Quarta-feira, 07 de Dezembro de 2011

Mochila com capuz (desenhada por Sara Lamúrias)

 

Origem: Manteigas

 

 

 

Às vezes, a diferença está simplesmente em olhar para o que existe com outros olhos. Isabel Dias da Costa e João Tomás viram no burel - esse mesmo, com que se fazem os capotes e as calças dos pastores - potencial, futuro. Bastou-lhes uma pergunta para dar vida nova ao produto tradicional português, 100% lã. "Por que razão o burel não tem cores?", foi a questão. Estava dado o mote para a criação da Burel Penhas Douradas Factory, a marca que criaram, com peças inteiramente nacionais, produzidas de forma quase artesanal em Manteigas.

 

Hoje, a marca tem uma palete com 23 cores e uma diversidade de artigos. Desenhados por eles próprios (Isabel e João) e por um conjunto de criativos nacionais a quem lançaram o mesmo desafio. Há fundos de cama, almofadas, tapetes; pufes (Gonçalo Campos); berços (Sofia Machado); écharpes, ponchos e cachecóis (João Paulo Assunção); sacos e estojos (Zero Kilocalorias); peças de roupa, cesto que se pode pôr nas costas e uma mochila que tem capuz, de Sara Lamúrias.

 

A marca, com o apoio da Casa da Arquitectura, lançará em breve o regulamento de um concurso para desenhar uma peça com o material.

 

("Colorir o Burel" - retirado da edição nº 979 da revista VISÃO)

 

http://www.burelfactory.com/

 

Almofadas infantis

 

Banco com assento em burel



publicado por Alma Lusa às 22:00

 

Chama-se "FADO - História de um Povo" e o título não diz tudo: porque a imaginação de Filipe La Féria foi mais longe do que a mera reconstituição das raízes do Fado, qual semente germinada na alma de um Povo ao longo dos séculos da sua História.

 

La Féria construiu um grande espectáculo onde revisita a História do Fado, desde as suas origens até à actualidade, numa encenação que articula o Fado com o Teatro, o Musical, o Circo e o Bailado. Recorrendo às mais modernas tecnologias, utiliza três ecrãs de leds, transformando o cenário em 3D. A música, de Filipe La Féria, Paulo Valentim e Artur Guimarães - a par das criações dos grandes mitos do Fado - e as letras originais de Filipe La Féria fazem de "FADO - História de um Povo" uma epopeia que diverte, empolga e emociona o público.

 

Interpretado por um grande elenco de actores, cantores, bailarinos, acrobatas e músicos, "FADO - História de um Povo" conta com a participação de Alexandra ao lado de Henrique Feist, Liana, Gonçalo Salgueiro, Paula Sá, Inês Santos, Luís Matos, Elsa Casanova, Luís Caeiro, Flávio Gil e Jorge Silva.

 

"FADO - História de um Povo" é exibido amanhã, na RTP1, às 16h00.

 

 

 

 
 
 
 


publicado por Alma Lusa às 16:53

 

César Mourão regressa à televisão, estreando-se como autor e apresentador do late night talk show "Para Algo Completamente Indiferente", na SIC Radical.

 

Em "Para Algo Completamente Indiferente" os convidados irão desde os nomes consagrados a revelações para o grande público nas mais variadas áreas. O objectivo é ter conversas num ambiente descontraído, que sejam ao mesmo tempo divertidas, intimistas, surpreendentes e reveladoras de lados menos convencionais dos convidados.

 

No humor, entre outras rubricas, destacamos a Commédia Take Away, na qual os pioneiros da Comédia de Improviso e do Humor de Guerrilha, os Commédia a la Carte, vão actuar em happenings criados especialmente para o efeito nos lugares mais inusitados, como transportes públicos, repartições de finanças, salas de jantar de casas particulares, etc.

 

Destaque ainda para Part-Time, o momento da verdade em que César Mourão descobrirá o que seria, ou não, capaz de fazer para ganhar a vida, caso não fosse actor.

 

"Para Algo Completamente Indiferente" terá ainda uma componente musical, que será o mais eclética possível, com actuações de artistas e bandas que farão, ao vivo, versões acústicas dos seus temas.

 

É exibido semanalmente às quartas-feiras à noite.

 

 

 



publicado por Alma Lusa às 16:27

 

 

A portuguesa Inês Correia sagrou-se campeã mundial de Kitesurf, na vertente ondas. Os melhores atletas de Kitesurf do mundo estão reunidos desde o dia 2 de Dezembro na praia da Ponte Preta, na ilha do Sal, em Cabo Verde, para disputar o título mundial. O campeonato deveria decorrer até ao dia 11, mas teve de terminar mais cedo devido às condições metereológicas que previam um mar sem ondas nos próximos 5 dias.

 

Inês Correia tem 18 anos e é natural de Jardia (Montijo). Foi aos 13 anos, durante as férias de Verão em Tróia, que descobriu o kitesurf, o desporto que lhe iria mudar a vida. A portuguesa sobe hoje ao pódio na cerimónia oficial de entrega de prémios do KSP World Tour.

 

 

 



publicado por Alma Lusa às 14:55
Dezembro 2011
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9


22
23
24

25
26
31


pesquisar neste blog
 
subscrever feeds
blogs SAPO