Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

alma-lusa

alma-lusa

31
Mar14

Cantar Lisboa - Concerto por um Novo Futuro (MEO Arena - Lisboa/ 3 Abril, 21h30)

 

 

No dia 3 de Abril, no MEO Arena, em Lisboa, a solidariedade e a arte andarão de mãos dadas para, numa demanda solidária, intérpretes maiores da música contemporânea portuguesa contribuírem com o seu talento para uma noite inesquecível e que procurará ajudar muitas crianças e jovens, abrindo caminhos para um futuro risonho.

 

Num espectáculo apresentado pela dupla José Carlos Malato e Diamantina, o rol de convidados cantará Lisboa, numa diversidade de estilos que engrandecerá, artisticamente, o evento. O alinhamento será constituído por músicos de várias gerações e de registos distintos. Cada um dos artistas que subirá ao palco apresentará um tema do seu reportório, mas também, ao seu jeito, recriará e reinventará canções de outros que, elevando e homenageando a capital lusa, marcaram (marcam!) a história da música portuguesa. Fados, temas tradicionais e outros que fazem parte do universo pop de registo mais autoral, estas serão as Canções de Lisboa seleccionadas:

 

Miguel Araújo - Ai Margarida (Mário Laginha/Álvaro de Campos); Manuela Azevedo - Lisboa que Amanhece (Sérgio Godinho); Luísa Sobral - Lisboa Não Sejas Francesa (José Galhardo/Raúl Ferrão); Tiago Bettencourt - Lisboa Antiga (José Galhardo/Raul Portela); Ana Bacalhau - A Canção de Lisboa (Jorge Palma); Sara Correia - Lisboa e o Tejo (Mário Rainho/José Fontes Rocha); Gisela João - A Casa da Mariquinhas; António Zambujo - Alfama (Ary dos Santos/Alain Oulman); Carminho - Cabeça de Vento; Miguel Gameiro - Lisboa (Pólo Norte) e Paulo Gonzo - Noite das Sete Colinas.

 

Esta é a quarta edição dos Concertos por um Novo Futuro, da Associação Novo Futuro, cujas receitas revertem integralmente para a manutenção dos lares de acolhimento da instituição. A Associação Novo Futuro é uma instituição sem fins lucrativos que apoia jovens em risco através de oito lares de acolhimento localizados na área da Grande Lisboa e Vila Nova de Gaia.

31
Mar14

LETRAS LUSAS: "Colar de Flores Bravias", de Agustina Bessa-Luís

 

"Colar de Flores Bravias" é um conto inédito da escritora Agustina Bessa-Luís e é publicado esta segunda-feira, 31 de Março. O conto foi escrito em 1947, muitos anos depois de a autora abandonar a ficção luxuriante das suas primeiras criações romanescas, para nos relatar episódios do seu contacto com o mundo exterior. O conto narra a aventura de passeios improvisados, em férias escolares de Setembro e na companhia de uma prima convidada, através de uma quinta próxima das ruínas romanas da Cividade, ao norte de Bagunte (Vila do Conde).

 

O conto "Colar de Flores Bravias" é ilustrado por Mónica Baldaque, filha da autora, tem introdução de Alberto Luís, seu marido, e um estudo de análise do Professor José Carlos Seabra Pereira.

 

 

 

Agustina Bessa-Luís nasceu em Vila Meã (Amarante), em 1922. Viveu a infância e adolescência na região de Entre Douro e Minho e, mais tarde, em Coimbra. Desde 1948 que reside no Porto. Começou a escrever aos 16 anos e, desde então, manteve uma incansável e notável produção literária, correndo todos os géneros literários. Aos 81 anos recebeu o Prémio Camões. Reconhecida nacional e internacionalmente, tem significativa obra traduzida e adaptada ao cinema e ao teatro.

 

30
Mar14

Curta-metragem portuguesa vence prémio em festival francês

 

A curta-metragem "Metáfora ou a Tristeza Virada do Avesso", da realizadora portuguesa Catarina Vasconcelos, venceu o prémio de Melhor Curta Internacional no Cinema du Réel, em Paris, um dos mais importantes festivais de cinema documental a nível mundial.

 

O filme, de 32 minutos, tem como pano de fundo o 25 de Abril e conta a história dos pais da realizadora e da sua vivência do Portugal revolucionário de há 40 anos, numa viagem ao passado mediada pela troca de correspondência entre Catarina e o seu irmão, dez anos após a morte da mãe. De referir ainda que a edição deste ano do Cinema du Réel apresentou um ciclo, com cerca de 20 filmes, dedicado ao 25 de Abril, com o título "Uma Tentativa de Amor".

 

O filme "Metáfora ou a Tristeza Virada do Avesso" estreia em Portugal em Outubro, integrado na programação do DocLisboa.

 

30
Mar14

Jéssica Augusto vence Troféu Ibérico de 10.000 metros

 

A atleta portuguesa Jéssica Augusto venceu o Troféu Ibérico de 10.000 metros, que se realizou este sábado no Estádio 1º de Maio, em Lisboa. Jéssica Augusto concluiu a prova em 31.57, 02 minutos.

 

A prova masculina foi ganha pelo espanhol Alemayehu Bezabeh. Espanha conquistou também vitórias por equipas, tanto no sector masculino como feminino.

29
Mar14

Portuguesa brilha no "The Voice" da Suíça

 

Há uma portuguesa a dar que falar no programa de talentos "The Voice", na Suíça. Chama-se Carla Quartas, é uma arquitecta de 27 anos, natural do Porto, e vive há dois anos naquele país.

 

Carla Quartas concorreu ao programa e já ultrapassou as fases das audições cegas, tendo sido escolhida pela mentora Stefanie Heinzmann, e das batalhas, estando a um passo de integrar os concorrentes escolhidos para as galas.

 

De recordar que este domingo, 30 de Março, estreia, na RTP1, a segunda edição portuguesa deste programa. Com início às 21h00, "The Voice Portugal" tem apresentação de Catarina Furtado e Vasco Palmeirim e os mentores são os cantores Rui Reininho, Marisa Liz, Mickael Carreira e o angolano Anselmo Ralph.

 

 
 
28
Mar14

CINE ESTREIA: "J.A.C.E." c/ Diogo Infante

 

País: Grécia

Realização: Menelaos Karamaghiolis

Elenco: Alban Ukaj, Argyris Xafis, Diogo Infante (Portugal), Ieronymos Kaletsanos, Kora Karvouni, Minas Hatzisavvas, Stefania Goulioti

 

Sinopse: "J.A.C.E." narra a história de uma criança raptada por uma rede internacional de tráfico de menores, de um polícia que durante uma vida inteira procura encontrar estas crianças e de um perigoso submundo nos bastidores do circo. A síndrome de J.A.C.E. (Just Another Confused Elephant) explica como jovens elefantes, crescendo órfãos, em condições de cativeiro, e privados do modelo paternal, se tornam particularmente agressivos e perigosos. Com a participação do actor português Diogo Infante (no papel de "Nikolas"), o filme é uma co-produção da Grécia, Turquia e Macedónia.

 

Diogo Infante

 

 

 

 

Pág. 1/9

Mais sobre mim

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2014
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2013
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2012
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2011
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2010
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D