Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

alma-lusa

alma-lusa

01
Jul14

LETRAS LUSAS: "Uma Outra Voz", de Gabriela Ruivo Trindade

 

 

Sinopse: Cinco vozes, uma história de família que se cruza com um século de História de Portugal.

 

João José Mariano Serrão foi um republicano convicto que contribuiu decisivamente para a elevação de Estremoz a cidade e o seu posterior desenvolvimento. Solteiro, generoso e empreendedor como poucos, abriu lojas, café e uma oficina, trouxe a electricidade às ruas sombrias e criou um rancho de sobrinhos a quem deu um lar e um futuro. É em torno deste homem determinado, mas também secreto e contido, que giram as cinco vozes que nos guiam ao longo destas páginas, numa viagem que é, a um tempo, pessoal e colectiva, porque não raro as estórias dos narradores se cruzam com momentos-chave da História portuguesa. Assim, conheceremos um adolescente que espreitava mulheres nuas e ria nos momentos menos oportunos; a noiva cujos olhos azuis guardavam um terrível segredo; uma jovem apaixonada pela melhor amiga que vê a vida subitamente atravessada por uma tragédia; a mãe que experimentou o escândalo e chora a partida do filho para a guerra; e ainda a prostituta que escondia documentos comprometedores na sua alcova e recusou casar-se com o homem que a amava. Por fim, quando estas vozes se calam, é tempo de ouvirmos o protagonista através de um diário escrito noutras latitudes e ressuscitado das cinzas muitos anos mais tarde.

 

Baseado em factos reais, "Uma Outra Voz" é uma ficção que nos oferece uma multiplicidade de olhares sobre a mesma paisagem, urdindo a história de uma família ao longo de um século através das revelações de cada um dos seus membros, numa interessante teia de complementaridade.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Gabriela Ruivo Trindade nasceu em Lisboa em 1970. Licenciou-se em Psicologia e trabalhou como Psicóloga e Formadora Profissional até 1999. É mãe de dois filhos. Vive, desde 2004, em Londres, onde se dedica ao artesanato e escreve, paixão que a acompanha desde criança. Em 2011, o seu texto "Uma Mulher de Palavra" foi o primeiro vencedor do Desafio de Escrita - Micronarrativas, promovido pela ecO - Associação Cultural de Leiria e, posteriormente, publicado no jornal Região de Leiria. "Uma Outra Voz", que começou a ser escrito em 2008 e se baseia numa figura da sua família, é o seu primeiro romance e venceu o Prémio LeYa 2013.

 

 

 

01
Jul14

Carlos do Carmo distinguido com um Grammy pela sua carreira

 

 

O fadista Carlos do Carmo vai receber, em Novembro, um Grammy Lifetime Achievemet, um prémio à excelência musical que visa distinguir a sua carreira. A decisão foi tomado por unanimidade pelo Conselho Directivo da Academia Latina e foi comunicada ao fadista esta segunda-feira, 30 de Junho. É a primeira vez que um artista português recebe esta distinção, um prémio que celebra o conjunto de uma obra.

 

No comunicado da Academia, Carlos do Carmo é descrito como "um dos maiores fadistas do seu tempo". Nascido em Lisboa, a 21 de Dezembro de 1939, e filho da fadista Lucília do Carmo, Carlos do Carmo viveu no mundo do fado desde sempre, tendo na mãe uma das suas maiores referências. O seu pai, Alfredo de Almeida, foi também proprietário da casa de fados "O Faia", no Bairro Alto. A sua carreira profissional iniciou-se em 1964, estando a comemorar, em 2014, 50 anos de uma carreira riquíssima que o tornaram num dos grandes nomes do fado e numa grande referência para as gerações mais novas.

 

Neste ano em que se celebram os 50 anos de carreira de Carlos do Carmo, são várias as iniciativas que assinalam a data, como reedições históricas, concertos, o disco "Fado é Amor" em parceria com fadistas da nova geração, e a exposição "Carlos do Carmo - 50 Anos", patente na Cordoaria Nacional, em Lisboa.

 

O Grammy Lifetime Achievement Award será entregue a Carlos do Carmo no MGM de Las Vegas, nos EUA, no dia 19 de Novembro, no mesmo mês em que deverá estrear um documentário sobre a vida e obra do fadista, realizado por Ivan Dias. 

 

 

 

 

 

 
 

Pág. 12/12

Mais sobre mim

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2010
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D