Terça-feira, 16 de Maio de 2017

 

O documentário "Luz Obscura", da realizadora portuguesa Susana de Sousa Dias, foi distinguido com a Menção Especial do Júri da Competição Internacional de Longas-Metragens da DocumentaMadrid, festival de cinema documental da capital espanhola.

 

"Luz Obscura" foi feito a partir dos arquivos da PIDE, a polícia política do Estado Novo. No documentário, a realizadora mostra fotografias de cadastros de presos políticos, em que estes aparecem acompanhados da família, e foca-se, em particular, na família de Octávio Pato, militante e dirigente comunista que faleceu em 1999. 

 

Este documentário vem no seguimento de outros que a realizadora tem feito sobre a ditadura portuguesa, como "48" (2010), "Natureza Morta" (2005) e "Processo-crime 141/53 - Enfermeiras no Estado Novo" (2000). 

 



publicado por Alma Lusa às 11:32
Maio 2017
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
13

17

21

28


pesquisar neste blog
 
blogs SAPO