Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

alma-lusa

alma-lusa

27
Nov14

Cante alentejano eleito Património Cultural Imaterial da Humanidade

 

cante.jpg

 

E o Alentejo está em festa...! O cante alentejano foi, esta manhã, eleito Património Cultural Imaterial da Humanidade pela UNESCO, em Paris.

 

A candidatura do cante alentejano foi entregue a 28 de Março de 2013 no comité internacional da UNESCO que, há três semanas, classificou a mesma de "exemplar". As expectativas eram assim altíssimas para a decisão que foi conhecida hoje.

 

Há exactamente três anos, 27 de Novembro de 2011, Portugal viu o fado ser reconhecido Património Cultural Imaterial e agora essa distinção volta a ser dada a outra manifestação musical portuguesa. O secretário de estado da Cultura, Jorge Barreto Xavier, congratulou a decisão da UNESCO: "Trata-se do reconhecimento da importância de uma prática que é parte integrante da cultura portuguesa e que, apesar de nascida no Alentejo, é valorizada em todo o território nacional e, cada vez mais, a nível internacional. A importância do cante alentejano vai além da sua vertente cultural, integrando uma componente social muito forte que se manifestou ao longo de séculos de História e através da sua capacidade de transmissão geracional, que une cidadãos das mais diversas faixas etárias, tornando-os um veículo dinamizador de muitas comunidades." Também o primeiro-ministro Passos Coelho e o Presidente da República Cavaco Silva manifestaram a sua satisfação e orgulho pela distinção.

 

A candidatura do cante alentejano resulta do trabalho do Município de Serpa e dos Municípios do Baixo Alentejo, da Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional do Alentejo, da Direcção Regional de Cultura do Alentejo, da Entidade Regional de Turismo do Alentejo, da Comissão Nacional da UNESCO e dos grupos corais de cantadores e respectivas associações. Actualmente, existem mais de 150 grupos de cante em todo o Alentejo.

 

Esta manhã, em Paris, a candidatura portuguesa foi aprovada em apenas 5 minutos e, logo a seguir, o Grupo Coral e Etnográfico da Casa do Povo de Serpa, com os seus membros trajados a rigor, cantou a canção "Alentejo Alentejo".

 

Parabéns, Alentejo! Parabéns, Portugal!

 

 

 

27
Nov14

CINE ESTREIA: "Virados do Avesso", de Edgar Pêra

 

virados do avesso.jpg 

 

Realização: Edgar Pêra

Argumento: Henrique Dias, Frederico Pombares, Roberto Pereira

Elenco: Diogo Morgado, Jorge Corrula, Diana Monteiro, Nicolau Breyner, Marina Albuquerque, Nuno Melo, Rui Melo, Philippe Leroux, Álvaro Faria, Isabel Medina, Melânia Gomes, Miguel Borges, Rui Unas, Marco Paiva, José Wallenstein, Miguel Partidário, Vanessa Ferreira, Miguel Pereira

Participação especial: Anselmo Ralph (Angola), Bárbara Guimarães

 

Sinopse: João é um célebre escritor a atravessar uma enorme crise de criatividade. Também a sua vida afectiva vive momentos de dúvida. Um acontecimento muito invulgar fez com que João acordasse um dia sem saber se a pessoa que tem a seu lado na cama é aquela com quer continuar a partilhar a vida. João decide afastar-se e, livre de compromissos, assume-se como um verdadeiro solteiro folião. Quem vai aproveitar este desvio é Isabel, a escritora rival de João. Isabel só precisava de um deslize para, com a sua falta de escrúpulos, pisar João e ficar em vantagem. Conseguirá João recuperar a inspiração para terminar o seu livro? E se a única forma de o acabar for com a ajuda da sua família e do amor que deixou em standby?

 

edgar pera 2.jpg

Edgar Pêra

 

 

 

 

27
Nov14

Lídia Jorge distinguida com Prémio Luso-Espanhol de Arte Cultura

 

lidia_jorge_gf_20130217.jpg

 

A escritora portuguesa Lídia Jorge foi distinguida com o Prémio Luso-Espanhol de Arte Cultura 2014, atribuído pelo Ministério da Cultura espanhol e pela Secretaria de Estado da Cultura portuguesa.

 

O prémio foi atribuído por unanimidade por um júri composto por especialistas dos dois países que justificam a escolha da escritora portuguesa por "criar uma relação e vínculo de união entre Portugal e Espanha através da sua contribuição para o conhecimento mútuo de ambos os países" mas também "pelo valor da sua obra literária, que aborda algumas das questões fundamentais do nosso tempo".

 

O Prémio Luso-Espanhol de Arte Cultura foi criado em 2006, tem uma periodicidade bianual, e visa premiar a obra de um artista "que tenha contribuído para melhorar a comunicação e cooperação cultural entre Portugal e Espanha, reforçando os laços entre os dois países". Desde a sua criação, o prémio já distinguiu o poeta e tradutor português José Bento (2006), o professor e escritor espanhol Perfecto Cuadrado (2008), o arquitecto português Álvaro Siza Vieira (2010) e o realizador espanhol Carlos Saura (2012).

 

Lídia Jorge, de 68 anos, é um dos maiores nomes da literatura portuguesa contemporânea. A sua obra mais recente, "O Organista", uma  fábula sobre a criação do universo e a relação dos homens com Deus, foi lançada este ano.

27
Nov14

Sousa Veloso (1926 - 2014)

 Engenheiro Sousa Veloso

 

Faleceu, aos 88 anos, o engenheiro Sousa Veloso, que apresentou durante 30 anos o programa "TV Rural", na RTP.

 

José Sousa Veloso nasceu em 1926 e licenciou-se, em 1954, em Agronomia pelo Instituto Superior de Agronomia da Universidade Técnica de Lisboa. Terminada a licenciatura, começou a trabalhar como engenheiro agrónomo no Ministério da Agricultura.

 

No final dos anos 50, a RTP pediu a colaboração do Ministério da Agricultura para produzir programas de temática agrícola e Sousa Veloso ficou responsável pela elaboração de pequenos filmes dedicados a agricultores.

 

O programa "TV Rural" teve a sua primeira emissão em 6 de Dezembro de 1960 e só deixou de ser emitido a 15 de Setembro de 1990. Foram 30 anos e 1500 horas de emissão, que tornaram o "TV Rural" o programa de maior longevidade da televisão portuguesa e Sousa Veloso um dos rostos mais populares do pequeno ecrã.

 

Ao longo do tempo, Sousa Veloso passou a dedicar-se em exclusivo ao "TV Rural", programa que apresentava, produzia e realizava. Sousa Veloso foi ainda o primeiro apresentador português de televisão a citar os técnicos com quem tinha trabalhado, no final de cada reportagem.

 

Quando Portugal se despede de uma das mais emblemáticas figuras da televisão portuguesa, será recordada para sempre a forma como o engenheiro Sousa Veloso terminava os seus programas: "Despeço-me com amizade até ao próximo programa."

 

 

 

 

Mais sobre mim

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2014
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2013
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2012
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2011
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2010
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D