Quarta-feira, 12 de Outubro de 2016

image (1).jpg

 

Editora: Porto Editora

 

Sinopse: Num Japão antigo, o artesão Itaro e o oleiro Saburo vivem uma vizinhança inimiga que, em avanços e recuos, lhes muda as prioridades e, sobretudo, a capacidade de se manterem boa gente. A inimizade, contudo, é coisa pequena diante da miséria comum e do destino. Conscientes da exuberância da natureza e da falha da sorte, o homem que faz leques e o homem que faz taças medem a sensatez e, sobretudo, os modos incondicionais de amarem suas distintas mulheres. Valter Hugo Mãe prossegue a sua poética ímpar. Uma humaníssima visão do mundo.

 

 

Valter Hugo Mãe é um dos mais destacados autores portugueses da actualidade. A sua obra está traduzida em variadíssimas línguas, merecendo um prestigiado acolhimento em países como o Brasil, a Alemanha, a Espanha, a França ou a Croácia. Publicou sete romances: Homens imprudentemente poéticos; A desumanização; O filho de mil homens; a máquina de fazer espanhóis (Grande Prémio Portugal Telecom Melhor Livro do Ano e Prémio Portugal Telecom Melhor Romance do Ano); o apocalipse dos trabalhadores; o remorso de baltazar Serapião (Prémio Literário José Saramago) e o nosso reino. Escreveu alguns livros para todas as idades, entre os quais Contos de cães e maus lobos e O paraíso são os outros. A sua poesia foi reunida no volume contabilidade, entretanto esgotado. Publica a crónica "Autobiografia Imaginária" no Jornal de Letras. Valter Hugo Mãe celebra, em 2016, 20 anos de carreira.

 



publicado por Alma Lusa às 17:16

contos em viagem macau.png

 

Textos: Altino do Tojal, António Augusto Menano, António Manuel Couto Viana, Benjamim Videira Pires, Bocage, Camilo Pessanha, Carlos Frota, Deolinda da Conceição, Fernanda Dias, Fernando Sales Lopes, Henrique de Senna Fernandes, Jorge Arrimar, José Augusto Seabra, José dos Santos Ferreira, José Jorge Letria, Maria Anna Acciaioli Tamagnini, Maria Ondina Braga, Miguel Senna Fernandes, Rai Mutsu, Wenceslau de Moraes, Yi Lin

 

Encenação, Selecção e Dramaturgia: Natália Luiza

Espaço Cénico e Figurinos: Marta Carreiras

Música original e Espaço sonoro: Rui Rebelo

Desenho de luz: Miguel Seabra

 

Interpretação: Margarida Belo Costa, Romeu Costa e Rui Rebelo

 

Sinopse: O Projecto CONTOS EM VIAGEM tem como desafio fazer uma viagem literária pelos vários países que escreveram e escrevem poesia, prosa, romance e contos na Língua Portuguesa. Após 3 espectáculos inscritos neste ciclo, CONTOS EM VIAGEM - BRASIL (2006), CONTOS EM VIAGEM - CABO VERDE (2007) e CONTOS EM VIAGEM - BRASIL, NOVAS ROTAS (2009), dirigimo-nos para Oriente, pelo desconhecimento que a nossa passagem cultural por MACAU teve, e continua a ter, em termos da produção literária que, durante largos anos, aí foi escrita e desenvolvida. 

 

CONTOS EM VIAGEM visita, neste espectáculo, a literariedade escrita no Oriente por portugueses e macaenses num tempo histórico de grande proximidade espacial e política. Numa viagem com paragens num mapa de lugares da literatura portuguesa, aproximamo-nos de uma cultura que deixou memórias escritas e que tem paisagens visuais, sonoras e comportamentais marcadamente diferenciadas.

 

É objectivo do projecto CONTOS EM VIAGEM a criação de uma dramaturgia baseada em textos não teatrais e, através desse trabalho, edificar espectáculos contados a uma só voz (um actor) e com espaço sonoro e música original interpretados ao vivo (um músico). Este espectáculo sobre Macau, especificamente, terá ainda uma bailarina em cena.

 

 

 



publicado por Alma Lusa às 16:35

johnfrom2.png

 

Ano: 2016

Realização: João Nicolau

Argumento: João Nicolau e Mariana Ricardo

Música original: João Lobo

 

Elenco: Júlia Palha, Clara Riedenstein, Filipe Vargas, Leonor Silveira, Adriano Luz, António Fonseca, Luísa Cruz

 

Sinopse: Rita tem tudo. Tem 15 anos e o Verão à sua frente. Molha o chão da varanda e chapinha enquanto apanha valentes banhos de sol. Tem um ex-futuro namorado e o presente infalível da sua melhor amiga. Faz tranças e tem festas onde mostrá-las. Muito naturalmente, de Portugal ao Pacífico Sul, esta fortaleza desaba com doçura quando a adolescente vê a exposição que um novo vizinho apresenta no centro comunitário do bairro.

 



publicado por Alma Lusa às 10:35
Outubro 2016
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9

16

23

30


pesquisar neste blog
 
subscrever feeds
blogs SAPO