Terça-feira, 18 de Abril de 2017

A Igreja da Misericórdia de Viana do Castelo atesta como a alegria dos minhotos é um traço tão identitário que até o Barroco contaminou. Do início do séc. XVIII, o seu Barroco é de um colorido vibrante e festivo, em nada opressivo ou esmagador. Quem sabe o quanto o ouro e a exuberância deste Barroco singular não influenciaram também os trajes tradicionais das minhotas, os mais ricos e alegres do país. Uma Visita Guiada com o historiador de arte vianense João Alpuim Botelho.

 



publicado por Alma Lusa às 12:06
Abril 2017
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
14
15

16

23

30


pesquisar neste blog
 
blogs SAPO