Quarta-feira, 10 de Maio de 2017

 

Editora: Saída de Emergência

 

Sinopse: Aproxima-se o primeiro centenário das aparições de Fátima. A celebração representará um marco histórico na vida do Santuário, exacerbada com a visita do Papa. O país prepara-se para esse momento sem, no entanto, prever as convulsões que o acompanharão. Um homem é confrontado com uma informação, secreta e muito sensível, sobre a irmã Lúcia, que pode colocar em causa o papel desempenhado pela pastorinha, e até mesmo ameaçar a sobrevivência de Fátima.


Dividido entre a falta de fé e a sua ligação ao local, João Francisco vai lutar pela verdade, defrontando-se com as suas dúvidas e os poderes misteriosos que o rodeiam. Que riscos corre? Que tentações o fragilizam? Que segredos esconde o Santuário?


"A Hora de Maria" é um thriller empolgante que revisita as aparições com um novo olhar, reflecte sobre o papel da religião e revela-nos como Fátima se mistura com a História de Portugal dos últimos cem anos.

 

Nuno_Lopes_Tavares.jpg

 

Nuno Lopes Tavares nasceu em Lisboa, em 1972. Inicialmente vive com os avós maternos, mas aos seis anos muda-se com os pais para o Ribatejo. Interessa-se desde muito cedo pela escrita, mas acaba por seguir um caminho distinto. Regressa a Lisboa, para estudar Gestão, e é aí que fixa residência. Faz carreira em Gestão, em particular na área de Marketing, mas continua sempre a escrever, publicando um primeiro livro de contos em 2006. Gradualmente, vai consolidando o desejo de se dedicar por inteiro aos livros, o que acontece finalmente em 2014. "A Hora de Maria" é o seu mais recente trabalho.

 



publicado por Alma Lusa às 18:04

baptista bastos.jpg

 

Faleceu esta terça-feira, aos 83 anos de idade, o jornalista e escritor Baptista-Bastos.

 

Armando Baptista-Bastos nasceu a 27 de Fevereiro de 1934, em Lisboa, tendo crescido no bairro da Ajuda. Estudou no Liceu Francês e na Escola de Artes Decorativas António Arroio. Começou a sua carreira como jornalista no jornal O Século e passou por várias redacções, como o Europeu, O Diário, Almanaque, Seara Nova, Gazeta Musical Todas as Artes. Foi colunista e crítico em vários jornais e correspondente da Agência France-Presse, em Lisboa. Foi um dos fundadores do semanário O Ponto, onde fazia entrevistas semanais. Trabalhou ainda como cronista nas rádios Antena 1 e Comercial. 

 

Baptista-Bastos é autor de uma vasta obra literária, que inclui ensaios, romances, crónicas e entrevistas, e pela qual recebeu vários prémios, como o Prémio Literário Município de Lisboa (1987) e o Prémio PEN Clube Português de Ficção (1987), pelo romance A Colina de Cristal; o Prémio da Crítica do Centro Português da Associação Internacional de Críticos Literários (2002), pelo romance No Interior da tua Ausência; Grande Prémio de Crónica da Associação Portuguesa de Escritores (2003) pelo livro Lisboa Contada pelos Dedos; o Prémio de Crónica da Sociedade de Língua Portuguesa, o Prémio de Crónica João Carreira Bom e o Prémio Clube Literário do Porto, todos em 2006. O seu último trabalho literário foi o livro de crónicas Tempo de Combate, lançado em 2014.

 

Na televisão, Baptista-Bastos apresentou o programa de entrevistas "Conversas Secretas", exibido na SIC entre Novembro de 1996 e Janeiro de 1998, no qual fazia sempre aos convidados a pergunta "Onde é que você estava no 25 de Abril?", pergunta essa que se tornaria célebre em sketches humorísticos protagonizados por Herman José no programa "Herman Enciclopédia".

 



publicado por Alma Lusa às 16:56
Maio 2017
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
13

17

21

28


pesquisar neste blog
 
subscrever feeds
blogs SAPO