Desde 2011, era o comentador principal do programa "Olhos nos Olhos", da TVI24, onde, semanalmente, analisava os grandes problemas financeiros e económicos do País e do Mundo. 

 

Mais sobre mim

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2014
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2013
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2012
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2011
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2010
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D