Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

alma-lusa

alma-lusa

04
Mar13

NOVOS TALENTOS - Nico Guedes

 

Nico Guedes, de 31 anos, pertence àquele tipo de criativos aos quais é difícil atribuir uma profissão ou um epíteto, tal a quantidade de actividades que desenvolve e de talentos que tem. Nascido no Porto, é, desde os 15 anos, baterista e percussionista e toca em quatro bandas portuguesas - Budda Power Blues, Pagú Escangalhado, Balão de Ferro e Monstro Mau -, com 11 discos editados, do blues à bossa nova, do rock ao funk luso-brasileiro.

 

É também escultor, realizador e director criativo de uma das poucas produtoras de filmes de animação (New Animation Lab) especializada na técnica de stop motion. De máquina fotográfica na mão, a fazer a vez da de filmar, dá vida e história a objectos e bonecos, em estúdio. Boa parte dos anúncios que podem ser vistos na televisão com bonecos, aspiradores, ferramentas ou móveis que mexem como que por magia são da sua autoria. Foi ele o realizador do videoclipe "Mundos Mudos", dos extintos Da Weasel, e ganhou em 2008 o prémio de melhor videoclipe de animação, no Festival Vimus, da Póvoa de Varzim, com "Mostro o meu Monstro Mau", do grupo Monstro Mau. Está agora em início de rodagem da curta-metragem "Barbel X", que mistura animação com actores reais. O próximo passo de Nico é uma longa-metragem de animação. "Tenho muitas histórias e bonecos para animar", diz.

 

Além de todas estas actividades, Nico Guedes começou a fabricar baterias, que constrói artesanalmente à medida e ao gosto de cada músico. Juntamente com um sócio, o engenheiro civil André Nunes, propôs-se produzir baterias "com o melhor som, a melhor estética e o melhor material do mercado". A piscar os olhos aos clientes profissionais e semi-profissionais. "Andei muitos anos à procura de uma bateria que me enchesse as medidas, com sonoridade vintage, bonita e diferente da maioria. Só encontrava modelos estandardizados, formatados com um som híbrido." Uma das suas baterias, que baptizou com o nome Catdrums, pode custar em média entre 2500 e 3000 euros.

 

(retirado do artigo "A vida de Nico é uma animação" publicado na edição nº 2105 da REVISTA do jornal Expresso)

 

 

 

 
 
 
04
Mar13

"A Música Portuguesa a Gostar Dela Própria" - São Goliardo

São Goliardo, alter-ego musical, criou-se no meio do blues estrangeiro e da canção portuguesa, entre viagens solitárias e companhias de momentos. O nome é ambíguo: São porque talvez queira uma espécie de santidade; Goliardo porque não deixa de amar as fugas que o criaram. Não há uma biografia porque, no fundo, cada tema é uma memória de aventura, um conto real de uma aventura passada. Sabe-se apenas que os acordes tocados e as palavras cantadas surgem de dentro, da alma, do coração e da vontade de serem escutados. Um Goliardo era, na Idade Média, um certo sujeito algo ligado a religião, mas antes de mais nada ligado à Música. Amava as tabernas, o álcool, a liberdade, a poesia e o erotismo (ou ainda mais do que isso). Clandestino com certeza, bêbedo e vagabundo, de Santo não tinha nada para além das suas Canções. O que mudou até hoje em dia, até este São Goliardo, foi um quase nada.

 

Filmado na antiga Rua da Liberdade, no bairro de Campo de Ourique, em Lisboa.

 

                                   "A noite é uma vaca preta"

 

"Cegueira"

 

03
Mar13

Sara Moreira campeã europeia dos 3000 metros de pista coberta

Sara Moreira Campeã Europeia dos 3000 metros de pista coberta

 

A atleta portuguesa Sara Moreira sagrou-se, esta manhã, campeã europeia dos 3000 metros em pista coberta, no campeonato que termina hoje em Gotemburgo, na Suécia.

 

Sara Moreira concluiu a prova em 8.58,50 minutos, com vantagem de dois segundos sobre a alemã Corinna Harrer. No terceiro lugar do pódio, ficou a irlandesa Fionnuala Britton, campeã europeia de corta-mato, com 9.00,54 minutos.

 

No final da prova, Sara Moreira falou com a RTP e Antena 1: ""Só (percebi que tinha ganho) no final, quando acabei em primeiro. Até aí, não sabia como ia a corrida,  acreditava que estava muito bem, que estava muito forte e com energias para  andar mais, se fosse preciso, mas não sabia atrás como é que vinha. Só quando  terminei em primeiro é que percebi que tinha sido a mais forte, a melhor".

 

Parabéns, Sara Moreira!

 

 

03
Mar13

ESTREIA TV: "Vermelho Brasil" c/ Joaquim de Almeida (RTP1 - 22h00)

 

Vermelho Brasil

 

A RTP e o produtor Leonel Vieira numa grandiosa co-produção internacional de quatro episódios que conta com um elenco de luxo, onde se destaca a presença de Joaquim de Almeida.

 

"Vermelho Brasil" retrata um dos episódios mais marcantes da História de Portugal: a tentativa, sem sucesso, da Coroa Francesa conquistar o Brasil aos portugueses, no século XVI.

 

A acção decorre em 1564 e recorda a invasão do Brasil pelos franceses, que traçaram planos para estabelecer uma colónia na baía de Guanabara, sob a alçada do império português. O português João da Silva (Joaquim de Almeida), instalado no seu forte e rodeado de índios e soldados ao seu serviço, torna-se o maior obstáculo ao plano de colonização dos franceses, mergulhados em guerras religiosas, de crenças e de poder. Uma história de proporções épicas sobre as origens do pensamento Imperialista.

 

Uma co-produção França/Brasil/Portugal com a participação da France2, TV Globo e RTP.

 

Domingos, às 22h00, na RTP1.

 

 

 

 
 
 
01
Mar13

"A Música Portuguesa a Gostar Dela Própria" - Pinto Ferreira

Têm nome de jogador de futebol, de empresário do Alto Minho ou até, se lhe juntarmos a devida designação, de Doutor (com ‘d’ grande). Mas isso é puro engano. Os Pinto Ferreira são uma banda pop. Em duo. Um é o Pinto, outro o Ferreira. Há neles qualquer coisa de uns Divine Comedy já idos, não só pela construção pop das canções mas também pela ironia que apresentam.

 

Filmado na Padaria do Povo, no bairro de Campo de Ourique, em Lisboa

 

                                  "Elogio da Estupidez"

 

                                      "Violinos no Telhado"

 

01
Mar13

Ilustração de André Carrilho na Vanity Fair de Março

 

O caricaturista e ilustrador português André Carrilho assina uma ilustração na edição de Março da revista norte-americana "Vanity Fair". A ilustração retrata artistas norte-americanos como os actores Brad Pitt, Angelina Jolie, Johnny Depp, Tom Hanks, Julia Roberts ou os cantores Jay-Z e Beyoncé, entre outros, numa praia de Malibu.

 

André Carrilho já colabora há vários anos com a revista norte-americana que, desta vez, lhe pediu uma ilustração de duas páginas para uma edição dedicada a Hollywood. O ponto de partida para o trabalho do caricaturista português foi uma ilustração de Miguel Covarrubias, publicada na revista em 1933, tendo como cenário uma praia em Malibu, na Califórnia, com o areal coberto por figuras famosas de Hollywood.

 

André Carrilho, de 38 anos, é um dos mais internacionais caricaturistas e ilustradores portugueses da actualidade e colabora com várias publicações nacionais e internacionais.

 

Pág. 8/8

Mais sobre mim

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2010
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D