Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

alma-lusa

alma-lusa

22
Jun16

David Ribeiro Telles (1927 - 2016)

david rt.png

 

Faleceu na passada segunda-feira, aos 88 anos de idade, o antigo cavaleiro tauromáquico e ganadeiro David Ribeiro Telles. 

 

David Ribeiro Telles nasceu a 11 de Novembro de 1927, em Almeirim. Cresceu numa família de lavradores que também criava cavalos e toiros de lide e o seu avô materno, o cavaleiro tauromáquico amador David Luizello Cardigo Godinho, foi uma das suas maiores influências. A primeira corrida em que David Ribeiro Telles toureou foi a 17 de Agosto de 1945, em Coruche. A 18 de Maio de 1958, recebeu a alternativa de cavaleiro tauromáquico no Campo Pequeno, em Lisboa, tendo como padrinho Alberto Luís Lopes. 

 

Além das praças de toiro portuguesas, David Ribeiro Telles também actuou em Espanha, França, Angola, Moçambique, Macau. 

 

David Ribeiro Telles era um dos maiores nomes da tauromaquia portuguesa e, a partir da Herdade da Torrinha, em Coruche, ensinou várias gerações de cavaleiros tauromáquicos, entre eles filhos e netos. Patriarca de uma das famílias mais tradicionais da tauromaquia nacional, entre os vários filhos e netos há alguns que também se destacam como cavaleiros tauromáquicos: os filhos António e João Ribeiro Telles e os netos João Ribeiro Telles Jr. e Manuel Telles Bastos. Outro dos seus netos, António Telles Bastos, é bandarilheiro.

 

David Ribeiro Telles recebeu a Medalha de Mérito Cultural do Ministério da Cultura, em 1991, e foi condecorado com a Ordem do Infante D. Henrique, em 1999.

 

22
Jun16

CINE TV: "J.A.C.E." c/ Diogo Infante (RTP2 - 23h00)

J.A.C.E..jpg

 

Ano: 2014

País: Grécia/Turquia/Macedónia

Realização: Menelaos Karamaghiolis (Grécia)

Elenco: Alban Ukaj, Argyris Xafis, Diogo Infante (Portugal), Ieronymos Kaletsanos, Kora Karvouni, Minas Hatzisavvas, Stefania Goulioti

 

Sinopse: De origem grega, Jace é um rapaz órfão que cresce em Gjirokaster (Argyrokastron), na Albânia. A sua família adoptiva é abatida pela máfia albanesa e ele cai numa rede de tráfico de crianças. Jace é levado para Atenas, na Grécia. Aqui começa a Odisseia invertida. A fuga é constante. Sempre perseguido pelos bandidos, enfrentando diversos desafios, Jace parece nunca conseguir encontrar um novo lar. De um circo para um bordel, Jace perde-se em redes de prostituição juvenil e, cada vez que um lar lhe parece sorrir, algo sucede. Um crime, um homicídio ou apenas o acaso o afastam da felicidade. A síndrome de J.A.C.E. (Just Another Confused Elephant) explica como jovens elefantes, crescendo órfãos, em condições de cativeiro e privados do modelo paternal, se tornam particularmente agressivos e perigosos.

 

O filme "J.A.C.E." conta com a participação do actor português Diogo Infante, no papel de "Nikolas".

 

DIOGO INFANTE JACE.jpg

 

Diogo Infante no filme "J.A.C.E." 

 

 

21
Jun16

EURO 2016: Hungria x Portugal (RTP1 e Sport TV1/ 4ª, 22 - 17h00)

HUNPOR.jpg

 

Depois dos inesperados empates nos dois primeiros jogos, Portugal quer mostrar o seu valor e vencer a Hungria para se apurar para os oitavos-de-final do Campeonato Europeu de Futebol 2016. A partida irá disputar-se no Parque Olympique Lyonnais, em Lyon.

 

O jogo Hungria x Portugal realiza-se esta quarta-feira, tem início às 17h00 e será transmitido pela RTP1 e Sport TV1.

 

FORÇA, PORTUGAL!!!

 

21
Jun16

CINE ESTREIA: "Portugueses do SoHo", de Ana Ventura Miranda (Centro Cultural de Belém, Lisboa - 23 Junho, 21h00)

portugueses do soho.jpg

 

Realização: Ana Ventura Miranda

Produção: Arte Institute

Textos e narração: José Luís Peixoto

Banda sonora original: Rita Redshoes

 

Sinopse: O documentário "Portugueses do SoHo - Uma história que mudou de geografia", um filme de Ana Ventura Miranda com a produção do Arte Institute, conta a história dos emigrantes portugueses que chegaram ao SoHo após a Segunda Guerra Mundial. Através da sua história, descobrimos a história deste bairro, bem no coração de Manhattan e da cidade de Nova Iorque. Este documentário visa ser a voz e o registo inédito da vida destes portugueses, dando a conhecer a portugueses e americanos uma presença desconhecida por muitos. A banda sonora do filme é da autoria da cantora Rita Redshoes e o escritor José Luís Peixoto foi o autor dos textos do filme e o narrador dos mesmos.

 

 

 

Ana Ventura Miranda nasceu em Torres Vedras, em 1977. Iniciou a sua carreira como actriz e produtora e, ao mudar-se para Nova Iorque em 2006, exerceu como jornalista para a televisão portuguesa, mantendo a sua ligação com a comunidade artística de Nova Iorque e evoluindo enquanto produtora e realizadora. O seu percurso passou ainda pela Rádio ONU, pela Missão Permanente de Portugal junto das Nações Unidas e pela emblemática Sonnabend Gallery. Em 2011, Ana Ventura Miranda fundou o Arte Institute, um instituto independente, sem fins lucrativos, para a internacionalização da arte contemporânea portuguesa. Ana Ventura Miranda tem sido responsável pela organização de diversos eventos culturais nos Estados Unidos, Portugal, Brasil, Reino Unido, Angola e França, incluindo o NY Portuguese Short Film Festival, as Summer Nights Series at Union Square Park, a Semana José Saramago em NY, Pessoa in New York, Arte Institute Contemporary Dance at Alvin Ailey, Mulheres Portuguesas na América, entre vários outros.

 

20
Jun16

LETRAS LUSAS: "Os Últimos Dias do Rei", de Nuno Galopim

ultimos dias rei.jpg

 

 

Sinopse: Twickenham, 1932. Um jornalista vindo de Lisboa apresenta-se em Fulwell Park, a residência de D. Manuel II, que há 22 anos vive no exílio, em Inglaterra. Apresenta-se ao monarca para o entrevistar e com o projecto de uma biografia nas mãos. O rei recebe-o mas, embora visivelmente exausto, percorre memórias dia após dia, discute o presente com o visitante. Morre, contudo, inesperadamente, antes do trabalho concluído e nem a entrevista nem o livro chegam a ser publicados. Mais de oitenta anos depois, em 2016, um jovem português recebe um inesperado presente da dona da casa londrina onde está instalado: uma mala antiga cheia de papéis. A mala, explica-lhe a senhora, pertencera a um inquilino que habitara o mesmo quarto que ele agora ocupa. Era também português, fora ali para entrevistar D. Manuel II e acabara por acompanhar os últimos dias do antigo soberano. Naquela mala estão as memórias da etapa final da vida de um rei que recebeu o trono aos 18 anos, quando o pai e o irmão foram assassinados no Terreiro do Paço, em Lisboa, e que, dois anos e oito meses depois, foi derrubado pela revolução republicana. Afastado, atormentado pela saudade, encontrara nos livros e num trabalho feito entre hospitais durante a Grande Guerra o ânimo que os dias de céu cinzento e chuva não lhe davam na região onde residia. Entre as memórias guardadas na mala está também a chave para a descoberta de uma personagem fascinante da qual aquele jovem, como tantos outros portugueses, sabem o nome mas, na verdade, mal conhecem.

 

 

Nuno Galopim nasceu em Lisboa, em 1967. Começou por traçar um futuro nas ciências, mas o jornalismo, a rádio e, sobretudo, a música e o cinema acabaram por falar mais alto. Com 27 anos de carreira nos media, escreve hoje no Expresso, Blitz, Time Out e Metropolis e é autor dos blogues Sound + Vision e Máquina de Escrever. Tem trabalho na música (do álbum Humanos à série O Melhor do Pop-Rock Português) e no cinema (como actor, produtor, consultor e programador, estando a preparar a sua primeira obra na realização). Nos livros estreou-se, era ainda aluno de Geologia, com "Vida e Morte dos Dinossáurios" (1992), em co-autoria com o pai, o Professor Galopim de Carvalho. É o autor dos livros "Retrovisor: Uma Biografia Musical de Sérgio Godinho" (2005), "Os Marcianos Somos Nós" (2015) e "The Gift – 20" (2015) e colaborou na "Enciclopédia da Música Ligeira Portuguesa". "Os Últimos Dias do Rei" é a sua primeira obra de ficção.

18
Jun16

CINE TV: "O Filho de Deus" c/ Diogo Morgado (Cinemundo/ domingo, 19 - 17h20)

filho deus cinemundo.png

 

Ano: 2014

País: EUA

Realização: Christopher Spencer

Elenco: Diogo Morgado (Portugal), Amber Rose Revah, Sebastian Knapp, Darcie Lincoln, David Rintoul

 

Sinopse: Com o português Diogo Morgado a liderar um importante elenco internacional, o filme relata-nos a história da vida de Jesus Cristo contada a partir das suas humildes origens e culminando nos seus ensinamentos, crucificação e posterior ressurreição. Diogo Morgado interpreta Jesus Cristo no filme norte-americano "O Filho de Deus".

 

Mais sobre mim

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2024
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2023
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2022
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2021
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2020
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2019
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2018
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2017
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2016
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2015
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2014
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2013
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2012
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2011
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D
  183. 2010
  184. J
  185. F
  186. M
  187. A
  188. M
  189. J
  190. J
  191. A
  192. S
  193. O
  194. N
  195. D
Em destaque no SAPO Blogs
pub