Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

alma-lusa

alma-lusa

06
Jan15

CINE TV: A Última Vez Que Vi Macau (RTP2 - 00h20)

ultima macau.jpg

 

 

Ano: 2013

Realização: João Pedro Rodrigues e João Rui Guerra da Mata

Elenco: Cindy Scrash, João Pedro Rodrigues, João Rui Guerra da Mata, Lydie Barbara

 

Sinopse: Trinta anos depois, estou a caminho de Macau, onde não voltava desde criança. Recebi um e-mail, em Lisboa, da Candy, uma amiga da qual não sabia nada há anos. Ela contou-me que se tinha envolvido, uma vez mais, com os homens errados e pediu-me que fosse para Macau, onde "coisas estranhas e assustadoras" estavam a acontecer. Cansado, depois de um longo voo, chego a Macau a bordo do barco que me levará de volta ao tempo mais feliz da minha vida.

 

06
Jan15

ESTREIA TV: Literatura Agora (RTP2 - 23h00)

RTP2 - Literatura Agora - Estreia

 

Literatura Agora é isso mesmo, um programa de Literatura com apresentação de Pedro Lamares. A palavra escrita está portanto em primeiríssimo lugar. Cada episódio tem dois momentos de elogio à obra literária, com excertos de poesia e de prosa escolhidos e ditos por Pedro Lamares e Filipa Leal. A eles se juntam reportagens com a ambiciosa pretensão de abarcar o vasto universo da literatura: quem a escreve, quem a diz, quem a serve, quem a traduz e quem a guarda. A literatura na música, no cinema, no quotidiano e como inspiração para os mais variados criadores. Ao longo de cada emissão, tempo ainda para abordar alguns dos grandes temas da literatura, bem como a história e as estórias de livrarias, bibliotecas e outros tantos espaços com livros dentro.

 

Terças-feiras, às 23h00, na RTP2.

06
Jan15

ESTREIA TV: Paradoxo da Tangência - T3 (Canal Q - 23h00)

Paradoxo da Tangencia.jpg

 

O programa "Paradoxo da Tangência" está de volta ao Canal Q para uma terceira temporada.

 

Entrevistas poderosas e viscerais em que grandes vultos artísticos e intelectuais se dão a conhecer como seres tangíveis. Eduardo Jaime em toda a sua avassaladora experiência e sem recurso ao escudo fácil do humor vai, mais uma vez, alterar por completo a face da cultura.

 

A terceira temporada de "Paradoxo da Tangência" estreia esta noite e tem como convidada a apresentadora Sílvia Alberto. Terças-feiras, às 23h00, no Canal Q.

 

 

05
Jan15

Avenida Eusébio da Silva Ferreira inaugurada em Lisboa

 

 

No dia em que se assinala um ano sobre a morte de Eusébio, foi inaugurada a avenida com o seu nome, junto ao Estádio da Luz, em Lisboa. A avenida Eusébio da Silva Ferreira, antiga General Norton de Matos, passa a ser também a morada do estádio do Benfica.

 

Esta foi a última cerimónia pública de homenagem a Eusébio no dia de hoje. De manhã, houve ainda uma missa e uma cerimónia no cemitério do Lumiar, onde está sepultado o maior nome do futebol português.

 

Eusébio da Silva Ferreira foi o primeiro grande jogador português e o primeiro de origem africana a ter sucesso no futebol mundial. Nasceu a 25 de Janeiro de 1942 em Maputo, capital de Moçambique, antiga colónia portuguesa. Aos 18 anos, veio para Portugal para jogar no Benfica, clube onde jogou durante 15 anos e onde conquistou vários títulos nacionais e internacionais, tendo-se tornado o maior símbolo do clube encarnado. Foi 64 vezes internacional pela Selecção Nacional, tendo marcado 41 golos ao serviço da equipa das quinas.

 

O maior jogador de futebol português é também um dos maiores do mundo e, um ano após o seu desaparecimento, dá o nome à avenida onde se situa o estádio do clube que amava e que tanto o ama, Sport Lisboa e Benfica!

 

Eusebio001.jpg

Eusébio da Silva Ferreira (1942-2014)

05
Jan15

Bailarino português é uma das figuras mais promissoras de 2015 para jornal britânico

marcelino-sambe-strong-man_1000.jpg

 

O jornal britânico "The Independent" elaborou uma lista das 10 personalidades do mundo das artes a seguir em 2015 e, entre elas, está o bailarino português Marcelino Sambé, ao lado de nomes como Maisie Williams, actriz da série "A Guerra dos Tronos", Eliza Robertson, escritora, Elektra B, artista, ou Max Hoehn, director de ópera.

 

Marcelino Sambé, de 20 anos, é, actualmente, primeiro bailarino do Royal Ballet de Londres. Filho de pai guineense e mãe portuguesa, Marcelino Sambé nasceu em Lisboa, em 1994, no dia 29 de Abril (Dia Mundial da Dança), e cresceu em Paço de Arcos, no concelho de Oeiras. Estudou no Conservatório de Dança de Lisboa e na The Royal Ballet Upper School. Em 2012, entrou para a companhia britânica Royal Ballet de Londres, onde permanece até hoje.

 

Sobre o bailarino português, escreveu o jornal "The Independent", justificando a sua escolha: "É o tipo de bailarino que chama a atenção até nos pequenos papéis. (...) Sambé tem uma técnica impressionante, combinada com energia e presença em palco. É ainda um promissor coreógrafo, seleccionado pela Youth Dance England e a criar trabalhos para o programa Draft Works do Royal Ballet".

 

O bailarino português já conquistou vários prémios internacionais, como a medalha de prata na Competição Internacional de Ballet de Moscovo (2008), o primeiro prémio no Youth American Grand Prix (2009) e uma medalha de ouro e distinção especial na Competição Internacional de Ballet EUA (2010).

 

No próximo mês, Marcelino Sambé irá mostrar o seu talento na produção do "Lago dos Cisnes", do Royal Ballet de Londres, integrada na programação da prestigiada Royal Opera House.

 

05
Jan15

TEATRO: Nuno Artur Silva - A Sério? (Teatro-Estúdio Mário Viegas - Lisboa/ 7 a 10 Janeiro)

Nuno-Artur-Silva-e-Dead-Combo4_770x433_acf_cropped

Nuno Artur Silva, Dead Combo e António Jorge Gonçalves

 

Solo: Nuno Artur Silva

Desenho em tempo real: António Jorge Gonçalves

Música ao vivo: Dead Combo

 

Sinopse: Nas últimas três décadas, Nuno Artur Silva foi autor, editor, director criativo, produtor, apresentador, agente, empresário, mentor... de inúmeros programas e projectos da área do entretenimento e da comédia. Estreia-se agora a solo numa apresentação que se poderia, à partida, descrever como uma mistura de stand-up comedy em fundo de fado vadio transviado com conferência motivacional sem motivo aparente e manifesto literário dançante - e em que, obviamente, falará de muitas coisas de que se espera que fale e de que outras de que nem por isso ou, como é costume, provavelmente não. A verdade é que logo se verá. Em todo o caso trata-se de algo que toda a gente o tem vindo a aconselhar a não fazer.

 

03
Jan15

DOC TV: Nós, os Chineses (RTP2/ domingo, 4 - 21h45)

nos os chineses.jpg

 

Ano: 2013

Realização: Carlos Fraga

 

Sinopse: Vidas em busca da fortuna. Este filme é uma aproximação à comunidade chinesa a viver em Portugal, no qual se dá voz à experiência de ser Chinês neste país, às dificuldades, frustrações e expectativas. Embora estejamos muito perto e partilhemos o mesmo espaço territorial, a mesma sociedade, não nos conhecemos.


Vamos saber o que pensam dos portugueses, o que pensam deles próprios e como se sentem enquanto imigrantes em Portugal. É um documentário que procura conhecer e dar a conhecer, desmistificando e rompendo preconceitos, contribuindo para a aproximação e apelando ao diálogo cultural entre portugueses e chineses. É um apelo à tolerância.

 

03
Jan15

CINE TV: 7 Pecados Rurais (RTP1/ domingo, 4 - 21h15)

pecados rurais.png

 

Ano: 2013

Realização: Nicolau Breyner

Elenco: João Paulo Rodrigues, Pedro Alves, Melânia Gomes, Alda Gomes, Patrícia Tavares, José Raposo, Nicolau Breyner, Cátia Nunes, Quim Barreiros, Paulo Futre

 

Sinopse: Quim e Zé vão buscar duas primas afastadas de Lisboa, que pretendem reviver o Verão louco de há dois anos em Curral de Moinas, mas esbardalham-se fatalmente num rebanho de ovelhas. Quando chegam ao Céu, Deus oferece-lhes uma segunda oportunidade de voltar a Curral de Moinas. Terão de lhe provar que abdicarão de uma vida amoral e libertina, renunciando aos sete pecados capitais: luxúria, gula, ira, inveja, avareza, soberba e preguiça. Isto, por si, já seria um desafio quase impossível mas, para tornar tudo mais animado, cada vez que Quim e Zé vacilam perante o pecado são chamados "lá acima" ou vem Deus "cá abaixo". Será que Quim e Zé resistem à avalanche de tentações que lhes são oferecidas?

 

03
Jan15

DOC TV: Alentejo, Alentejo (RTP2/ domingo, 4 - 13h40)

alentejo alentejo.jpg

 

Ano: 2014

Realização: Sérgio Tréfaut

Com: Os Camponeses de Pias, Cantadores de Aldeia Nova de São Bento, Grupo da Casa do Povo de Serpa, Os Ceifeiros de Cuba, Grupo do Sindicato Mineiro de Aljustrel, Papoilas do Corvo, Coro Feminino Cantares de Alcáçovas, Os Rouxinóis da Damaia, Os Bubedanas

 

Sinopse: De origem popular, o cante alentejano sobrevive graças aos grupos que o cultivam no Alentejo e na periferia de Lisboa, os quais recapitulam em ensaio o repertório conhecido de memória, quase sem registo escrito ou sonoro e com reduzidas alterações criativas. No Alentejo, dezenas de grupos amadores reúnem-se regularmente para ensaiar antigos cantos polifónicos e para improvisar cantos sobre o tempo presente. Nascido nas tabernas e nos campos, cantado por camponeses e por mineiros, o cante alentejano deixou os campos e atravessou as fronteiras da sua região. Nas últimas décadas, com a diáspora alentejana, apareceram novos grupos na periferia industrial de Lisboa e em diversos países de emigração, acentuando o cante como traço identitário dos alentejanos onde quer que estejam. Este filme é uma viagem pelo Portugal contemporâneo, através de um modo musical único e dos seus intérpretes.

 

No passado dia 27 de Novembro, o Cante Alentejano foi eleito Património Cultural Imaterial da Humanidade pela UNESCO.

 

Mais sobre mim

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2010
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D