Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

alma-lusa

alma-lusa

21
Jan21

A CAMINHO FESTIVAL CANÇÃO 2021: "Cheguei Aqui" - Nadine

Autor Convidado: Anne Victorino d'Almeida

Letra: Tiago Torres da Silva

Música: Anne Victorino d'Almeida

Intérprete: Nadine

 

 

 

 

Anne Victorino d'Almeida nasceu em França, em 1978. Filha mais nova do compositor, pianista e maestro António Victorino d'Almeida, e com mãe francesa, é irmã da actriz Maria de Medeiros e da também actriz e política Inês de Medeiros. Viveu os primeiros anos da infância em Viena de Áustria e, quando tinha 4 anos, a família regressou a Portugal, tendo crescido em Lisboa. Anne Victorino d'Almeida é violinista, compositora e professora no Conservatório Nacional, no qual foi directora adjunta de 2017 a 2019. Começou a ter aulas de violino em 1986, na Fundação Musical dos Amigos das Crianças. Licenciou-se em 2003 na Academia Nacional Superior de Orquestra e, em 2004, frequentou e concluiu o primeiro ano de direcção de orquestra na Academia Superior de Orquestra. Membro fundador do Quarteto Lopes-Graça (que integrou de 2005 a 2014), do Quarteto Camões e do trio Rumos Ensemble, toca regularmente com diversas orquestras nacionais, entre as quais a Orquestra Sinfónica Portuguesa, Orquestra Gulbenkian e Orquestra Sinfonietta de Lisboa. Como compositora começou pelo teatro, nos anos 90, tendo mais tarde assinado várias bandas sonoras para cinema. Lançou, em 2019, o disco "A Sombra dos Sentidos", ano em queorquestrou o genérico do Telejornal da RTP1, interpretado pela Orquestra Sinfónica Portuguesa, que lhe deu o prémio de prata do Prémio Marketing, Autopromoções e Inovação – Meios e Publicidade. Em 2020, compôs os separadores da RTP2. 

21
Jan21

LETRAS LUSAS: "Zalatune", de Nuno Gomes Garcia

 

Editora: Manuscrito

 

Sinopse: Em Ínsula, uma ilha perdida algures no Mediterrâneo, os estrangeiros são inimigos, a procriação é uma missão patriótica (e, por isso, todas as mulheres são obrigadas a ter pelo menos dois filhos), a pena capital foi reinstaurada e a Internet foi substituída por uma Intranet insular.


Naquele que parece ser um regime político verdadeiramente democrático, a vida do primeiro-ministro é acompanhada por câmaras 24 horas por dia, para garantir a total transparência do poder, e são os cidadãos que decidem o futuro do país, sentados no conforto do sofá, através de referendos online. Em 2034, está na mão dos eleitores dar luz verde à decisão de construir um muro e expulsar de vez todos os imigrantes.

Só que o passado insiste em perseguir-nos e o desígnio traçado trinta anos antes por uma criança está prestes a cumprir-se: as pessoas estão a desaparecer e, para trás, deixam um único rasto, um pedaço de papel onde se lê Parti para Zalatune.

O que está a acontecer?
Para onde vão as pessoas que desaparecem?
Estará a existência de Ínsula condenada?

Numa trama viciante, Nuno Gomes Garcia apresenta-nos uma história que combina mistério, conspiração política, ódio visceral e ainda um amor proibido entre duas pessoas que deveriam detestar-se.

 

Nuno Gomes Garcia - Portal da Literatura

 

Nuno Gomes Garcia nasceu em Matosinhos, em 1978, estudou História e foi arqueólogo. Vive em Paris, onde é consultor editorial e divulgador da literatura lusófona na rádio e na imprensa escrita. Corre todos os dias com o seu cão ao longo do Sena e a sua prioridade é ensinar os dois filhos a falar português. Zalatune é o seu quarto romance, depois de O Homem Domesticado (2017) - cuja tradução será publicada em França em 2021 -, O Dia em Que o Sol Se Apagou (2015) - finalista do Prémio LeYa - e de O Soldado Sabino (2012), obra traduzida e publicada em França.

21
Jan21

CINEMAX CURTAS: "Miragem, Meus Putos", de Diogo Baldaia (RTP2 - 23h45)

Miragem Meus Putos @ CinePT-Cinema Portugues [pt]

 

Em Janeiro, o novo cinema de Diogo Baldaia está em foco no Cinemax Curtas. Depois de, na semana passada, ter sido exibida a curta-metragem "Fúria", esta semana é a vez de "Miragem, Meus Putos", que nos apresenta três histórias de juventude: o encantamento infantil, a aspiração adolescente e o desejo de evasão dos jovens adultos.

 

21
Jan21

DOC TV: João Villaret - O Domador da Voz (RTP2 - 22h45)

João Vilaret - O Domador da Voz

 

Argumento: Inês Aragão Pires

Realização: Ricardo Espírito Santo

Produção: Terra Líquida Filmes

 

Narração: Carlos Paulo, Ana Lúcia Palminha, Pedro Lamares

 

Sinopse: João Villaret celebrou a poesia e deixou um legado inigualável no teatro, cinema e televisão. Recordamos um dos maiores vultos da cultura portuguesa do séc.XX, no dia em que passam 60 anos do seu desaparecimento.

20
Jan21

DOC TV: As Febres do Século (RTP2 - 23h45)

As Febres do Século

 

Autoria e Realização: Arminda Sousa Deusdado

Produção: Farol de Ideias

 

Sinopse: As pandemias não são uma novidade para a Humanidade. A mais próxima da COVID-19, em dimensão e gravidade, foi a Pneumónica, de 1918/1919. Um número tão avassalador de mortos que ultrapassou o das vítimas estimadas para a I e II Guerras Mundiais.


No documentário "As Febres do Século", vamos seguir o rasto da experiência humana debaixo desta devastação e os conceitos científicos e técnicos que a equipa liderada por Ricardo Jorge protocolou e ainda são a base do pensamento de saúde pública (quarentena, cercos sanitários e protecção individual). Em simultâneo, ouvimos especialistas sobre as similitudes e diferenças entre a crise de há 100 anos e a de hoje. E o que nos espera...

20
Jan21

MAR DE LETRAS - Djaimilia Pereira de Almeida (RTP África - 21h35)

Djaimilia Pereira de Almeida

 

Nos últimos anos tem vindo a afirmar-se na literatura lusófona. Em 2019 foi galardoada com o Prémio Oceanos, um dos mais prestigiados prémios literários em Língua Portuguesa. Djaimilia Pereira de Almeida, escritora portuguesa nascida em Angola, está de regresso ao "Mar de Letras" para uma conversa que percorre as suas últimas obras literárias.

20
Jan21

RUMOS - Paula Cardoso (RTP África - 21h00)

Paula Cardoso

 

 

O Rumos desta semana começa com os sabores de Cabo Verde e o projecto "Sabores da Vida", pensado pela cabo-verdiana Clara Marques, para levar até casa das pessoas o brunch típico da sua terra.


Esta semana, a apresentadora Patrícia Figueiredo esteve à conversa com a jornalista portuguesa, nascida em Moçambique, Paula Cardoso, para falarem sobre o Afrolink, um portal com objectivos muito pertinentes que criou recentemente, e também sobre o seu primeiro livro, "Força Africana".


Focámos a lente no perfil de Milénia Capitão, uma jovem e promissora fotógrafa angolana, radicada em Portugal, a quem não faltam talento e ambição.

 

No Páginas Soltas abrimos o livro "O Peixinho que não sabia nadar e outras histórias", um livro para os miúdos, mas que pode e deve ser lido pelos mais velhos.

 

Fomos conhecer o restaurante Capim Limão, um oásis brasileiro na cidade de Lisboa, onde também não faltam paladares de outras paragens. E, dos sabores do Brasil para os sabores de Moçambique, mostramos-lhe como se prepara um irresistível Caril de Caranguejo com a assinatura da Chef Sheila do restaurante moçambicano Chiveve, em Lisboa.

20
Jan21

MUNDIAL ANDEBOL - Portugal x Noruega (RTP2 - 19h30)

A imagem pode conter: 20 pessoas

 

Depois de terminar a fase de grupos com três vitórias em três jogos, e em primeiro lugar, Portugal vai agora disputar a ronda principal do Campeonato Mundial de Andebol, que decorre no Egipto. Os adversários da selecção portuguesa nesta fase são a Noruega, a Suíça e a França. O primeiro adversário é a Noruega. 

 

O jogo Portugal x Noruega disputa-se na Cidade 6 de Outubro, nos arredores do Cairo, tem início às 19h30 e será transmitido pela RTP2.

 

FORÇA, PORTUGAL!!!

 

Mais sobre mim

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2020
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2019
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2018
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2017
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2016
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2015
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2014
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2013
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2012
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2011
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2010
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D