Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

alma-lusa

alma-lusa

03
Out14

LINHA DA FRENTE - Há Ouro na Baixa (RTP1/ sábado, 4 - 20h45)

 

A Baixa de Lisboa está a ser invadida pelos turistas. Por ar, terra e mar. Os visitantes chegam aos milhares. Os moradores e comerciantes partem. São cada vez menos os que habitam no coração da capital. Dos prédios onde viviam, de edifícios em ruínas, nascem agora todo o tipo de alojamentos turísticos: hotéis de charme ou de design, apartamentos e hostels. O negócio da hotelaria atrai cada vez mais investidores e já movimenta milhões de euros.

 

O "Linha da Frente" desta semana mostra-lhe a evolução hoteleira em curso na baixa pombalina e as consequências que tem para o turismo, os negócios, o urbanismo e para a economia da capital portuguesa. "Há Ouro na Baixa" é uma reportagem da jornalista Sandra Vindeirinho com imagem de Pedro Boa-Alma e Paulo Jorge.

 

 

03
Out14

LETRAS LUSAS: "Os Filhos Esquecidos do Império", de Joaquim Magalhães de Castro

 

Sinopse: Desde o início da expansão ultramarina no Oriente, alguns dos mais fascinantes episódios da História de Portugal foram protagonizados por actores à revelia da política oficial da Corte em Lisboa. Exploradores destemidos, nobres sem terras à procura de um reino, aventureiros sem medo, comerciantes ávidos ou meros soldados-da-fortuna partiram à descoberta do mundo e ficaram maravilhados com novas paisagens, novos costumes, novas gentes. Nos arredores de Malaca, estão ainda bem vivos os descendentes dos cavaleiros que, em 1511, com Afonso de Albuquerque, conquistaram esta importante praça-forte. Em várias aldeias do interior da Birmânia, a herança deixada pelos soldados de Filipe de Brito de Nicote , que ali chegaram há quatro séculos, continua a manter a sua identidade. Na ilha de Samatra, o tsunami de 2004 devastou a costa leste, fazendo desparecer praticamente uma comunidade luso-descendente ali instalada após um naufrágio ocorrido no século XVI. Desfeitos os sonhos, o que resta da presença portuguesa no Oriente? Neste livro, o viajante e investigador Joaquim Magalhães de Castro retrata a fantástica saga das comunidades que mantêm vivas a alma e o sangue portugueses em lugares recônditos do planeta, fazendo de "Os Filhos Esquecidos do Império" uma obra surpreendente e, ao mesmo tempo, fascinante.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Joaquim Magalhães de Castro nasceu nas Caldas de São Jorge, no concelho de Santa Maria da Feira. Escritor, jornalista independente, fotógrafo e investigador da História da Expansão Portuguesa, é autor dos livros Mar de Especiarias, Viagem ao Tecto do Mundo - O Tibete Desconhecido, No Mundo das Maravilhas, Oriente Distante e Na Senda de Fernão Mendes Pinto. Publicou ainda os álbuns fotográficos Os Bayingyis do Vale do Mu - Lusodescendentes na Birmânia, A Maravilha do Outro - No Rasto de Fernão Mendes Pinto e Sagres - Nossa Barca. É também autor dos documentários televisivos Bayingyi - A Outra Face da Birmânia, Himalaias - Viagem dos Jesuítas Portugueses e De um Lado para o Outro - Diários da Mongólia. Colabora na imprensa de Portugal e de Macau, onde habitualmente reside.

03
Out14

TV: Não Aceitamos Reservas - Lisboa (24Kitchen - 21h00)

Anthony Bourdain e o chef Henrique Sá Pessoa

 

O apresentador do programa, o chef Anthony Bourdain, visita diversos países à volta do mundo, onde é recebido por vários anfitriões que lhe apresentam a cultura e culinária locais.

 

No 4º episódio da 8ª temporada do programa norte-americano "No Reservations - Não Aceitamos Reservas", Anthony Bourdain vem a Lisboa provar marisco, sardinhas, ginjinha, miúdos, cabrito, bacalhau, pescadinhas de rabo na boca, conversar com os chefs José Avillez e Henrique Sá Pessoa, o escritor António Lobo Antunes (um dos seus preferidos) ou o humorista José Diogo Quintela e ouvir  a música dos Dead Combo e também fado, na voz de Carminho. De referir que, depois do episódio sobre Lisboa ter sido exibido nos EUA, os Dead Combo entraram para o top americano dos discos mais vendidos no iTunes, com dois álbuns: "Vol.1" e "Vol.2 - Quando a alma não é pequena".

 

A 8ª temporada do programa "Não Aceitamos Reservas" já foi exibida, em 2013, na SIC Radical e chega agora ao 24Kitchen. O episódio sobre Lisboa pode ser (re)visto esta noite, às 21h00.

02
Out14

CINE ESTREIA: "O Sonho Certo - Uma História do Algarve"

 

 

Realização: Kristjan Knigge

Produção: BJ Boulter

Elenco Principal: Mark Killeen, Lúcia Moniz (Portugal), Miguel Damião (Portugal), Ellie Chidzey, Beau McClellan

Restante elenco português: Rita Rodrigues, Corália Moreira, Bruno Vasconcelos, Pedro Frias, Ross Dias, António Bárbara Correia, Armando Henriques, Fernando Domingos, Júlia Correia Lagos, Pedro Pessoa, Jéssica Mota, Victorino Martins, Idalécia Fernandes, João Calvário

 

Sinopse: "O Sonho Certo - Uma História do Algarve" é um drama cómico sobre um ex-banqueiro quarentão que deixa a sua vida de Londres e vem para o Algarve reinventar-se como um agricultor de laranjas. Na tentativa de encontrar água para as suas árvores, salvar o casamento e fazer as pazes com o passado, descobre que, mudando de local e de carreira, a sua vida não muda como esperava. Descobre que a nova vida lhe traz perigos, mas também novos amigos. Concentra-se nas palavras de um dos mentores que encontra ao longo do caminho: «Às vezes um homem não precisa mudar o que faz, mas porque o faz.» "O Sonho Certo - Uma História do Algarve" é a primeira longa-metragem em idioma inglês inteiramente filmada no Algarve e cuja acção também decorre no sul de Portugal.

 

"O Sonho Certo - Uma História do Algarve" foi realizado por Kristjan Knigee e produzido pela sua mãe, BJ Boulter, ambos de nacionalidade britânica mas com coração algarvio. BJ Boulter, com cerca de 60 anos, nasceu na Tanzânia mas foi criada desde a adolescência na Praia da Rocha, concelho de Portimão, onde os seus pais, imigrantes britânicos, tinham um hotel. BJ Boulter vive há mais de vinte anos em Estômbar (Lagoa).

 

Kristjan Knigge, de 41 anos, filho de BJ Boulter e de pai dinamarquês, nasceu na Dinamarca, mas, com apenas 2 meses, veio para Portugal e foi criado na Praia da Rocha. Apesar de viver há vários anos na Holanda, tinha o sonho de filmar a sua primeira longa-metragem naquela que considera a sua terra: o Algarve. E assim nasceu o filme "O Sonho Certo - Uma História do Algarve", que conta no elenco principal com os actores portugueses Lúcia Moniz e Miguel Damião.

 

 

 

02
Out14

CINE ESTREIA: "Drácula - A História Desconhecida" c/ Joana Metrass

 

País: EUA

Realização: Gary Shore

Elenco: Luke Evans, Sarah Gadon, Diarmaid Murtagh, Dominic Cooper, Samantha Barks, Joana Metrass (Portugal)

 

Sinopse: A história original do homem que se tornou Drácula. Gary Shore realiza e Michael De Luca produz este épico de acção e aventura.

 

A actriz portuguesa Joana Metrass integra o elenco do filme "Drácula - A História Desconhecida", no papel de uma criada.

 

 

 

 

01
Out14

VISÃO História - Portugal durante a Grande Guerra

 

 

 
Portugal durante a Grande Guerra
 
 
Nas vésperas da I Guerra Mundial, um operário de Lisboa recebia em média 630 réis por dia. Dois anos mais tarde, em 1916, ano em que a Alemanha declara guerra a Portugal, o valor médio do ordenado diário aumentara para 1$00 - mas nem por isso as pessoas viviam melhor. O primeiro conflito mundial teria impacto no preço dos bens de primeira necessidade e na quantidade de alimentos disponíveis, provocando, no último ano da guerra, 1918, uma inflação de 292 por cento. A I Guerra afectou todos os portugueses, e não apenas as famílias dos cem mil homens que foram mobilizados. Pois é esse Portugal durante a guerra que descobrirá na VISÃO História agora à venda. Um retrato traçado por um grupo de investigadores e especialistas do Instituto de História Contemporânea (IHC) da Faculdade de Ciências Sociais e Humanas (FCSH) da Universidade Nova de Lisboa, dirigido por Maria Fernanda Rollo. A visão do quotidiano é-nos dada através de textos expressamente concebidos por Ana Paula Pires, Carina Azevedo, Fátima Mariano, Joana Dias Pereira, Margarida Portela, Maria Inês Queiroz e Rita Nunes.

 

Mas há ainda mais para ler nesta edição: histórias esquecidas da participação de portugueses no conflito, os combates em África, a odisseia dos prisioneiros portugueses nos campos de concentração em África, a detenção de alemães em Portugal, a saga do batalhão Casa Pia - o único batalhão escolar no mundo a participar na I Guerra.

 

 

01
Out14

Escritaria (Penafiel - 1 a 5 Outubro)

 

 

De 1 a 5 de Outubro, Penafiel volta a receber mais uma edição do Escritaria, festival literário em torno de um escritor de língua portuguesa vivo. Na edição de 2014, a homenageada é a escritora Lídia Jorge.

 

O festival abre esta quarta-feira, dia 1, com os roteiros "Escrita em Dia", que percorrem os vários sinais deixados no tecido urbanístico desde 2008, ano da primeira edição do Escritaria. Nas edições anteriores foram homenageados Urbano Tavares Rodrigues, José Saramago, Agustina Bessa-Luís, Mia Couto (Moçambique), António Lobo Antunes e Mário de Carvalho e, por toda a cidade, ficaram inscritas frases dos vários autores.

 

Até domingo, haverá teatro de rua, exposições de escultura e arte pública, uma exibição do filme "A Costa dos Murmúrios", de Margarida Cardoso (a partir de um romance de Lídia Jorge), e vários debates e conferências em que participarão Pilar del Río, Eunice Muñoz, José Fanha, António Carlos Cortez, Mário de Carvalho (o homenageado de 2013), Inês Pedrosa, Fernando Pinto do Amaral, Carlos Reis, Karin von Schweder-Schreiner, Maria Manuel Viana, Patrícia Reis e Pierre Léglise-Costa, entre outros.

 

Um dos momentos altos da programação será o lançamento do novo livro da escritora, "O Organista", no Museu Municipal de Penafiel, no sábado, dia 4, pelas 21h30. "O Organista" é um conto que encena a criação do mundo enquanto cosmogonia de fundo musical, transformada em fábula sobre a relação dos homens com Deus. A obra será apresentada pelo padre Anselmo Borges. No domingo, dia 5, à tarde, será ainda lançado o livro "Mário de Carvalho - Vida e Obra", uma recolha das intervenções da última edição, apresentada por Luís Ricardo Duarte.

 

Além das mesas-redondas, haverá ainda um modelo mais informal em que Lídia Jorge conversará com Fernando Alves, jornalista da TSF, na sexta-feira, dia 3, às 21h30.

 

Lídia Jorge nasceu em Boliqueime (Loulé), em 1946, e é um dos nomes mais importantes da literatura portuguesa.

 

 

 

Pág. 9/9

Mais sobre mim

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2017
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2016
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2015
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2014
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2013
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2012
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2011
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2010
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D