Quinta-feira, 06 de Abril de 2017

Belíssimo, o Colégio do Espírito Santo, em Évora, foi fundado há 450 anos pelo Cardeal D. Henrique, irmão de D. João III e inesperado sucessor de D. Sebastião, para ser uma grande universidade europeia. E assim foi. Com a pedagogia vanguardista dos jesuítas, aqui leccionaram e se formaram grandes figuras da cultura ibérica. Mas 200 anos depois de ter sido criada, esta Universidade foi palco da violenta expulsão da Companhia de Jesus do país. José Alberto Gomes Machado, Catedrático de História de Arte da Universidade de Évora, guia-nos nesta visita que desmonta os argumentos do Marquês de Pombal na perseguição que moveu aos jesuítas.

 



publicado por Alma Lusa às 18:20

paula rego.jpg

 

País: Reino Unido

Realização: Nick Willing

Imagem: Juvenal de Figueiroa

Música original: Madison Willing

 

Com: Paula Rego, Fiona Bradley, Luís Amorim de Sousa, John Erle-Drax, John McEwen, Ron Mueck, Lila Nunes, Jorge Sampaio, Marina Warner, Cas Willing, Victoria Willing

 

Sinopse: Conhecida por ser muito ciosa da sua privacidade, Paula Rego revela-se pela primeira vez neste filme, surpreendendo o seu filho, o cineasta Nick Willing, com histórias e segredos da sua vida excepcional, uma vida de luta contra o fascismo, um mundo da arte misógino e a depressão. 

 

Nascida em Portugal, um país sobre o qual o pai lhe disse que não era bom para as mulheres, Rego usou as suas imagens poderosas como uma arma contra a ditadura antes de se estabelecer em Londres, onde continuou a abordar questões sobre a situação da mulher, como o direito ao aborto. Mas, acima de tudo, as suas pinturas são um vislumbre críptico sobre um mundo íntimo de tragédia pessoal, fantasias perversas e verdades constrangedoras.

 

Nick Willing combina um grande arquivo de filmes caseiros e fotografias de família com entrevistas que percorrem 60 anos de vida e imagens de Rego a trabalhar no seu estúdio. E o resultado é um poderoso retrato pessoal da vida e obra de uma artista cujo legado vai sobreviver ao tempo, ilustrado visualmente em pastel, carvão e tinta a óleo.

 

"Paula Rego - Histórias & Segredos", documentário sobre a pintora portuguesa Paula Rego realizado pelo seu filho, o cineasta britânico Nick Willing, estreou no canal de televisão britânico BBC2, no passado dia 25 de Março, e chega agora às salas de cinema portuguesas.

 

Paula Rego nasceu a 26 de Janeiro de 1935, em Lisboa. Frequentou a St. Julian's School, em Carcavelos. Em 1952, ingressou na Slade School of Fine Art, em Londres, no Reino Unido, onde conhece o (ainda estudante) artista inglês Victor Willing com quem viria a casar e teria três filhos. Entre 1957 e 1963, Paula Rego e a família vivem na Ericeira. De 1963 a 1975, dividem-se entre Portugal e o Reino Unido e, a partir de 1976, a pintora portuguesa e a sua família fixam residência em Londres. Paula Rego é um dos maiores nomes da cultura portuguesa e tem sido distinguida com vários galardões nacionais e internacionais, entre eles, a Grã-Cruz da Ordem de Sant'Iago da Espada, concedida pelo Presidente da República, em 2004. Em 2009, abriu a Casa das Histórias Paula Rego, em Cascais, um museu dedicado à obra de Paula Rego e Victor Willing, com projecto arquitectónico de Eduardo Souto de Moura.

 

paula rego nick willing.jpg

Paula Rego com o filho, o realizador Nick Willing

 

 

paula rego cascais.jpg

 

Com curadoria de Nick Willing e Catarina Alfaro, a exposição "Paula Rego - Histórias & Segredos" inaugura esta sexta-feira, 7 de Abril, e decorre até 17 de Setembro, na Casa das Histórias Paula Rego, em Cascais.


Terá cerca de 80 obras (pinturas e desenhos) de Paula Rego e do seu marido, o pintor britânico Victor Willing (1928 - 1988). Ocupa as sete salas do museu e muitas das obras serão apresentadas publicamente pela primeira vez. Esta exposição parte assumidamente de um registo, íntimo e pessoal, sobre uma das mais importantes artistas contemporâneas que o filme "Paula Rego - Histórias & Segredos", realizado por Nick Willing, apresenta. É a partir da reflexão sobre as experiências vividas que o pensamento artístico de Paula Rego se constrói, sendo a sua vida e a sua obra realidades inseparáveis. É, por isso, uma exposição de carácter biográfico e que introduz a espacialização das memórias e referências identitárias da artista. São as histórias e os segredos de Paula Rego que se revelam através de obras e sob a forma de testemunhos da artista sobre o seu contexto criativo — as histórias que aquela obra, em particular, conta — ou, num plano mais profundo, o dos segredos, em que a obra é apresentada enquanto depositária de uma verdade escondida que só à artista diz respeito, mas que é também própria da essência humana porque ela é sempre o seu tema e o seu elemento fundador.


Para além das suas obras mais marcantes – como As Criadas, A Prova, a série O Crime do Padre Amaro, A Casa de Celestina, O Pescador, ou a série sobre o aborto –, e outras nunca antes vistas publicamente – como a série Depressão, constituída por 12 obras datadas de 2007 – é apresentada uma série de objectos pessoais de Paula Rego. Aqui incluem-se os livros da sua infância que se tornaram referências essenciais para o desenvolvimento das suas narrativas figurativas, documentos fotográficos e fílmicos, bem como obras da sua colecção e diversos elementos do seu atelier, tornando o contexto criativo da artista tangível, actual e interactivo.

 



publicado por Alma Lusa às 10:44

dois família.jpg

 

País: França

Realizador: Hugo Gélin

 

Elenco: Omar Sy, Clémence Poésy, Antoine Bertrand, Gloria Colston, Ashley Walters, Ruben Alves (França/Portugal)

 

Sinopse: Samuel vive uma vida sem responsabilidades em Marselha, junto ao mar e sob o sol do sul de França. No entanto tudo muda quando, um dia, lhe aparece pela frente uma das suas antigas conquistas, que o deixa com uma bebé de poucos meses nos braços. A bebé chama-se Gloria e é a filha de Samuel! Julgando-se incapaz de cuidar de uma filha e decidido a devolvê-la à mãe, Samuel persegue a antiga companheira até Londres, onde não a consegue encontrar. Oito anos mais tarde, Samuel e Gloria ainda vivem em Londres e, entretanto, tornaram-se inseparáveis. Só que, inesperadamente, a mãe da criança vem quebrar esta harmonia quando resolve aparecer com o intuito de recuperar a filha.

 

O filme francês "Dois é uma Família" tem no elenco o luso-francês Ruben Alves, no papel de um empregado. Filho de portugueses, Ruben Alves nasceu em cresceu em Paris. Actualmente, vive entre Paris e Lisboa. Como actor, já participou em vários filmes e séries francesas, mas foi como realizador que se tornou conhecido em Portugal. O seu primeiro filme, "A Gaiola Dourada", sobre uma família de emigrantes portugueses em França, estreou em 2013 e foi o filme mais visto nesse ano nos cinemas portugueses, tendo sido também um grande sucesso em França. 

 

ruben alves.jpg

Ruben Alves

 



publicado por Alma Lusa às 10:23

 

Em 2016, os arquipélagos dos Açores e da Madeira assinalaram quarenta anos da consagração das autonomias. A série documental, de 12 episódios, "Uma História de Autonomia" dá a conhecer os que se bateram pelo governo próprio, recordando os movimentos que lutaram pela independência dos arquipélagos insulares portugueses.

 

Episódio 1 - Revolução adiada

 

Portugal muda radicalmente de 24 para 25 de Abril de 1974. Mas a revolução demora a chegar às ilhas dos Açores e da Madeira, votadas ao esquecimento e ao atraso no desenvolvimento. O que chega é um avião transportando os ex-ditadores que, durante semanas, são detidos no Palácio de São Lourenço, no Funchal.

 

Quintas, às 23h40, na RTP2.



publicado por Alma Lusa às 09:30
Abril 2017
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
14
15

16

23
29

30


pesquisar neste blog
 
subscrever feeds
blogs SAPO