Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

alma-lusa

alma-lusa

18
Mar11

Casa e Biblioteca de José Saramago abrem ao público

 

 

Nove meses depois da morte de José Saramago, falecido a 18 de Junho de 2010, a casa do escritor, em Tías, na ilha espanhola de Lanzarote, é hoje inaugurada oficialmente e, a partir da próxima 2ª feira, abrirá ao público com visitas guiadas.

 

"A Casa" - nome dado pelo escritor português e que se pode ler no letreiro por cima da campainha - recebe hoje vários amigos do Nobel português, editores de Portugal, Itália e Espanha, tradutores de José Saramago, o presidente da Câmara Municipal de Lisboa, António Costa, a vereadora da Cultura da Câmara de Lisboa, Catarina Vaz Pinto, e a directora da Casa Fernando Pessoa, Inês Pedrosa, que participam no evento oficial marcado para as 20h00. A filha do escritor, Violante Saramago Matos, e os netos, Ana e Tiago, também marcam presença.

 

Durante a cerimónia, Inês Pedrosa lerá um fragmento de "O Ano da Morte de Ricardo Reis", em português, e o mesmo excerto será lido em castelhano por uma artista canária. No fragmento a ser lido, Fernando Pessoa e Ricardo Reis conversam sobre os nove meses que a morte tarda em ser definitiva. Em seguida, serão interpretadas algumas composições para violoncelo e brindar-se-á pela vida de José Saramago. A viúva do escritor, Pilar del Río, explicará ainda os motivos por que abre ao público um espaço tão íntimo.

 

A partir do dia 21 de Março, a Casa e a Biblioteca do Nobel da Literatura português poderão ser visitadas das 10h00 às 14h00, em grupos reduzidos de não mais do que 15 pessoas, a cada meia hora. O percurso a visitar passará por espaços íntimos como o escritório onde Saramago escreveu "Ensaio sobre a Cegueira" e "Todos os Nomes", a sala e a cadeira onde se sentava todas as noites rodeado de quadros que artistas fizeram a partir dos seus livros, o quarto do casal ou uma passagem pela cozinha onde será servido um café português, além da visita à biblioteca, no edifício ao lado.

 

"A Casa" estará aberta ao público de 2ª a sábado e a entrada custará 2 euros para os habitantes de Lanzarote e 8 euros para os visitantes de fora. Na loja instalada no edifício da Biblioteca poder-se-á comprar livros de José Saramago em português, italiano, grego, coreano e japonês. Não serão vendidos livros em castelhano para não prejudicar a única livraria local.

 

Uma forma de conhecer melhor o Nobel português!

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Mais sobre mim

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2020
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2019
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2018
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2017
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2016
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2015
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2014
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2013
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2012
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2011
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2010
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
Em destaque no SAPO Blogs
pub