Quinta-feira, 03 de Dezembro de 2015

NATA BACH.jpg

 

Encenação: Duarte Guimarães

Dramaturgia: Pedro Proença e Teresa Gafeira

Cenário e Figurinos: Pedro Proença

Movimento: JPB

Som: Miguel Laureano

 

Intérpretes: André Alves, Joana Francampos, João Farraia, Paula Moreira, Pedro Walter

 

Sinopse: E se a falta de açúcar aborrecesse Bach tanto quanto o aborreciam os bloqueios criativos e a dormência da inspiração? Bach foi um compositor brilhante, um instrumentista virtuoso, muito admirado no seu tempo… E se escondesse um amor inconfessável por doces? Sobretudo por pastéis de nata, a famosa iguaria portuguesa que teve o privilégio de provar no Sacro Império Romano-Germânico, numa tarde longínqua do século XVIII? Pastéis de nata para Bach procura, segundo Teresa Gafeira,"remar contra a vulgaridade que caracteriza muita da produção teatral e musical para crianças". Depois de O barbeiro de Sevilha, A flauta mágica e Verdi que te quero Verdi, a Companhia de Teatro de Almada continua assim o trabalho que tem vindo a desenvolver para aproximar os mais novos da música clássica e do teatro.

 

 



publicado por Alma Lusa às 20:29

Cosmos filme.jpg

 

 

País: Portugal/França

Realização: Andrzej Zulawski (Polónia)

Argumento: Andrzej Zulawski (baseado no romance do escritor polaco Witold Grombowicz)

Produção: Paulo Branco (Portugal)

Director de Fotografia: André Szankowski (Portugal)

Locais Rodagem: Sintra, Serra da Estrela, Ericeira, Guincho (Cascais)

 

Elenco: Sabine Azéma (França), Jean-François Balmer (Suíça), Victória Guerra (Portugal), Jonathan Genet (França), Johan Libéreau (França), Clémentine Pons (França), Andy Gillet (França), Ricardo Pereira (Portugal), António Simão (Portugal)

 

Prémio: Leopardo para Melhor Realização no Festival de Cinema de Locarno 2015 (Suíça)

 

Sinopse: Witold acaba de chumbar nos seus exames de Direito e Fuchs abandonou recentemente o seu emprego numa Casa de Alta Costura parisiense. Ambos vão passar alguns dias no campo e decidem alojar-se numa residencial familiar. São recebidos por um pardal enforcado num cordel na floresta. Depois, um pedaço de madeira preso da mesma forma, uma série de estranhos sinais na parede, no jardim e no bosque. Na pousada há uma empregada – com uma boca estranha e deformada – e a jovem filha dos donos, por quem Witold manifesta uma paixão obsessiva. Ela está casada com um jovem íntegro e honesto, mas será que ela mesma o é? Um terceiro enforcamento. Um gato, obra de Witold. Mas porquê? Poderá o próximo enforcado ser humano?

 

O filme "Cosmos", realizado pelo polaco Andrzej Zulawski e produzido pelo português Paulo Branco, foi totalmente rodado em Portugal e tem no elenco os actores portugueses Victória Guerra, que interpreta "Lena"; Ricardo Pereira, no papel de "Tolo"; e António Simão, no papel de "Padre". 

 

cosmos (1) victoria.jpg

 

Victória Guerra no filme "Cosmos" 

 

ricardo_pereira cosmos.jpg

 

Ricardo Pereira no filme "Cosmos" 

 

antonio_simao.jpg

 

António Simão no filme "Cosmos" 

 



publicado por Alma Lusa às 11:20

lisboa rio

 

Realização: Ivan Dias

 

Sinopse: Para além das relações históricas, Portugal e Brasil estão ligados pela mesma língua e, culturalmente, pela literatura, pelo cinema, pela música...


Em 2012, comemorou-se o Ano de Portugal no Brasil e o Ano do Brasil em Portugal. "Lisboa vista do Rio" mostra uma visão artística de músicos, actores, cineastas e escritores cariocas sobre a cidade de Lisboa. Uma visão para lá do rio, do rio Tejo, a partir do Rio de Janeiro.


Descobrir como será (Portugal) Lisboa vista do Rio será certamente uma experiência revigorante.

 



publicado por Alma Lusa às 10:49
Dezembro 2015
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9

13

20
24
25
26

27
31


pesquisar neste blog
 
subscrever feeds
blogs SAPO