Segunda-feira, 17 de Abril de 2017

sic.png

 

A SIC só celebra os 25 anos no dia 6 de Outubro, mas as comemorações do 25º aniversário começam já esta segunda-feira, 17 de Abril.

 



publicado por Alma Lusa às 15:29

 



publicado por Alma Lusa às 11:47

Hoje-estarás-comigo-no-paraíso.jpg

 

Editora: Quetzal

 

Sinopse: Em "Hoje estarás comigo no Paraíso", Bruno Vieira Amaral desenha uma investigação do assassínio do primo João Jorge - morto no bairro em que ambos viviam no início dos anos 80 - e usa essa investigação como estratégia de recuperação e construção da sua própria memória: a infância, a família, o bairro e as suas personagens, Angola antes da independência e nos anos que se lhe seguiram, e a figura (ausente) do pai.


Na reconstituição da personalidade e do percurso da vítima, da noite em que tudo aconteceu, na apropriação que o narrador faz de uma ligação com João Jorge (mais ou menos forjada pelos mecanismo da memória) - e de que faz parte essa busca mais ampla das dobras do tempo e do esquecimento - são utilizados os mais diversos materiais: arquivos da imprensa da época, arquivos judiciais, testemunhos de amigos e familiares, e a literatura, propriamente dita - como uma possibilidade de verdade, sempre.

 

 

Bruno Vieira Amaral nasceu em 1978 e cresceu no Vale da Amoreira, concelho da Moita. Formado em História Moderna e Contemporânea pelo ISCTE, é crítico literário, tradutor, e autor do Guia Para 50 Personagens da Ficção Portuguesa e do blogue Circo da Lama. Em 2002, uma temerária incursão pela poesia valeu-lhe ser seleccionado para a Mostra Nacional de Jovens Criadores. Colaborou no DN Jovem, revista Atlântico e jornal i. Actualmente colabora com a revista Ler e é assessor de comunicação das editoras do Grupo Bertrand Círculo.

As Primeiras Coisas, o seu primeiro romance, foi considerado livro do ano em 2013 para a Revista Time Out (ano em que o autor recebeu o Prémio Novos por se destacar na literatura). Foi ainda distinguido com o Prémio PEN CLUBE Narrativa, Prémio Literário Fernando Namora e Prémio Literário José Saramago 2015.

 



publicado por Alma Lusa às 11:27

ornit-1.jpg

 

Ano: 2016

Realização: João Pedro Rodrigues

Argumento: João Pedro Rodrigues e João Rui Guerra da Mata

Produção: Blackmaria (João Figueiras)

 

Elenco: Paul Hamy (França), João Pedro Rodrigues, Juliane Elting (Alemanha), Chan Suan (Brasil), Wenven Han (China), Xelo Cagiao Teijo (Espanha), Flora Bulcão (Brasil), Isabelle Puntel (Brasil)

 

Sinopse: Fernando (Paul Hamy), um ornitólogo de cerca de quarenta anos, desce um rio em caiaque, no Douro Internacional, na esperança de encontrar as raras Cegonhas Pretas. Absorvido pela imponência da paisagem, deixa-se surpreender pelos rápidos e é engolido pela fúria das águas. Salvo por peregrinas chinesas, mergulha numa floresta para tentar regressar. Nesta viagem pelo rio, Fernando acaba por ser confrontado por todos os seus medos e demónios. A fé leva-o a fazer desta viagem uma descida de rio em que nunca mais nada será igual.
Um Rio Sem Retorno. 

 



publicado por Alma Lusa às 11:12

Novo-Mundo.jpg

 

Esta segunda-feira, a SIC estreia "Novo Mundo", uma telenovela de época brasileira que tem no elenco vários actores portugueses.

 

"Novo Mundo", da Globo, é uma aventura romântica ambientada no Brasil do início do século XIX, entre 1817 e 1822 (ano da independência do Brasil). A história começa com um facto histórico, a ida da austríaca Maria Leopoldina para o Brasil, quando a família real portuguesa estava no Rio de Janeiro. Além de factos históricos verdadeiros, há também vários personagens fictícios, como o casal de protagonistas Anna Millman e Joaquim Martinho. Uma professora de português de origem europeia apaixona-se por um actor brasileiro. Os dois vão atravessar o Atlântico, a caminho do Brasil, na mesma embarcação: Anna na companhia da arquiduquesa austríaca Leopoldina e Joaquim, disfarçado de marujo e sem qualquer vínculo com a realeza. 

 

Esta telenovela de época brasileira tem no elenco actores bem conhecidos dos portugueses: Ricardo Pereira, Maria João Bastos, Paulo Rocha e Joana Solnado. Ricardo Pereira ("Ferdinando") e Maria João Bastos ("Letícia") são um casal de botânicos portugueses que chega ao Brasil para fazer uma expedição pela mata brasileira. O objectivo do casal é conhecer, fazer um grande levantamento e mapear a flora da região atlântica. Paulo Rocha e Joana Solnado também formam um casal de portugueses, neste caso, o "General Avilez", oficial ao serviço da corte, e "Dulcina", uma das amantes de D. Pedro I.

 

Mas há mais portugueses nesta novela brasileira: Tony Correia e Giullia Buscacio. Tony Correia é um actor português radicado há vários anos no Brasil. Natural de Canas de Senhorim, no concelho de Nelas, estreou-se na ficção brasileira em 1976, na telenovela "O Casarão". Na telenovela "Novo Mundo", Tony Correia entra no primeiro episódio no papel de "Marquês de Marialva". 

 

Giullia Buscacio, que em "Novo Mundo" interpreta a índia "Jacira", é uma actriz luso-brasileira. Giullia nasceu no Funchal, em 1997, filha de um futebolista brasileiro que, na altura, jogava no Marítimo. Durante a infância, ainda viveu alguns anos na Coreia do Sul e, aos 10 anos, foi viver para o Brasil.

 

Mas há mais presença portuguesa nesta produção brasileira, já que a única canção da banda sonora é o fado "Meu Amor Marinheiro", interpretado por Carminho. A restante banda sonora é instrumental. 

 

De 2ª a 6ª, às 18h45, na SIC.

 

ricardo maria joão novo mundo.jpg

Ricardo Pereira e Maria João Bastos na novela "Novo Mundo"

 

paulo rocha joana solnado.jpg

Paulo Rocha e Joana Solnado na novela "Novo Mundo"

 

tony correia.jpg

Tony Correia é o "Marquês de Marialva"

 

giullia.jpg

Giullia Buscacio é a índia "Jacira"

 



publicado por Alma Lusa às 10:22
Abril 2017
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
14
15

16

23
29

30


pesquisar neste blog
 
subscrever feeds
blogs SAPO