Quarta-feira, 05 de Abril de 2017

Numa das paisagens mais idílicas do mundo, a Serra da Arrábida banhada pelo Atlântico, fixou-se o mais radical grupo dos franciscanos portugueses: os Capuchos Arrábidos, eremitas cuja regra de vida era a máxima austeridade. Com fundações no início do séc. XVI, o Convento de Santa Maria da Arrábida permanece um deslumbramento e um enigma. O medievalista João Luís Fontes, investigador do Centro de Estudos de História da Religião da Universidade Católica, conduz-nos nesta visita guiada.

 



publicado por Alma Lusa às 15:43

ano dançarina.jpg

 

Editora: Marcador

 

Sinopse: No ano de 1918, o jovem tenente-médico Nicolau Lopes Moreira regressa da Frente francesa, ferido e traumatizado, para o seio de uma família burguesa de posses e para um país marcado pelo esforço de guerra, pela eleição de Sidónio Pais e pela pobreza e agitação social e política.

No regresso, Nicolau vê-se confrontado com uma antiga relação com Rosalinda, dançarina e amante de senhores endinheirados, e com as peculiaridades de uma família progressista.

Enquanto a Guerra se precipita para o fim e, em Lisboa, se vive a aflição da epidemia e da difícil situação política, a família experimenta o medo e perda, e Nicolau conhece um amor inesperado enquanto trava as suas próprias batalhas contra a doença e os próprios fantasmas.

O Ano da Dançarina é um romance de grande fôlego, histórico, empolgante e profundo, sobre a superação pessoal e uma saga familiar num tempo de grande mudança e turbulência em Portugal.

 

 

Carla M. Soares nasceu em 1971, em Angola. É professora, formada em Línguas e Literaturas Modernas pela Faculdade de Letras de Lisboa, tem um Mestrado em Estudos Americanos - Literatura Gótica e Film Studies. A tese de Doutoramento em História da Arte, iniciada na Faculdade onde se formou, aguarda dias mais tranquilos para uma elaboração cuidada. Autora dos romances de época Alma Rebelde, A Chama ao Vento e O Cavalheiro Inglês, da colecção Os Livros RTP, da editora Marcador.



publicado por Alma Lusa às 15:05

Vinhais

 

Autoria: João Canijo

Realização: João Canijo e Anabela Moreira

Produção: Pedro Borges

Música: Recolha de Música Regional Portuguesa por Michel Giacometti

 

Sinopse: Esta série documental de 12 episódios, inspirada nos "Guias de Portugal", de Raul Proença e Sant'Anna Dionísio, editados pela Fundação Calouste Gulbenkian e que são um testemunho do que foi Portugal até à década de 60, procura fazer um retrato de um país e de todas as mudanças profundas por que passou nas últimas décadas, constituindo um acervo documental e humano inestimável. 

 

Percorrendo 16 concelhos - Vinhais, Macedo de Cavaleiros, Vila Flor, Vila Nova de Foz Coa, Mêda, Trancoso, Celorico da Beira, Gouveia, Seia, Oliveira do Hospital, Arganil, Góis, Castanheira de Pêra, Figueiró dos Vinhos, Ansião, Ourém - e acompanhados pela tradição musical e coral desses lugares tal como fixado por Michel Giacometti, cada episódio segue o dia-a-dia de alguns habitantes de cada concelho.

 

Episódio 1 - Vinhais

 

Acompanhamos o dia-a-dia de um casal de retornados que explora um café em Vinhais e de uma jovem estudante do concelho que divide os seus dias entre o estudo e os afazeres no campo. 

 

Quartas, ao final da noite, na RTP2.



publicado por Alma Lusa às 10:57
Abril 2017
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
14
15

16

23
29

30


pesquisar neste blog
 
subscrever feeds
blogs SAPO